Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18545
Title: Intervalo do tempo decorrido entre a investigação diagnóstica laboratorial e o início do tratamento em casos de tuberculose pulmonar em um distrito da atenção primária de saúde em Recife - PE
Other Titles: Time interval elapsed between laboratory diagnostic investigation and initiation of treatment in cases of pulmonary tuberculosis in a district of primary health care in Recife - PE
Advisor: Montenegro, Lílian Maria Lapa
Souza, Wayner Vieira de
Members of the board: Montenegro, Lílian Maria Lapa
Schindler, Haiana Charifker
Lima, Juliana Figueirêdo da Costa
Authors: Leite, Ricardo Costa
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil
Abstract: Recife é um município prioritário no Programa Nacional de Controle da Tuberculose, apresenta dados de incidência acima da média nacional O objetivo do trabalho foi estimar o intervalo do tempo decorrido entre a investigação diagnóstica laboratorial e o início do tratamento em casos de tuberculose pulmonar, cuja a baciloscopia foi positiva; em um distrito da atenção primária de saúde em Recife - PE. Os casos notificados nos bancos de dados do SINAN e do GAL-PE foram analisados, no período de julho de 2014 a julho de 2015. O tipo de estudo realizado foi seccional descritivo, utilizando dados secundários dos sistemas. Quanto às características sócio-demográficas e epidemiológicas dos participantes foi observada uma maior frequência do sexo masculino em 68,4 por cento, 36,8 por cento tinham idade =50 anos, 64,9 por cento eram não brancos e 40,4 por cento possuíam apenas o ensino fundamental. Em relação as variáveis, hábitos de vida e comorbidades relacionadas dos pacientes, 59,6 por cento não faziam uso de álcool e 63,2 por cento tinham diabetes melittus. O estudo encontrou alta frequência de informação ignorada no sistema SINAN, sendo 87,7 por cento, 89,5 por cento e 50,9 por cento para tabagismo, uso de drogas e AIDS, respectivamente. Não foi realizado o teste de HIV em 42,1 por cento dos pacientes, 68,4 por cento apresentou resultado positivo na 1ª baciloscopia de escarro, 61,4 por cento não realizaram TRM-TB e 50,9 por cento não realizaram cultura de escarro. Na análise do tempo decorrido na investigação diagnóstica laboratorial dos pacientes, denominado de Tempo Diagnóstico (TD), o estudo encontrou que o número de dias decorridos entre a data de coleta do escarro, para a baciloscopia ou TRM-TB, até a liberação do resultado no sistema GAL-PE (TD1), 25 por cento dos pacientes tiveram 1 dia e meio de atraso; cujo tempo preconizado pelo Ministério da Saúde é de 24 horas; no Tempo Diagnóstico 2 (TD2), considerado o número de dias decorridos entre a data da liberação do resultado dos exames no sistema GAL-PE até a data da notificação no SINAN, 25 por cento tiveram 17 dias de atraso; o Tempo Diagnóstico 3 (TD3), que avaliou o número de dias decorridos entre a data da notificação do caso no sistema SINAN até a data do início do tratamento anti-TB, não houve atraso. O tempo máximo preconizado pelo Ministério da Saúde para a notificação do caso e o início da terapêutica específica é de 48 horas. Quando as variáveis, tempo diagnóstico 1, 2 e 3 foram analisadas conjuntamente, denominadas de Tempo Diagnóstico Total 1 e 2 (TDT1=TD1+ TD2 e TDT2=TD1+TD2+TD3), o estudo demonstrou que no TDT1, definido como o número de dias decorridos entre a data do registro de entrada do escarro para a realização dos exames de baciloscopia direta e TRM-TB até a data da notificação no SINAN, e no TDT2, definido como o número de dias decorridos entre a data da liberação do resultado dos exames no sistema GAL-PE até a data do início do tratamento anti-TB, 50 por cento dos casos tiveram 8 dias de atraso. O estudo encontrou atraso no processo de investigação diagnóstica laboratorial, influenciando a interrupção da cadeia de transmissão da doença
keywords: Tuberculose pulmonar
Diagnóstico tardio
Avaliação de serviços de saúde
DeCS: Tuberculose pulmonar/terapia
Tuberculose pulmonar/diagnóstico
Diagnóstico tardio
Fatores de tempo
Avaliação de serviços de saúde
Sistema Único de Saúde
Estudos de avaliação
Brasil/epidemiologia
Issue Date: 2016
Citation: Leite, Ricardo Costa. Intervalo do tempo decorrido entre a investigação diagnóstica laboratorial e o início do tratamento em casos de tuberculose pulmonar em um distrito da atenção primária de saúde em Recife - PE. 2016. 87 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Epidemiologia e Controle da Tuberculose) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Recife, 2016.
Date of defense: 2016-11-28
Place of defense: Recife/PE
Defense institution: Instituto Aggeu Magalhães
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Copyright: open access
Appears in Collections:PE - IAM - PPGSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Ricardo.pdf1.96 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.