Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/2439
Title: Perfil epidemiológico da exposição à tuberculose em um hospitaluniversitário: uma proposta de monitoramento da doença
Other Titles: Health profile exposure to tuberculosis in hospitaluniversitário one: a proposal for monitoring the disease
Advisor: Valente, Joaquim Gonçalves
Cavalini, Luciana Tricai
Members of the board: Kawa, Helia
Verani, José Fernando de Souza
Valente, Joaquim Gonçalves
Authors: Gonçalves, Berenice das Dores
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Introdução: Nas últimas duas décadas ampliou-se a demanda por serviços de maior complexidade tecnológica para o atendimento da tuberculose, especialmente em hospitais gerais e universitários. Em geral não há avaliação sistemática da magnitude da exposição local nas unidades hospitalares, apesar de ser considerada como doença ocupacional. Objetivo: Descrever e analisar o perfil epidemiológico da tuberculose-doença entre os pacientes atendidos no HUAP-UFF, e elaborar uma proposta de monitoramento da mensuração da doença. Métodos: Estudo descritivo e retrospectivo dos casos diagnosticados entre pacientes atendidos no HUAP-UFF no período de 2000 a 2006, construção de indicadores de morbidade e letalidade, e análise multivariada dos óbitos ocorridos entre os pacientes internados. Resultados: Foram diagnosticados 763 pacientes com tuberculose, 45,1 por cento no ambulatório, 11,1 por cento nas emergências e 43,8 por cento no setor de internação; 63,1 por cento eram do sexo masculino, com razão de 1,8 homens para cada mulher diagnosticada; a faixa etária mais atingida foi 30 a 59 anos. As formas clínicas pulmonares e extrapulmonares exclusivas foram predominantes, porém, entre os pacientes internados, verifica-se que as formas pulmonares positivas e negativas, associadas às extrapulmonares, e as pulmonares negativas exclusivas, foram mais frequentes. Nos pacientes que evoluíram para óbito a forma pulmonar foi também a mais encontrada. O tratamento foi iniciado em 41,9 por cento do total de casos e em 76 por cento dos pacientes internados. Entre os que iniciaram tratamento, 82,5 por cento utilizou o Esquema I. A presença de comorbidade foi mais prevalente entre os pacientes internados e os que evoluíram para óbito. O HUAP atua como uma referência não oficial de tuberculose para a sua região de abrangência. Conclusões: Os indicadores hospitalares e o perfil epidemiológico dos pacientes diagnosticados sugerem a necessidade de melhor organização da assistência à tuberculose na unidade e na sua região de referência e demonstraram a necessidade de definição rigorosa das medidas de biossegurança no hospital.
Abstract: Background: Over the last decades the demand for higher complexity services for tuberculosis care has increased, especially in general and university hospitals. In these services, despite the fact that it is regarded as an occupational disease, often there is no systematic evaluation of the magnitude of the local exposure. Objective: To describe and analyze the epidemiological profile of tuberculosis-disease among the patients attended at HUAP, and to elaborate a monitoring proposal for measuring the disease. Methods: descriptive and retrospective study of the dignosed cases among patients attended at the HUAP-UFF for the 2000-2006 period, construction of morbidity and case-fatality and multivariate analysis of the deaths occurred among the admitted patients. Results: The tuberculosis diagnosis were made for 763 patients, 45.1% at the outpatient care, 11.1% at the emergency room and 43.8% at the admission sector; 63.1% were male, with male/female ratio of 1.8; the most affected age group was 30 to 69 years. Among the admitted patients it was observed that positive and negative pulmonary cases, associated to extra-pulmonary, and the exclusive negative pulmonary cases, were the most diagnosed. For the patients that evolved to death the pulmonary type was the most frequent as well. The treatment was started for 41.9% of the total cases and in 76% of the admitted patients. Among those who started treatment, 82.5% adopted the Scheme I. The presence of co-morbidity was more prevalent among the admitted patients and those who evolved to death. HUAP plays the role of an unofficial reference for tuberculosis in its region. Conclusions: The hospital indicators and the epidemiological profile of the diagnosed patients suggest the need for a better organization of tuberculosis care in the setting as well as its reference region and they show the need for a rigorous definition of the biosafety measures at the hospital.
Keywords: Epidemiologia
Tuberculose, epidemiologia
Tuberculose, prevenção e controle
Morbidade hospitalar
Keywords: Tuberculosis, epidemiology
Tuberculosis, prevention and control
Hospital morbidity
keywords: Tuberculose/epidemiologia
Exposição Ocupacional/prevençäo & controle
Infecção Hospitalar/epidemiologia
Infecção Hospitalar/prevençäo & controle
Hospitais Universitários
Monitoramento Ambiental
Perfil de Saúde
DeCS: Tuberculose/epidemiologia
Exposição Ocupacional/prevençäo & controle
Infecção Hospitalar/epidemiologia
Infecção Hospitalar/prevençäo & controle
Hospitais Universitários
Monitoramento Ambiental
Perfil de Saúde
Indicadores de Morbi-Mortalidade
Infecção Hospitalar/mortalidade
Issue Date: 2009
Citation: Rio de Janeiro s.n 2009 91p
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ENSP_Dissertação_Gonçalves_Berenice_Dores.pdf449.22 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.