Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/24247
Title: Avaliação do risco para saúde infantil relativa à exposição ao Material Particulado Fino proveniente da queima de biomassa no município de Tangará da Serra - MT
Other Titles: Risk assessment for child health related to exposure of Particulate Matter Fine from biomass burning in the city of Tangará da Serra
Advisor: Hacon, Sandra de Souza
Ignott, Eliane
Authors: Oliveira, Beatriz Fatima Alves de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Introdução: A exposição às frações finas de material particulado (PM2,5) foi associada ao aumento das internações hospitalares por doenças do aparelho respiratório e cardiovascular em crianças e idosos (POPE, DOCKERY, 2006; GOUVEIA et al., 2006; BRAGA et al., 2007). Objetivo: Avaliar o risco da exposição ao PM2,5 em crianças de 6 a 14 anos residentes em Tangará da Serra, município localizado na região Subequatorial da Amazônia brasileira, em 2008. Método: Este trabalho acadêmico foi dividido em dois estudos. No primeiro, uma revisão sistemática da literatura foi realizada em bases de dados eletrônicas. Foram analisadas publicações relacionadas às características físico-químicas dos poluentes, segundo diferentes fontes de emissões e estudos relativos aos efeitos no sistema respiratório. No segundo, a metodologia de Avaliação de Risco (U.S EPA, 1989; ATSDR, 2001) foi aplicada para estimar o risco da exposição ao PM2,5 proveniente da queima de biomassa em crianças residentes em Tangará da Serra, no ano de 2008. O risco toxicológico foi estimado através da relação entre a dose potencial de ingresso do PM2,5 (μg/kg.dia) e a dose de referência. A dose de referência foi estimada por meio da concentração de referência (RfC) para partículas de diesel. Dois cenários de exposição foram construídos, tendo como variável de exposição as concentrações médias diárias de PM2,5 nas estações de seca e de chuva. A dose potencial foi estimada utilizando a simulação de Monte Carlo segundo idade, sexo, asma (sim/não) e índice de massa corporal (IMC). Resultados: No primeiro estudo, os resultados mostraram que o PM é composto predominantemente de compostos orgânicos e 20 por cento de elementos inorgânicos. Altas concentrações de metais foram identificadas em áreas metropolitanas quando comparadas às regiões de queimadas.
O risco relativo de internações hospitalares por doenças respiratórias em crianças foi superior aqueles encontrados em idosos. No segundo estudo observou-se que as crianças incorporaram uma dose potencial média de PM2,5 de 2,05 micrograma/kg.dia (IC 95 por cento: 1,91-2,18) no cenário da seca e 0,32 micrograma/kg.dia (IC 95 : 0,31-0,34) no cenário de chuva. Durante a seca, crianças e adolescentes apresentaram riscos toxicológicos de 2,41 (IC 95 por cento: 2,25-2,57). Conclusão: Os resultados dos estudos relativos aos efeitos da poluição do ar na saúde não devem ser transferidos para áreas com diferentes fontes de emissão. Durante a estação da seca, a exposição aos níveis de PM2,5 representou risco toxicológico para crianças entre 6 a 14 anos residentes em áreas de queima de biomassa.
Abstract: Introduction: Exposure to fine fractions of particulate matter (PM2,5) was associated with increased hospital admissions for respiratory disease and cardiovascular disease in children and elderly (POPE, DOCKERY, 2006; GOUVEIA et al., 2006; BRAGA et al., 2007). Methods: This dissertation was divided in two studies. In the first, a systematic literature review was conducted in electronic databases. Publications were analyzed on physicalchemical characteristics of pollutants, according to the different sources of emissions, and related to the outcomes on the respiratory system. In the second, the methodology for Risk Assessment (U.S. EPA, 1989; ATSDR, 2001) was applied to estimate the risk of exposure to PM2,5 from the burning of biomass in children living in Tangará da Serra, in 2008. The toxicological risk was estimated by ratio of the potential dose of PM2,5 (µg/kg.day) and reference dose (RfD). The RfD was estimated by reference concentration (RfC) for particles from diesel combustion. Two exposure scenarios were constructed with daily average concentrations of PM2.5 in dry and rain seasons. The potential dose was estimated by Monte Carlo simulation, according age, gender, asthma and Body Mass Index (BMI). Results: In the first study, results showed that the PM is composed predominantly of organic compounds and 20% of inorganic elements. High concentrations of metals were identified in areas metropolitans when compared to those regions of biomass burning. The relative risk of hospital admissions for respiratory diseases in children was higher than in the elderly. In the second study observed that the children incorporated a potential average dose of PM2.5 of 2.05 µg/kg.dia (CI 95%: 1.91-2.18) in dry season and 0.32 µg/kg.dia (CI 95%: 0.31-0.34) in the rain scenario. During dry season, children and adolescents showed toxicological risk to PM2.5 of 2.41 (CI 95%: 2.25-2.57). Conclusion: The results related to effects of air pollution on health should not be transferable to areas with different emission sources. During the dry season, the levels of PM2,5 showed toxicological risk to children between 6 and 14 years living in areas of biomass burning
Keywords: air pollution
emissions sources
biomass burning
particulate matter fine
health effects
risk assessment
children and adolescents
Brazilian Amazon
keywords: poluição do ar
fontes de emissão
queima de biomassa
PM2,5
efeitos na saúde
avaliação de risco
crianças e adolescentes
Amazônia Brasileira
DeCS: Poluição do Ar/efeitos adversos
Biomassa
Poluição Ambiental/efeitos adversos
Criança
Adolescente
Partículas no Ar/efeitos adversos
Doenças Respiratórias/diagnóstico
Issue Date: 2011
Citation: Oliveira, Beatriz Fatima Alves de. Avaliação do risco para saúde infantil relativa à exposição ao Material Particulado Fino proveniente da queima de biomassa no município de Tangará da Serra - MT. 2011. 124 f. Dissertação (Saúde Pública e Meio Ambiente) - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Rio de Janeiro, 2011.
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ve_Beatriz_Oliveira_ENSP_2011.pdf1.34 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.