Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/23139
Title: Epidemiologia da infecção por Toxoplasma gondii em galinhas criadas extensivamente em uma área endêmica no estado do Rio de Janeiro, Brasil: diagnóstico, georreferenciamento e caracterização genética dos isolados
Advisor: Menezes, Rodrigo Caldas
Members of the board: Amendoeira, Maria Regina Reis
Gremião, Isabella Dib Ferreira
Figueiredo, Fabiano Borges
Madeira, Maria de Fátima
Millar, Patrícia Riddell
Authors: Alves, Luciana Casartelli
Coadvisor: Pacheco, Tânia Maria Valente
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Galinhas são consideradas boas indicadoras da contaminação ambiental por Toxoplasma gondii pelo hábito de ciscarem no solo. O objetivo do presente trabalho foi estudar a epidemiologia da infecção por T. gondii em galinhas criadas extensivamente nos municípios de Maricá e Rio Bonito, Rio de Janeiro, Brasil, por meio de diagnóstico, georreferenciamento e caracterização dos isolados. Para realizar o levantamento da prevalência da infecção por T. gondii por meio da RIFI em galinhas domésticas do município de Rio Bonito, foram utilizadas 220 galinhas adultas. Essas aves foram usadas somente nesse estudo. Para avaliar a sensibilidade, especificidade e acurácia das técnicas de RIFI, MAT, HI, HP e IHQ usando a técnica de bioensaio em camundongos como padrão-ouro, foram utilizadas 135 galinhas provenientes dos municípios de Maricá e Rio Bonito. Para realizar o georreferenciamento de isolados de T. gondii oriundos de galinhas criadas extensivamente para mapeamento de áreas de contaminação ambiental por esse parasito, foram usadas 163 galinhas (28 a mais que o estudo anterior) dos mesmos municípios. Para identificar os genótipos circulantes de T. gondii e analisar a virulência de isolados de galinhas, 165 (duas a mais que o estudo anterior) galinhas desses municípios foram submetidas a eutanásia para realização de bioensaio em camundongos. Trinta e seis genótipos foram identificados por meio da técnica de PCR-RFLP a partir de encéfalo e pulmões de camundongos positivos na técnica de bioensaio. A prevalência da infecção toxoplásmica encontrada em galinhas foi de 27,6% (61/220). No bioensaio em camundongos, 55 galinhas foram positivas para T. gondii A sensibilidade e especificidade dos diferentes testes avaliados foram, respectivamente: 80 e 53% para RIFI; 75% e 68% para MAT; 60% e 79% para HI; 60% e 83% para RIFI combinada com HI; 55% e 88% para MAT combinada com HI; 7% e 98% para IHQ; 5% e 98% para HP. Em relação à intensidade de contaminação das 57 propriedades estudadas, 64,9% apresentaram intensidade de contaminação ambiental baixa-média, 28,1% alta-muito alta e 7% foram negativas. Foram identificados 17 genótipos diferentes, sendo oito genótipos já conhecidos e nove genótipos novos. A alta prevalência de T. gondii em galinhas indica contaminação ambiental na área de estudo que mostra a possibilidade de infecção humana e animal. O MAT foi o mais eficiente para o diagnóstico de T. gondii em galinhas, seguido da RIFI. A HI combinado ao RIFI ou MAT aumentou a especificidade do diagnóstico. A HP e a IHQ constituem ferramentas úteis no diagnóstico de T. gondii em galinhas pela alta especificidade. O estimador de densidade de Kernel baseado na frequência de galinhas positivas para T. gondii na técnica de bioensaio proveu informações úteis para o controle e prevenção da infecção. A existência de novos genótipos de T. gondii corrobora com estudos prévios e demonstram a alta diversidade genética desse parasito no Brasil.
Abstract: Chickens are considered good indicators of environmental contamination by Toxoplasma gondii habit of feeding on the soil. The aim of this work was to study the epidemiology of T. gondii infection in chickens raised extensively in the municipalities of Maricá and Rio Bonito, Rio de Janeiro, Brazil, through diagnosis, georeferencing and characterization of isolates. To survey the prevalence of T. gondii infection by IFAT in domestic fowl in the municipality of Rio Bonito, 220 adult hens were used. These birds were used in this study only. To evaluate the sensitivity, specificity and accuracy of the techniques of IFAT, MAT, HI, HP and IHC technique using the mouse bioassay as the gold standard, 135 chickens from the districts of Maricá and Rio Bonito were used . To perform georeferencing isolates of T. gondii derived from hens extensively for mapping areas of environmental contamination by this parasite, 163 chickens (28 more than the previous study) were the same cities used. To identify the genotypes of circulating T. gondii and analyze the virulence of isolates of chicken, 165 (two more than the previous study) these municipalities chickens were euthanized for performing a bioassay in mice. Thirty-six genotypes were identified by RFLP-PCR from brain and lungs of mice in the positive bioassay technique. The prevalence of T. gondii infection in chickens was 27.6 % (61/220). In the mouse bioassay, 55 chickens were positive for T. gondii. The sensitivity and specificity of different tests evaluated were respectively: 80 and 53 % for IFAT; 75 % and 68 % for MAT; 60% and 79% for HI; 60 % and 83 % for IFAT combined with HI; 55% and 88% for MAT combined with HI; 7% and 98% for IHC; 5% HP and 98% Regarding the intensity of contamination of 57 properties studied, 64.9% had low-medium intensity environmental contamination, 28.1 % high-very high and 7% were negative. Seventeen different genotypes were identified, eight genotypes known and nine new genotypes. The high prevalence of T. gondii in chickens indicates environmental contamination in the study area showing the possibility of human and animal infection. The MAT was the most efficient for the diagnosis of T. gondii infection in chickens, followed by IFAT. HI combined with IFAT or MAT increased diagnostic specificity. HP and IHC are useful tools in the diagnosis of T. gondii in chickens by high specificity. The kernel density estimator based on the frequency of positive chickens for T. gondii in bioassay technique has provided useful information for the control and prevention of infection. The existence of new genotypes of T. gondii corroborates previous studies and demonstrates the high genetic diversity of this parasite in Brazil.
keywords: Toxoplasma
Galinhas
Diagnóstico
Genótipo
DeCS: Toxoplasma
Galinhas
Diagnóstico
Genótipo
Issue Date: 2014
Citation: ALVES, Luciana Casartelli. Epidemiologia da infecção por Toxoplasma gondii em galinhas criadas extensivamente em uma área endêmica no estado do Rio de Janeiro, Brasil: diagnóstico, georreferenciamento e caracterização genética dos isolados. 2014. 117f. Tese (Doutorado Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas) – Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Rio de Janeiro, RJ, 2014.
Date of defense: 2014
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Copyright: restricted access
Appears in Collections:INI - PCDI - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
luciana_alves_ini_dout_2014.pdf2.77 MBAdobe PDF    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.