Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/19395
Title: Giardia duodenalis em três municípios das regiões norte e nordeste do Brasilestudo epidemiológico, molecular e ações de educação em saúde
Advisor: Costa, Filipe Aníbal Carvalho
Boia, Marcio Neves
Members of the board: Lima, Marli Maria
Bello, Alexandre Ribeiro
Maior, Claudia Maria Antunes Uchôa Souto
Silva, José Roberto Machado e
Silva, Valmir Laurentino
Authors: Nunes, Beatriz Coronato
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Objetivos. Estimar a prevalência, a distribuição e fatores de risco associados à infecção em três municípios brasileiros, avaliar o impacto da infecção sobre o estado nutricional das crianças, caracterizar genotipicamente Giardia duodenalis, estabelecer relações filogenéticas entre G. duodenalis identificadas nos municípios estudados, analisar a relação entre giardíase e pobreza nas áreas estudadas e envolver os participantes em ações de esclarecimento sobre os parasitos intestinais. Metodologia. Foram realizados estudos transversais, entre 2011 e 2014, nos municípios de Russas (RSS) (n=213), no Ceará, Nossa Senhora de Nazaré (NSN) (n=298), no Piauí e Santa Isabel do Rio Negro (SIRN) (n=433), no Amazonas para obtenção de dados parasitológicos, sociodemográficos e nutricionais. As amostras positivas para G. duodenalis tiveram os ácidos nucleicos extraídos para amplificação e sequenciamento dos genes codificantes das proteínas \03B2- giardina, glutamato-desidrogenase (gdh) e triose-fosfato-isomerase (tpi). A reconstrução filogenética foi feita segundo os modelos bayesiano e de máxima verossimilhança. Foram inferidas genealogias (ou redes haplotípicas) das sequências no programa NETWORK 4.6. Variáveis antropométricas foram obtidas de crianças até 14 anos de RSS e NSN para análise dos escores-Z dos indicadores estatura por idade (HAZ), peso por idade (WAZ) e peso por estatura (WHZ). O geoprocessamento foi realizado com Sistema de Posicionamento Global no datum geodésico SAD-69. Os dados espaciais foram analisados com ArcGis 9.3. Atividades de educação em saúde foram realizadas nas localidades estudadas dos municípios de Russas e Nossa Senhora de Nazaré Resultados. A prevalência da infecção por G. duodenalis foi 14,1% em RSS, 8,4% em NSN e 16,9% em SIRN. A giardíase esteve associada à fonte de água para consumo e à pobreza em RSS. Em NSN, a positividade para G. duodenalis esteve associada à defecação a céu aberto e ao maior número de moradores da casa. Nos municípios estudados, alguns hotspots de positividade foram identificados pela análise espacial. Em RSS e NSN a desnutrição crônica definida por HAZ < -2 e o baixo peso (WAZ < -2) estiveram associados a uma maior chance de infecção por G. duodenalis (odds ratio=5,66, intervalo de confiança de 95%=1,57 a 20,33, p=0,008 e OR=3,62, IC 95%=1,09 a 11,94, p=0,035, respectivamente) após ajuste para renda, faixa etária, sexo e município em um modelo multivariado por regressão logística. A análise do gene \03B2-giardina resultou em 22 (31%) isolados classificados em assemblage A e 49 (69%) em assemblage B; pelo gene gdh 13 (31%) foram assemblage A e 29 (69%) assemblage B; e pelo tpi 13 (48,1%) amostras do assemblage A e 14 (51,9%) do assemblage B. Em SIRN, os assemblages A e B estavam distribuídos em toda a região estudada. Enquanto assemblage A exibiu baixa diversidade de haplótipos, o assemblage B exibiu uma alta diversidade genética. Conclusões. A giardíase teve elevadas prevalências nas áreas, com relação com repercussão sobre o desenvolvimento pondero-estatural das crianças, presente em biomas distintos, submetidos a diferentes graus de estresse hídrico. A infecção nem sempre esteve associada à renda, havendo importantes determinantes socioambientais em áreas com infraestrutura sanitária inadequada
Abstract: Objectives. In this study, we intended to: i) estimate the prevalence, distribution and factors associated with Giardia duodenalis infection in three municipalities, ii) assess the impact of infection on the nutritional status of children, iii) characterize genotypically G. duodenale, establishing phylogenetic relationships between parasites identified in the cities studied, iv) analyzing the relationship between giardiasis and poverty in the studied areas and v) engage participants in educational activities on intestinal parasites. Methods. We carried out cross-sectional surveys from 2011-2014 in the municipalities Russas (RSS) (n=213), in Ceará State, Nossa Senhora de Nazaré (NSN) (n=298), in Piauí and Santa Isabel do Rio Negro (SIRN) (n=433), in Amazonas, in order to obtain parasitological, socio-demographic and anthropometric data. G. duodenalis-positive samples were submitted to DNA extraction in order to amplify and sequence genes coding \03B2-giardin, glutamate dehydrogenase (gdh) e triosephosphate-isomerase (tpi). Phylogenetic reconstructions were performed according to the Bayesian and maximum likelihood models. We inferred genealogies (or haplotype networks) of the sequences with NETWORK 4.6. Anthropometric variables were assessed from children up to 14 years in NSN and RSS for analysis of the height-for-age (HAZ), weight-for-age (WAZ) and weight-for-height (WHZ) Z-scores. The geographic information system was conducted on the geodetic datum SAD-69. Spatial data were analyzed with ArcGIS 9.3. Health education activities were performed in RSS and NSN Results. The prevalence of infection with G. duodenalis was 14.1% in RSS, 8.4% in NSN, and 16.9% in SIRN. Giardiasis was associated with the source of water for consumption and with poverty in RSS. In NSN, positivity for G. duodenalis was associated with open defecation and the largest number of residents living in the house. In the municipalities studied, some hotspots were identified by spatial analysis. In RSS and NSN chronic malnutrition defined by HAZ <-2 and low weight (WAZ <-2) were associated with a greater chance of infection with G. duodenalis (odds ratio=5,66, 95% confidence interval=1,57-20,33, p=0,008 e OR=3,62, 95% CI 95%=1,09-11,94, p=0,035, respectively) after adjusting for income, age, sex and municipality in a multivariate logistic regression model. The analysis of \03B2-giardin gene resulted in 22 (31%) isolates classified in the assemblage A and 49 (69%) in assemblage B; with the gdh gene 13 (31%) were assemblage A and 29 (69%) assemblage B; and by the tpi 13 (48.1%) were assemblage A and 14 (51.9%) were the assemblage B. In SIRN, the assemblages A and B were distributed throughout the study area. While assemblage A exhibited low diversity of haplotypes, assemblage B exhibited a high genetic diversity. Conclusions. In the areas studied, giardiasis is a highly prevalent parasitic disease, affecting the physical growth of children, present in different biomes, subjected to different degrees of water stress. The infection is not always associated with income, presenting socio-environmental determinants in areas with inadequate health infrastructure
DeCS: Giardia lamblia
Giardíase
Doenças Parasitárias/epidemiologia
Educação em Saúde
Estado Nutricional
Issue Date: 2016
Citation: NUNES, B. C. Giardia duodenalis em três municípios das regiões norte e nordeste do Brasil estudo epidemiológico, molecular e ações de educação em saúde. 2016. 160f. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de janeiro, RJ, 2016
Date of defense: 2016-06-26
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Medicina Tropical
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGMT - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
beatriz_nunes_ioc_dout_2016.pdf17.18 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.