Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/23435
Title: Seroprevalência do Vírus Linfotrópico T Humano Tipo I (HTLV-I) em Crianças Moçambicanas HIV 1/2 Seropositivas
Advisor: Santos, Valdiléa Gonçalves Veloso dos
Grinsztejn, Beatriz Gilda Jegerhorn
Members of the board: Neves, Elizabeth de Souza
Camacho, Luiz Antonio B.
Silva, Marcus Tulius T. da
Authors: Manhiça, Ivan Nicolae Alfredo
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Introdução: Estudos recentes realizados em Moçambique mostraram que a prevalência da coinfecção HIV/HTLV-I em pacientes adultos infetados pelo HIV é de 4.5% e que a mesma cursa com dissociação entre os parâmetros clínicos e imunológicos. No entanto, até a data, não existem dados sobre a prevalência e características clínico-laboratoriais da coinfecção HIV/HTLV-I na população pediátrica, em Moçambique. Objetivo: Determinar a seroprevalência e características clínico-laboratoriais da infeção por HTLV-1 em crianças moçambicanas seropositivas para o HIV atendidas em Unidades Sanitárias da Cidade de Maputo. Métodos: Entre Novembro de 2010 e Agosto de 2011, foram estudadas de forma consecutiva, 945 crianças infetadas pelo HIV, atendidas na consulta da criança em risco (CCR) em 3 Unidades Sanitárias da Cidade de Maputo, para o rastreio da infeção pelo HTLV-I, contagem de células T CD4+ e determinação dos parâmetros hematológicos. Cada criança com coinfecção HIV/HTLV-I foi pareada com duas crianças com monoinfeção por HIV de acordo com a idade, o sexo e estadiamento clínico do HIV (OMS) para comparação de parâmetros clínicos e epidemiológicos. Resultados: Foram recrutadas para o estudo 945 crianças, das quais 37 (3,9%; IC: 2.8 - 5.4%) foram positivas para o HTLV-I. A mediana da idade foi de 6 anos [Intervalo Interquartil (IQR): 4 - 9]. Não houve diferença significativa entre crianças mono e co-infectadas em relação à idade, sexo, parâmetros hematológicos, estadiamento da infecção pelo HIV e uso de antirretrovirais. Na análise dos casos pareados não foram observadas diferenças significativas entre os dois grupos relacionadas a dados epidemiológicos e clínicos. Nenhuma das crianças coinfectadas tinha manifestações clínicas do HTLV-I e apenas 4/37 apresentaram carga próviral detectável. Discussão: Nossos dados demonstram que a infecção pelo HTLV-I circula também em crianças infectadas pelo HIV em Moçambique e que a contagem de células CD4 em sangue periférico não foi alterada na coinfecção na população estudada. Estes resultados são importantes para o desenho e implementação de novas estratégias para prevenção da transmissão vertical do HTLV-I, bem como para o manuseio clínico das crianças infetadas pelo HTLV-I em Moçambique.
keywords: Coinfecção
HIV
Vírus 1 Linfotrópico T Humano
Criança
DeCS: Coinfecção
Vírus 1 Linfotrópico T Humano
HIV
Criança
Issue Date: 2012
Citation: MANHIÇA, Ivan Nicolae Alfredo. Seroprevalência do Vírus Linfotrópico T Humano Tipo I (HTLV-I) em Crianças Moçambicanas HIV 1/2 Seropositivas. 2012. 72 f. Disseração (Mestrado em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas) – Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Rio de Janeiro, RJ, 2012.
Date of defense: 2012
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Copyright: open access
Appears in Collections:INI - PCDI - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ivan_manhica_ipec_mest_2013.pdf1.48 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.