Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/19759
Title: Junta Central de Higiene Pública: vigilância e polícia sanitária (antecedentes e principais debates)
Other Titles: Central Board of Public Hygiene: surveillance and sanitary police (history and major debates)
Advisor: Fernandes, Tania Maria Dias
Members of the board: Costa, Ediná Alves
Pimenta, Tânia Salgado
Seta, Marismary Horsth De
Almeida, Anna Beatriz de Sá
Authors: Delamarque, Elizabete Vianna
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Este estudo focaliza a criação da Junta Central de Higiene Pública, em 1850, e a analisa do ponto de vista das ações de polícia sanitária, das influências e limitações dos seus dirigentes, das tensões internas e dos diálogos e conflitos com a Academia Imperial de Medicina e com a Câmara Municipal do Rio de Janeiro, no período de 1850 a 1886. Busca-se examinar, também, as tentativas de criação de um órgão de abrangência nacional responsável pela saúde pública sob liderança dos médicos e os debates na Câmara dos Deputados e no Senado sobre a criação da Junta de Central de Higiene Pública. Para tanto, utilizou-se amplo leque de fontes documentais, como a própria documentação administrativa da Junta (ofícios, correspondências, relatórios e atas), os Relatórios do Ministério do Império, e as publicações da Academia Imperial de Medicina e da Câmara dos Deputados. Aponta-se para existência de dissenso entre os próprios membros da Junta e entre estes e o Ministério do Império no que diz respeito à definição de medidas apropriadas sobre o assunto em favor da saúde pública. Além disso, ressalta-se certa dificuldade em se colocar em prática algumas medidas por falta de apoio político, pois muitas vezes as ações/medidas sugeridas pela Junta eram ignoradas, já que a decisão final era conferida à pasta dos Negócios do Império, ministério ao qual era subordinada.
Abstract: This study emphasizes the creation of Public Hygiene Central Board, in 1850, and describes an analysis from the point of view of sanitary police actions, of influences and limitations of your leaders, of internal tensions and dialogues and conflicts with the Imperial Medicine´s Academy and with the Municipal Assembly of Rio de Janeiro, during 1850 until 1886. It also analyzes the creations´ attempts over the decade of 1840, from a responsible part by health´s public service under medical hegemony, and discussions in the legislative about the creation of Public Hygiene Central Board. For both, it used a large group of documentary sources, like administrative documentation from Board (official documents, mails, reports and protocols), Imperial Ministerial Reports, and the publications from Imperial Medicine´s Academy and from Deputies´ Chamber. Observed dissent’s existence between members from the Board with the Imperial Ministry and with the town council in respect to definition of appropriate measures on behalf of health´s public service. We realize over the institutionalization’s process from Board that was difficult to put into practice some rules for lack of political support, because many times the actions/rules suggested by the institution were ignored, since the final decision was given to Imperial Affairs´ briefcase, ministry which was subordinate. The large discussion settled in this perspective constitutes, this way, like our analysis focus.
Keywords: History of Public Health
Public Hygiene Central Board
Sanitary police
XIX Century
Brazil
keywords: História da saúde pública
Junta Central de Higiene Pública
Polícia sanitária
Século XIX
Brasil
DeCS: Higiene/história
Vigilância Sanitária/história
Saúde Pública/história
Política de Saúde/história
Serviços de Saúde/história
Issue Date: 2011
Citation: DELAMARQUE, Elizabete Vianna. Junta Central de Higiene Pública: vigilância e polícia sanitária (antecedentes e principais debates). 2011. 187 f. Dissertação (Mestrado em História das Ciências e da Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, 2011.
Date of defense: 2011
Place of defense: Rio de Janeiro
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:COC - PPGHCS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
110.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.