Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/21052
Title: Análise crítica da metodologia estabel ecida para determinar prevalência e controle de esquistossomose em área de baixa endemicidade (Chonim de Cima, Governador Valadares, Minas Gerais, Brasil); recomendações de novas abordagens integradas
Advisor: Coelho, Paulo Marcos Zech
Members of the board: Coelho, Paulo Marcos Zech
Lima, Francisco das Graças
Ferrari, Tereza Cristina de Abreu
Coura, Jose Rodrigues
Oliveira, Rodrigo Corrêa de
Authors: Enk, Martin Johannes
Coadvisor: Schall, Virgínia Torres
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil.
Abstract: A situação da esquistossomose no Brasil tem m udado nos últimos anos, ocorrendo decréscimo de altas prevalências e de formas graves, amplia ção da área geográfica e transmissão associada a mudanças sócio-ambientais. Apesar do aume nto do conhecimento sobre a doença os avanços no diagnostico não são satisfatórios. Esta situação se reflete na eficácia dos programas de controle em áreas de baixa endemicidade, tornando-se um dos mais importantes desafios de saúde pública, exigindo estratégias inovadoras e mais eficazes. A sede do distrito de Chonim de Cima em Governador Valadares, Minas Gerais, com prevalência estimada de 10% com as técnicas usuais, uma população estável e de ta manho adequado para o objetivo do estudo, foi escolhida para avaliar novas abordagens na identif icação dos positivos e elaborar alternativas de implantação de ações integradas de controle da doença. Um levantamento malacológico nas principais coleções hídricas da região possi bilitou notificar a presença das três espécies de moluscos transmissores. Dados sócio-demogr áficos da população permitiram identificar os fatores de risco, atitudes e comportamentos re lacionados à doença, sendo significativos: gênero, faixa etária, escolaridade, ocupação, e especialme nte, o lazer (nadar e pescar) e práticas agrícolas. Também a locomoção no ambiente, que requer a travessia de córregos, coloca as pessoas em contato permanente com locais de ri sco. Em relação ao diagnóstico, analisou-se o impacto do aumento de número de amostras de fezes e de número de lâminas examinadas pelo método Kato Katz na prevalência e na intensidade da infecção por S. mansoni. Verificou-se que a prevalência de 13,8 , obtida com uma lâmina de uma única amostra, aumenta para 27,2%, com 10 lâminas em três amostras, e chega a 35,4 %, pela combinação de exames denominada “padrão ouro”. A hipótese de que o escolar pos itivo é um indicador de portadores da doença em suas famílias foi estatisticamente validada. Essa confirmação, associada a um número diferente de amostras e de lâminas analisadas para quatro sub-populações, permitiu propor uma nova estratégia para estimativa de prevalência e controle da doença, válida para uma comunidade inteira, superior em custo e benefício, quando comparada ao pa drão que vem sido oficialmente utilizado no país até então. Esta estratégia co mbinada alcança uma proporção de positivos para o tratamento, similar àquela obtida com seis lâ minas de três amostras, mas utilizando três vezes menos o número de lâminas. O desenvolvimento de duas cartilhas, em linguagem simples e com imagens que poderão ser utilizadas pelos profissionais com a população, aborda, além dos aspectos biomédicos da verminose, os cont eúdos sociais envolvidos na transmissão e manutenção da doença, para estimular encontros educativos, nos quais, o saber popular possa ser compartilhado com o conhecimento científico, iniciando e incentivando um diálogo permanente que deve transcender a informação e levar a reflexão, importante para o controle sustentável na localidade.
Abstract: The situation of schistosomiasis in Brazil has b een changing during the last years, showing a decrease of prevalence and severe chronic forms of the disease, an increase of geographical expansion and new ways of transmission. In spite of the growing knowledge about the disease, the progress in the development of diagnostic tools is not satisfactory. This situation is reflected in the effectiveness of control programs in areas of low prevalence, becoming one of the most important challenges of public health, demanding innovative and more effective strategies. The village Chonim de Cima situated in the municipality of Govern ador Valadares, Minas Gerais, with an estimated prevalence of 10%, a stable population and an appropriate size for the study's objective, was chosen to evaluate new appro aches in the identification of schistosomiasis positives and to elaborate alternatives for the implan tation of integrated actions in the control of the disease. A malacological survey of the main water collections of the area revealed the presence of the three species of mollusks, which transmit the disease. Socio-demographic data of the population allowed to identify risk factors, attitudes and behavior related to the disease. Gender, age group, education, occupation, agricu ltural practices and especially leisure activities (to swim and to fish) showed a significant rela tion to infection with schistosomiasis. Also barefoot the crossing of brooks puts people in permanent contact with locations of risk to acquire the infection. In relation to diagnosis of S. mansoni , the impact of an increasing sampling effort (number of samples and slides examined according to the Kato Katz technique) on prevalence and infection intensity was analyzed . It could be verified that the prevalence increased from 13,8%, obtained with a slide of singl e sample, to 27,2% with 10 smears of three samples, and reaches 35,4%, for the combination of exams denominated " gold standard". The hypothesis that the positive scholar is an in dicator of schistosomiasis positives among members of the same household was statistically evaluated and confirmed. That confirmation, associated to a different sampling effort analyzed for each of four sub-populations, allowed to propose a new strategy for prevalence estimates and di sease control, valid for a whole community, superior in the cost-benefit relation, when compared to the approach currently used in the country. This combined strategy reaches a proportion of positive for the treatment, similar to that obtained with six slides of three samples, but needs a three times smaller number of slides. The development of two leaflets, in simple la nguage and with images that can be used by professionals for teaching the population, d eals, besides the biomedical aspects of schistosomiasis, with social contents involve d in the transmission and maintenance of the disease It intends to stimulate educational enc ounters, during which, popular knowledge can be shared with scientific, beginning and motivati ng a permanent dialogue that should transcend the information and take to reflection, which is im portant for maintainable control in the area
keywords: Schistosoma mansoni
baixa prevalência
diagnostico
Educação em Saúde
Issue Date: 2007
Citation: ENK, Martin Johannes. Análise crítica da metodologia estabelecida para determinar prevalência e controle de esquistossomose em área de baixa endemicidade (Chonim de Cima, Governador Valadares, Minas Gerais, Brasil); recomendações de novas abordagens integradas. 2007. 170 p. Tese(Doutorado em Ciências da Saúde na área de concentração: Doenças Infecciosas e Parasitárias)-Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte. 2007
Date of defense: 2007
Place of defense: Belo Horizonte/MG
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:MG - IRR - PPGCS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Martin Johannes Enk.pdf2.41 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.