Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/23957
Title: Influência do extrato larval de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) no comportamento de oviposição intraespecífica
Other Titles: Influence of the larval extract of Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) on intraspecific oviposition behavior
Advisor: Barbosa, Rosângela Maria Rodrigues
Members of the board: Barbosa, Rosângela Maria Rodrigues
Santos, Maria Alice Varjal de Melo
Leandro, Danilo de Carvalho
Authors: Faierstein, Gabriel Bezerra
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil.
Abstract: O controle de Aedes aegypti é uma necessidade imposta pelo seu envolvimento na transmissão de arboviroses aos seres humanos, como Dengue, Chikungunya, Febre amarela e Zika. A oviposição dos mosquitos é desencadeada por alguns estímulos, dentre eles, substâncias presentes em criadouros provenientes de larvas intraespecíficas. O presente estudo avaliou o efeito do extrato larval de Ae. aegypti no comportamento de oviposição intraespecífica. Os ensaios de laboratório e campo foram conduzidos em gaiolas teladas com 30 fêmeas/ensaio, com pelo menos 12 repetições. Os sítios de oviposição em laboratório eram recipientes de vidro preenchidos com 150 ml. Em campo, foram utilizadas ovitrampas preenchidas com 900 ml. Extratos de larvas de Ae. aegypti in natura e liofilizadas foram avaliados utilizando densidade de 1 larva/3 ml. Foram testados extratos larvais em comparação à infusão de gramínea e água de criação de larvas, assim como testado após trituração em éter, hexano e acetona. A análise foi feita através do teste de Índice de Atividade de Oviposição, variância não paramétrica e ANOVA. Recipientes com extratos larvais in natura coletaram significativamente mais ovos em condições de laboratório (F=14,79; Gl=3,44; p<0,05) e de campo (F=12,94; Gl=3,44; p<0,05). Quando comparados à infusão de gramínea e água de criação de larvas, recipientes com extratos larvais também coletaram significativamente mais ovos (F=3,44 Gl=7,10, p<0,05). Recipientes com extratos de larvas liofilizadas coletaram significativamente mais ovos em condições de laboratório (p<0,05) e (p<0,05). Recipientes com extratos de larvas maceradas em solventes orgânicos continuaram a coletatar significativamente mais ovos (p<0,05). Desta forma, foi observado que extratos de larvas de Ae. aegypti in natura e liofilizadas estimulam fêmeas intraespecíficas para oviposição. O aprimoramento deste conhecimento pode viabilizar o uso do extrato larval para monitorar e controlar populações de mosquitos em campo.
Abstract: The control of Aedes aegypti is a necessity imposed by its involvement in the transmission of arboviruses to humans, such as Dengue, Chikungunya, Yellow Fever and Zika. The oviposition of the mosquitoes is triggered by some stimuli, among them, substances present in breeding sites from intraspecific larvae. The present study evaluated the effect of Ae. aegypti larval extract on intraspecific oviposition behavior. Laboratory and field trials were conducted in screened cages with 30 females/assay, with at least 12 replicates. The laboratory oviposition sites were glass containers filled with 150 ml. In the field, ovitraps filled with 900 ml were used. Extracts of larvae of Ae. aegypti in natura and lyophilized were evaluated using density of 1 larva/3 ml. Larval extracts were tested in comparison to infusion of grass and larval rearing water, as well as tested after trituration in ether, hexane and acetone. The analysis was performed using the Oviposition Activity Index test, non-parametric variance and ANOVA. Containers with in natura larval extracts collected significantly more eggs under laboratory (F= 14.79, Gl= 3.44, p<0.05) and field conditions (F= 12.94, Gl = 3.44, p<0.05). When compared to the infusion of grass and water of larvae, containers with larval extracts also collected significantly more eggs (F= 3.44 Gl= 7.10, p<0.05). Containers with lyophilized larvae extracts collected significantly more eggs under laboratory conditions (p<0.05) and (p<0.05). Containers with extracts of larvae macerated in organic solvents continued to collect significantly more eggs (p<0.05). Thus, it was observed that extracts of larvae of Ae. aegypti in natura and lyophilized stimulate intraspecific females for oviposition. The improvement of this knowledge may allow the use of the larval extract to monitor and control mosquito populations in the field.
Keywords: Aedes aegypti
Oviposition
Vector control
keywords: Aedes aegypti
Oviposição
Controle de vetores
DeCS: Aedes
fisiologia
Larva
fisiologia
Oviposição
Controle de vetores
Comportamento animal
Estudos de Avaliação
Feromônios
análise
Vetores de Doenças
Animais
Issue Date: 2017
Citation: FAIERSTEIN, Gabriel Bezerra. Influência do extrato larval de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) no comportamento de oviposição intraespecífica. 2017. 60 f. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Fundação Oswaldo Cruz, Recife, 2017.
Date of defense: 2017-02-22
Place of defense: Recife/PE
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães.
Program: Programa de Pós-Graduação em Biociências e Biotecnologia em Saúde
Copyright: restricted access
Appears in Collections:PE - IAM - PPBBS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Gabriel Faierstein_BBS.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.