Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/22947
Title: Avaliação da infecção experimental de camundongos suíços infectados com um isolado de Trypanosoma cruzi proveniente de surto oral da doença de Chagas em Santa Catarina, Brasil
Advisor: Calabrese, Katia da Silva
Members of the board: Machado, Marcelo Pelajo
Mallet, Jacenir Reis dos Santos
Souza, Maria Aparecida de
Britto, Constança Felicia de Paoli e Carvalho
Silva, Ana Lúcia Abreu
Authors: Domingues, Carolina Salles
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A doença de Chagas é um problema de saúde pública mundial e acomete cerca de 10 milhões de pessoas. As formas de transmissão desta doença são variadas e embora a transmissão vetorial tenha sido controlada no Brasil, outras formas de transmissão asseguram a manutenção desta zoonose, como a contaminação pela ingestão de alimentos contaminados com T. cruzi. Os recentes surtos orais da doença tem enfatizado a importância dessa via de transmissão nas infecções humanas. Evidenciando a necessidade de obtenção de dados que pudessem esclarecer os mecanismos envolvidos nesta forma de infecção pelo T. cruzi, o objetivo deste trabalho foi estudar o comportamento da cepa SC2005, isolada de um surto de transmissão oral, no modelo murino. Deste modo, camundongos suíços foram infectados por via intragástrica (IG) ou por via intraperitoneal (IP) com formas tripomastigostas de T. cruzi derivadas de cultura. Para avaliação da infecção analisou-se a parasitemia, contagem de leucócitos totais e específicos, índice tímico e esplênico, dosagem de anticorpos (IgG e IgM), análise histopatológica, PCR, citometria de fluxo e mortalidade. A parasitemia mostrou-se diferente nos dois grupos, com picos parasitêmicos mais tardios e menos intensos nos camundongos infectados via IG. A mortalidade dos animais infectados por via IP foi mais acentuada e mais precoce quando comparada com a via IG. Nos camundongos infectados por via IP ocorreu no inicio da infecção leucopenia seguida de leucocitose, correlacionada positivamente ao aumento de parasitos. Entretanto, na infecção por via IG foi observado somente aumento dos monócitos correlacionado positivamente ao aumento de parasitos A análise histopatológica mostrou um padrão miotrópico desta cepa, com a presença de infiltrados inflamatórios e parasitos em diferentes órgãos independente da via de infecção, além de focos de fibrose e redistribuição do colágeno. Hematopoiese extramedular foi vista no fígado e no linfonodo dos camundongos infectados. Os órgãos linfoides mostraram-se bastante ativados, exceto o timo, que não apresentou alteração. Estes dados confirmam os resultados observados com o índice esplênico, que estava elevado nos camundongos infectados por ambas as vias, enquanto o índice tímico estava próximo ao normal. A análise da citometria de fluxo demonstrou uma flutuação da população de linfócitos T no sangue, linfonodo mesentérico e baço nos animais infectados. Um aumento na proporção da população de células TCD8+ foi observado no sangue e baço, enquanto uma diminuição na proporção de células TCD4+ foi observada no linfonodo mesentérico. Esta variação demonstrou uma resposta específica e coordenada de diferentes regiões contra o parasito. A produção de anticorpos IgM e IgG foi baixa no momento inicial da infecção por via IP e elevada no transcorrer da infecção independente da via de infecção. DNA de T. cruzi associados à presença de infiltrados inflamatórios foram evidenciados pela PCR no esôfago, estômago e intestino de todos os camundongos infectados. Os resultados obtidos no presente estudo demonstraram a influência da via de inoculação no estabelecimento e desenvolvimento da infecção pela cepa SC2005.
Abstract: Chagas disease is a worldwide public health problem and affects approximately 10 million people. Although the vectorial transmission of Chagas has been controlled in Brazil there are other ways of transmission, such as the ingestion of food contaminated with T. cruzi, which ensures the continuation of this zoonosis. Recent outbreaks of the disease from the consumption of foods and beverages contaminated with T. cruzi have emphasized the importance of this transmission route in humans. Therefore due to the need to elucidate the mechanisms involved in oral infection by T. cruzi, this study aims to provide knowledge concerning the pathology of oral Chagas disease. Groups of Swiss mice were infected intragastrically (IG) or intraperitoneally (IP) with T. cruzi trypomastigotes forms of strain SC2005, derived from an outbreak of oral Chagas disease in Santa Catarina. To evaluate the mouse infection parasitemia levels, total and specific leukocytes, thymus and spleen index, serum antibodies (IgG and IgM), histopathology, PCR, flow cytometry and mortality were analyzed. The parasitemia levels showed differences between the two groups. The parasitemia peaks were later and less intense in mice infected by IG. Mortality of infected animals by the IP route was more intense and earlier when compared to the IG route. In the IP infected mice leucopenia occurred in the early infection followed by leukocytosis, correlating positively with the increase of the parasites. However, in the infection by the IG route only an increase in monocytes was observed, which positively correlated with the increase of the parasites Histopathological analysis revealed a myotropic pattern of strain SC2005, with the presence of inflammatory infiltrates and parasites in different organs of the animals infected by the two routes as well as fibrosis foci and collagen redistribution. Extramedullary hematopoiesis was seen in the liver and lymph node of infected mice. There was an intense activation of the immune system organs, except the thymus, which showed no change. These data confirm the results observed with the spleen index, which was high for mice of both pathways, while the thymic index was close to normal. The flow cytometry analysis demonstrated a fluctuation of T lymphocyte population in blood, spleen and mesenteric lymph nodes in infected animals. An increasing proportion of the CD8+ T cells was observed in blood and spleen, whereas there was a decrease in the proportion of CD4 + T cells in the mesenteric lymph nodes. This variation demonstrates a specific and coordinated response from different regions against the parasite. The IgM and IgG production was low at the initial stage of the infection via IP while it was higher over the course of infection in both IP and IG pathways. T. cruzi DNA associated with the presence of inflammatory infiltrates were detected by PCR in the esophagus, stomach and intestine of all infected mice. The results of this study show the influence of the inoculation route on the establishment and development of the T. cruzi SC2005 strain infection in mice.
Keywords: Oral infection
Mice
Trypanosoma cruzi
Intraperitoneal infection
keywords: Trypanosoma cruzi
Camundongos
Infecções protozoárias em animais
Doença de Chagas
DeCS: Trypanosoma cruzi
Camundongos
Infecções protozoárias em animais
Doença de Chagas
Issue Date: 2013
Citation: DOMINGUES, C. S. Avaliação da infecção experimental de camundongos suíços infectados com um isolado de Trypanosoma cruzi proveniente de surto oral da Doença de Chagas em Santa Catarina, Brasil. 2013. 171 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária)-Instituto Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, 2013.
Date of defense: 2013
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Biologia Parasitária
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Biologia Parasitária
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGBP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
carolina_domingues_ioc_mest_2013.pdfcarolina_domingues_ioc_mest_2013.pdf37.52 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.