Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/19374
Title: Chagas disease. What is known and what should be improved: a systemic review
Other Titles: Doença de Chagas. O que é conhecido e o que deve ser melhorado: uma visão sistêmica
Authors: Coura, José Rodrigues
Pereira, José Borges
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Laboratório de Doenças Parasitárias. Rio de Janeiro, RJ. Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Laboratório de Doenças Parasitárias. Rio de Janeiro, RJ. Brasil.
Abstract: Neste trabalho, fazemos uma ampla revisão sobre o que sabemos e o que deve ser melhorado no conhecimento da doença de Chagas, não somente através da análise dos principais trabalhos publicados sobre os tópicos discutidos, mas em grande parte com base na experiência sobre o assunto, que adquirimos nos últimos 50 anos (1961-2011). Entre os assuntos abordados, destacamos a patogenia e evolução da infecção pelo Trypanosoma cruzi, drogas em uso e novas estratégias para o tratamento da doença de Chagas; os testes sorológicos para o diagnóstico e o controle de cura da infecção; as variações regionais da prevalência, morbidade e resposta ao tratamento da doença; a importância da metaciclogênese do T. cruzi em diferentes espécies de triatomíneos e sua capacidade de transmissão da infecção chagásica; os riscos de adaptação dos triatomíneos silvestres ao domicílio humano; a morbidade e a necessidade de um programa de vigilância e controle da doença de Chagas na região Amazônica e a necessidade de priorização das Iniciativas de controle da Doença de Chagas na América Latina e México e nos países não endêmicos, hoje um grande dilema internacional. Finalmente, levantamos a necessidade da criação de uma nova iniciativa de controle da doença de Chagas no Gran Chaco, que envolve parte da Argentina, Bolívia e Paraguai.
Abstract: This study consists of a broad review on what is known and what should be improved regarding knowledge of Chagas disease, not only through analysis on the main studies published on the topics discussed, but to a large extent based on experience of this subject, acquired over the past 50 years (1961-2011). Among the subjects covered, we highlight the pathogenesis and evolution of infection by Trypanosoma cruzi, drugs in use and new strategies for treating Chagas disease; the serological tests for the diagnosis and the controls of cure the infection; the regional variations in prevalence, morbidity and response to treatment of the disease; the importance of metacyclogenesis of T. cruzi in different species of triatomines and its capacity to transmit Chagas infection; the risks of adaptation of wild triatomines to human dwellings; the morbidity and need for a surveillance and control program for Chagas disease in the Amazon region and the need to prioritize initiatives for controlling Chagas disease in Latin America and Mexico and in non-endemic countries, which is today a major international dilemma. Finally, we raise the need for to create a new initiative for controlling Chagas disease in the Gran Chaco, which involves parts of Argentina, Bolivia and Paraguay..
Keywords: Chagas disesase
Evolutive patterns
Trypanosoma cruzi vector interactions
New strategies for treatment
Surveillance and control
keywords: Doença de Chagas
Padrão evolutivo
Interação Trypanosoma cruzi-vetores
Novas estratégias para o tratamento
Vigilância e controle
Issue Date: 2012
Publisher: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical
Citation: COURA, José Rodrigues; PEREIRA, José Borges. Chagas disease. What is known and what should be improved: a systemic review. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 45, n.3, p.286-296, may-june 2012.
ISSN: 0037-8682
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
josecoura_pereira_IOC_2012.pdf939.67 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.