Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/20273
Title: RADIS - Número 82 - Junho
Responsible Institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca
Abstract: A notícia, esse relato dos acontecimentos cotidianos considerados relevantes pelos jornalistas — contratados pelos meios de comunicação para achar relevante o que os donos dessas empresas assim o considerarem —, é uma narrativa que ao mesmo tempo mostra e explica o mundo. Explicar, entenda-se, significa tentar exercer o controle discursivo da relação que o indivíduo, ao se informar, tem com a realidade. Não que haja um poder absoluto de “fazer ver” exatamente como quer quem escreve. É possível ler criticamente, interpretar conforme opiniões, valores e contextos próprios. O problema é que a mídia, como sistema técnico e mercadológico de abrangência sem precedentes, concorre poderosamente na construção dos sentidos em cada contexto da vivência humana. Como saber sobre a “gripe suína”, a Influenza A(H1N1), senão mediado pelos meios de comunicação? Na página ao lado há uma análise de como foi essa cobertura, e na matéria sobre o tema um esforço de historiar e “explicar” o susto sanitário global numa perspectiva despojada da necessidade mercadológica de assustar para ter uma atenção a ser vendida aos anunciantes. Outro aspecto incomum é observar os acontecimentos recentes a partir de dentro do SUS, onde nos situamos, e do ponto de vista do que é relevante para a saúde coletiva. Voltando à questão inicial, diante de fatos e acontecimentos pouco divulgados, haja capacidade de obter informações por outras fontes. Exemplo: a Pastoral da Terra comprovou aumento da violência contra os trabalhadores do campo no ano passado e o assunto não mereceu denúncia pela mesma mídia que apoia o uso do sistema judiciário pelas elites para criminalizar os movimentos que lutam pelo direito à terra, ou movimentos sociais em geral, sob um cínico discurso de defesa do estado de direito. Outro exemplo? Invisível para a mídia, o belo trabalho e a organização de milhares de agentes de saúde e endemias é matéria de capa nesta revista. Diante de interpretações exaustiva e sedutoramente repetidas, haja independência para pensar diferente. Nesta edição, destacamos duas unanimidades celebradas por seus feitos — há 100 anos, Carlos Chagas, e há 200 anos, Charles Darwin. Ambos foram objeto de grandes ataques e controvérsias em seu tempo. Há quem divida as notícias em boas e más. Exemplo de má notícia? A Câmara Municipal do Rio aprovou a criação de Organizações Sociais (OS) para a saúde e outras áreas, abrindo caminho para o atraso e a privatização. Outra? A coordenação do RADIS foi surpreendida pela informação de que o envio das revistas aos conselhos de saúde de todo o país não seria mais custeado pela Secretaria de Gestão Participativa do Ministério da Saúde, a partir deste mês. Mas isso exigia conquistar uma boa notícia: para não prejudicar os conselhos, a direção da Ensp decidiu remanejar parte de seu orçamento, garantindo o envio regular até o fim do ano. Ufa! Como se vê, todo mês tem notícias na revista Radis e toda semana outras novas no site. Supostamente a serviço do dono. Como isso aqui é publico, o dono somos todos os brasileiros. É claro que no meio do caminho tem governo, Fiocruz e... jornalistas, que vão interpretar o que é melhor escrever em nome do e para o povo. Tentamos ouvir de forma diversa e tomar partido claramente de determinados princípios e direitos coletivos, sem a falácia da imprensa de mercado, que simula neutralidade. Mas, quando nossa bússola emperrar, gritem! Rogério Lannes Rocha Coordenador do Programa RADIS
Issue Date: 2009
Publisher: Fundação Oswaldo Cruz/ENSP
Citation: RADIS: Comunicação e Saúde. Rio de Janeiro: FIOCRUZ/ENSP, n. 82, jun. 2009. 24 p. Mensal.
Copyright: open access
Appears in Collections:RADIS - Comunicação e Saúde - 2009

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_Junho_82.pdf3.96 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.