Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/20277
Title: RADIS - Número 86 - Outubro
Responsible Institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca
Abstract: Luz, câmera, saúde... Na página ao lado, dicas úteis do Ministério da Saúde para pesquisadores, acadêmicos e demais profissionais de saúde lidarem com a imprensa, para serem compreendidos e contribuírem para uma visão mais abrangente do que é saúde por parte de jornalistas e da população. Clareza e objetividade sem sucumbir às simplificações da mídia comercial são desafios possíveis de alcançar e parte do compromisso de transparência próprio de quem atua com saúde pública. Inaceitável é o “nada a declarar”, como acontecia nos tempos de ditadura no país. Ao contrário dos tempos atuais, em que fatos e implicações da gripe suína são registrados amplamente pela imprensa e os veículos especializados, matéria da pág. 19 mostra o quanto de mistificação e esquecimento cercam ainda hoje a memória da violenta epidemia de “gripe espanhola”, que matou, acredita-se, 70 milhões de pessoas no mundo entre 1918 e 1920. Entre as vítimas, cientistas, estadistas, escritores, intelectuais e multidões de pessoas comuns deixadas insepultas pelas ruas das cidades. No Brasil, a eclosão da gripe causada por uma cepa do vírus influenza A(H1N1) cruzou os caminhos de Carlos Chagas, personalidade a quem a revista Radis vem dedicando uma série de reportagens no centenário da descoberta da doença que leva seu nome. A importância de tornar público o conhecimento científico e prestigiar periódicos brasileiros é abordada também em artigo na seção Pós-Tudo. Nossa matéria de capa dá visibilidade aos calorosos debates da 2ª Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial. Entre a versão de que a sociedade converge em suas diversidades e que há um governo de boas intenções e as afirmações de que continuamos todos extremamente racistas, uma gama de análises e opiniões emergem desta conferência e vão ajudar ao leitor a manter-se ativo ou sair da indiferença diante de uma das maiores e mais complexas iniquidades brasileiras. Abrimos espaço também para uma discussão ainda crucial para os rumos da eficiência na gestão e do respeito aos direitos na saúde pública: a criação de fundações estatais de direito privado. Defendem pontos de vista diametralmente opostos a advogada Lenir Santos, especialista em direito sanitário, e o farmacêutico Francisco Batista Júnior, presidente do Conselho Nacional de Saúde. Rogério Lannes Rocha Coordenador do Programa RADIS
Issue Date: 2009
Publisher: Fundação Oswaldo Cruz/ENSP
Citation: RADIS: Comunicação e Saúde. Rio de Janeiro: FIOCRUZ/ENSP, n. 86, out. 2009. 24 p. Mensal.
Copyright: open access
Appears in Collections:RADIS - Comunicação e Saúde - 2009

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_Outubro_86.pdf3.96 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.