Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/19266
Title: Triagem fitoquímica, atividade antioxidante e leishmanicida do extrato hidroetanólico 70% (v/v) e das frações obtidas de (Annona crassiflora Mart.)
Other Titles: Phytochemical screening, antioxidant and leishmanicidal activity of the hydroethanolic extract 70% (v / v) obtained from fractions Annona crassiflora Mart.
Authors: Silva, Marcelo A. da
Silva, Geraldo Alves da
Marques, Marcos José
Bastos, Renan Gomes
Silva, Ana Flávia da
Rosa, Carla Pereira
Espuri, Patrícia F.
Affilliation: Universidade Federal de Alfenas. Faculdade de Ciências Farmacêuticas. Departamento de Alimentos e Medicamentos. Alfenas, MG, Brasil.
Universidade Federal de Alfenas. Faculdade de Ciências Farmacêuticas. Departamento de Alimentos e Medicamentos. Alfenas, MG, Brasil.
Universidade Federal de Alfenas. Instituto de Ciências Biomédicas. Departamento de Patologia e Parasitologia. Alfenas, MG, Brasil.
Universidade Federal de Alfenas. Faculdade de Ciências Farmacêuticas. Departamento de Alimentos e Medicamentos. Alfenas, MG, Brasil.
Universidade Federal de Alfenas. Faculdade de Ciências Farmacêuticas. Departamento de Alimentos e Medicamentos. Alfenas, MG, Brasil.
Universidade Federal de Alfenas. Faculdade de Ciências Farmacêuticas. Departamento de Alimentos e Medicamentos. Alfenas, MG, Brasil.
Universidade Federal de Alfenas. Instituto de Ciências Biomédicas. Departamento de Patologia e Parasitologia. Alfenas, MG, Brasil.
Abstract: A fitoterapia é uma prática sociocultural presente ao longo dos anos e utilizada para tratar enfermidades que acometem o ser humano. Nesse contexto, a Annona crassiflora Mart. destaca-se por ser uma das espécies utilizadas na fitoterapia pouco estudada química e biologicamente. Conhecida popularmente como marolo denota, segundo a literatura científica, uma constituição química composta por ácidos fenólicos, alcaloides, flavonoides, taninos, terpenoides e acetogeninas. Esses ativos são responsáveis pelo grande potencial farmacológico da espécie onde se destacam as atividades antimicrobianas, antioxidantes, citotóxicas, leishmanicidas e hipoglicêmicas. Considerando o exposto, este estudo propôs investigar do ponto de vista químico e biológico a espécie Annona crassiflora. Para esse fim, foi obtido o extrato hidroetanólico 70% (v/v) e frações hidroetanólicas das folhas de marolo. Com essas amostras realizou-se uma triagem fitoquímica que permitiu a detecção de compostos como: alcaloides, flavonoides, taninos, terpenos, ácidos fenólicos e catequinas. Avaliou-se, também, a atividade antioxidante pelo método sequestrante do radical DPPH, e os valores das frações hidroetanólicas revelaram-se mais significativos comparados ao extrato hidroetanólico. A atividade leishmanicida foi executada utilizando placas de 96 poços e os resultados mostraram que o extrato e as frações apresentaram-se inativos contra as formas promastigotas de Leishmania amazonensis. 
Abstract: Phytotherapy is a sociocultural practice present over the years and used to treat diseases that affect humans. In this context, Annona crassiflora Mart. is notable for being one of the species used in phytotherapy, seldom studied chemically or biologically. Popularly known as “marolo”, its chemical constitution is composed of phenolic acids, alkaloids, flavonoids, tannins, terpenoids and acetogenins, according to scientific literature. The presence of these actives is responsible for the great pharmacological potential of this species, where the antimicrobial, antioxidant, cytotoxic, leishmanicidal and hypoglycemic activities stand out. Considering this, the present study proposes to investigate the Annona crassiflora species from the chemical and biological point of view. For this purpose, we obtained hydroethanolic extract 70% (v / v) and fractions from the marolo leaves. With these samples, a phytochemical screening was carried out, which allowed us to detect compounds such as alkaloids, flavonoids, tannins, terpenes, phenolic acids and catechins. We also assessed the antioxidant activity using the DPPH radical capturing method, where the values of the hydroethanolic fractions were more significant compared to its extract. The leishmanicidal activity was performed using 96-well plates and the results show that both the extract and the fractions were inactive against the promastigote forms of Leishmania amazonensis.
Keywords: Annona Crassiflora
Secondary Metabolites
Antioxidant
Leishmanicide
Phytochemical Screening
keywords: Annona Crassiflora
Metabólitos Secundários
Antioxidante
Leishmanicida
Triagem Fitoquímica
Issue Date: 2017
Publisher: Fundação Oswaldo Cruz. Farmanguinhos. Núcleo de Gestão em Biodiversidade e Saúde.
Citation: SILVA, Marcelo A. da et al. Triagem fitoquímica, atividade antioxidante e leishmanicida do extrato hidroetanólico 70% (v/v) e das frações obtidas de (Annona crassiflora Mart.). Revista Fitos, [S.l.], v. 10, n. 4, p. 505-517, maio 2017.
DOI: 10.5935/2446-4775.20160036
ISSN: 2446-4811
Copyright: open access
Appears in Collections:Farmanguinhos - Revista Fitos - Volume 10 - Número 4

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
11.pdf320.3 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.