Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/1992
Title: Iniciativa STROBE: subsídios para a comunicação de estudos observacionais
Other Titles: STROBE initiative: guidelines on reporting observational studies
Authors: Malta, Monica Siqueira
Cardoso, Leticia Oliveira
Bastos, Francisco Inácio Pinkusfeld Monteiro
Magnanini, Monica Maria Ferreira
Silva, Cosme Marcelo Furtado Passos da
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca. Departamento de Ciências Sociais. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca. Departamento de Epidemiologia e Métodos Quantitativos em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Laboratório de Informação em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Universidade Federal do Rio de Janeiro. Instituto de Estudos em Saúde Coletiva. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca. Departamento de Epidemiologia e Métodos Quantitativos em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Freqüentemente, a descrição de pesquisas de natureza observacional é inadequada, dificultando a avaliação de seus pontos fracos e fortes e, em conseqüência, a generalização de seus resultados. A iniciativa denominada Strengthening the Reporting of Observational Studies in Epidemiology (STROBE), formulou uma lista de verificação que contém 22 itens, denominada STROBE Statement (“Declaração STROBE”), com recomendações sobre o que deveria ser incluído em uma descrição mais precisa e completa de estudos observacionais. Entre junho e dezembro de 2008, um grupo de pesquisadores brasileiros dedicou-se à tradução e adaptação da “Declaração STROBE” para o português. O objetivo do estudo foi apresentar a tradução para o português, bem como introduzir a discussão sobre o contexto de utilização, as potencialidades e limitações da Iniciativa STROBE.
Abstract: Reporting of observational studies is often inadequate, hampering the assessment of their strengths and weaknesses and, consequently, the generalization of study results. The initiative named Strengthening the Reporting of Observational Studies in Epidemiology (STROBE) developed a checklist of 22 items, the STROBE Statement, with recommendations about what should be included in a more accurate and complete description of observational studies. Between June and December 2008, a group of Brazilian researchers was dedicated to the translation and adaptation of the STROBE Statement into Portuguese. The present study aimed to show the translation into Portuguese, introduce the discussion on the context of use, the potential and limitations of the STROBE initiative.
Keywords: Observational Studies
Epidemiologic Studies
Statistical Methods and Procedures
Health Research Evaluation
Checklist
Translations
keywords: Estudos Observacionais
Estudos Epidemiológicos
Métodos e Procedimentos Estatísticos
Avaliação da Pesquisa em Saúde
Lista de Checagem
Tradução (Produto)
Issue Date: 2010
Publisher: Universidade de São Paulo
Citation: MALTA, Monica Siqueira et al. Iniciativa STROBE: subsídios para a comunicação de estudos observacionais. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 44, n. 3, p. 559-565, 2010.
ISSN: 1518-8787
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Artigos de Periódicos
ICICT - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Iniciativa STROBE_2010.pdf150.51 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.