Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/24357
Title: Exposição a pesticidas organoclorados e desenvolvimento cognitivo em crianças e adolescentes residentes em Cidadedos Meninos, Duque de Caxias, RJ
Other Titles: Exposure to organochlorine pesticides and cognitive development in children and adolescents in Boys Town, Duque de Caxias, RJ
Advisor: Warden, Carmen Freire
Authors: Campos, Élida de Albuquerque
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Introdução: Os pesticidas organoclorados (OC) são compostos lipofílicos altamente persistentes. Na atualidade, estes compostos são usados de forma restrita, principalmente em países em desenvolvimento. Os pesticidas OC são conhecidos interferentes endócrinos, capazes de alterar a homeostase do sistema tireóideo, fundamental no desenvolvimento do sistema nervoso central. Estudos epidemiológicos apontam uma associação entre a exposição pré e pós-natal a estes pesticidas e distúrbios do neurodesenvolvimento, embora as evidências ainda sejam limitadas. Objetivos: Avaliar o desenvolvimento cognitivo de crianças e adolescentes residentes no bairro Cidade dos Meninos, Duque de Caxias - RJ, área intensamente contaminada com pesticidas OC, e explorar a associação entre a exposição a estes compostos e o desempenho cognitivo infantil. Metodologia: Foi realizado um estudo seccional onde se avaliou o desempenho cognitivo de crianças e adolescentes de 6 a 16 anos residentes no local de setembro de 2012 a dezembro de 2013. A população de estudo foi composta por 102 crianças, das quais 42 possuíam as informações dos níveis séricos de pesticidas OC. Como medidas indiretas de exposição aos pesticidas, foram investigados o tempo de residência na localidade e de amamentação. O desenvolvimento cognitivo foi avaliado pela Escala de Inteligência Wechsler para crianças. Resultados: Um quociente de inteligência (QI) <90 pontos (abaixo da média) foi obtido por 40% ou mais da população para seis das sete funções cognitivas avaliadas. Um pior desempenho foi observado para o QI de execução, com média de 89,45 pontos. Em geral, não foi observada associação significativa entre ter nascido ou não em Cidade dos Meninos e tempo de amamentação e as funções cognitivas. O aumento da concentração sérica do pesticida alfa-HCH em 1 ng/ml foi associado a uma redução de 0,45, 0,33 e 0,46 pontos no QI de execução, de resistência à distração (RD) e de velocidade de processamento (VP), respectivamente. Para o aumento de cada unidade do gama-HCH observou-se, respectivamente, uma redução de 1,74 e 1,84 pontos no QI de RD e no QI de VP; e o p,p’-DDT foi associado com uma redução de 0,81 pontos no QI de VP. Um maior nível de triiodotironina total foi inversamente associado ao QI de organização perceptual (β= -0,211; IC95%= -0,147; 0,006). Conclusão: Os resultados são sugestivos de que a exposição crônica aos pesticidas OC interfere negativamente no desenvolvimento cognitivo das crianças e adolescentes residentes em Cidade dos Meninos.
Abstract: Introduction: Organochlorine (OC) pesticides are highly persistent lipophilic compounds. Today, use of OC pesticides is restricted, being mostly used in developing countries. OC pesticides are known endocrine-disrupting chemicals, and they are capable of altering homeostasis of the thyroid system, which has an important role during brain development. Epidemiological studies have shown associations between pre- and post-natal exposure to these compounds and neurodevelopmental delays. However, evidences for this association are still limited. Objectives: To assess the cognitive developmental status of children residents of Cidade dos Meninos, Duque de Caxias – RJ, a village heavily contaminated with OC pesticides, and to explore the association between early exposure to these pesticides and children’s cognitive development. Methods: A cross-sectional study was conducted to assess the cognitive development of children and adolescents aged 6-16 years residents in Cidade dos Meninos between September 2012 and December 2013. The study population included 102 children, from which 42 subjects had available information on serum levels of OC pesticides. Both number of years living in the study area and breastfeeding duration were analyzed as indirect indicators of OC pesticide exposure. Cognitive development was assessed by using the Wechsler Intelligence Scale for Children, 3rd edition (WISCIII). Results: More than 40% of the children obtained an intelligence quotient (IQ) <90 points (lower-than-average IQ) for 6 out of the 7 cognitive domains assessed by the WISC-III. A lower IQ was observed for the executive function, which showed a mean score of 89.45 points. In general, no significant association was observed between being born in Cidade dos Meninos and breastfeeding duration, respectively, and cognitive performance. An increase of 1 ng/ml in serum levels of the pesticide alfa-HCH was found to be associated with a reduction of 0.45, 0.33 and 0.46 points in the executive function, distraction resistance (RD) index and processing speed (VP) index, respectively. An increase of 1 ng/ml in levels of gama-HCH was associated with a reduction of 1.74 and 1.84 points in RD and VP indexes. Also, levels of p,p’-DDT were associated with a reduction of 0.81 points in the VP index. Total triiodothyronine (T3) levels were inversely associated with perceptual organization (OP) scores (β= -0.211; CI95%= -0.147; 0.006). Conclusion: These findings suggest that chronic exposure to high levels of OC pesticides may adversely affect cognitive development of children and adolescents living in Cidade dos Meninos.tivamente no desenvolvimento cognitivo das crianças e adolescentes residentes em Cidade dos Meninos.
Keywords: Organochlorine pesticides
Thyroid hormones
Neurodevelopment
Cognitive function
Children
Adolescents
Cidade dos Meninos
keywords: Pesticidas organoclorados
Hormônios tireóideos
Neurodesenvolvimento
Função cognitiva
Crianças
Adolescentes
Cidade dos Meninos
DeCS: Inseticidas Organoclorados/efeitos adversos
Hormônios Tireóideos/toxicidade
Desenvolvimento Infantil
Criança
Adolescente
Transtornos Cognitivos
Neurodesenvolvimento
Issue Date: 2014
Citation: CAMPOS, Élida de Albuquerque. Exposição a pesticidas organoclorados e desenvolvimento cognitivo em crianças e adolescentes residentes em Cidade dos Meninos, Duque de Caxias, RJ. 2014. xvi, f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública e Meio Ambiente) - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2014.
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública e Meio Ambiente
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ve_Élida_de_Albuquerque_ENSP_2014.pdf2.47 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.