Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/25044
Title: A ciência e a tecnologia na TV brasileira: uma análise da programação da TV Globo
Authors: Carvalho, Vanessa Brasil de
Massarani, Luisa
Ramalho, Marina
Amorim, Luis
Malcher, Maria Ataide
Neves, Rosicler
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Núcleo de Estudos de Divulgação Científica do Museu da Vida. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Universidade Federal do Pará. Instituto de Letras e Comunicação. Belém, PA, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Neste estudo, analisamos como temas de C&T são veiculados na emissora de TV aberta de maior audiência no Brasil, a TV Globo. Gravamos e analisamos uma amostra de duas semanas construídas (14 dias), representativas de um período de seis meses de 2013, totalizando 336 horas assistidas na íntegra. Pela análise de conteúdo, observamos que a ciência esteve presente em 7,3% da programação da emissora no período analisado e perpassou por várias categorias televisivas, desde telejornais a publicidades, de telenovelas a talk shows. A ciência esteve ligada, em grande medida, a questões de Medicina e Saúde. Cientistas e especialistas foram fontes de informações importantes sobre tais assuntos, assim como os cidadãos. Contudo, foi reduzida a presença da figura do cientista nas peças – e, quando presente, havia mais homens do que mulheres cientistas. As publicidades foram a categoria televisiva mais frequente em nosso corpus e, nelas, a ciência foi utilizada como um recurso para dar credibilidade ao produto, evidenciando o papel legitimador da ciência.
Abstract: Science and Technology in Brazilian TV: an analysis of Globo TV programing - In this paper, we analyze how S&T issues appears on the TV Globo, the channel with the largest audience in Brazil. The methodology of "constructed week" was used to compose a sample of two weeks (14 days), representative of six months in 2013. We recorded and watched each day, a total of 336 hours. Through a content analysis, we found out that science appeared in 7.3% of TV Globo broadcast during the period analyzed and was in several television categories, from TV news to advertising, from soap operas to talk shows. Science was more related to issues of Medicine and Health. Scientists and experts were important sources of information, but citizens were heard about these issues as well. However, we found out that scientists were less represented on TV - and, when they appeared, there were more men than women scientists. In advertising,the most frequent television category in our corpus, science was used as a way to enforce credibility to the product, highlighting the social role of science.
Keywords: Communication sciences
Science in TV
TV Globo
keywords: Divulgação científica
Ciência na TV
TV Globo
DeCS: Comunicação e divulgação científica
Ciência
Tecnologia
Televisão/análise
Brasil
Issue Date: 2016
Citation: BRASIL, Vanessa ; MASSARANI, Luisa ; RAMALHO, M. ; MALCHER, M. A. ; AMORIM, Luis ; NEVES, Rosicler . A ciência e a tecnologia na TV brasileira: uma análise da programação da TV Globo. Galáxia (PUCSP), v. 33, p. 184-198, 2016.
ISSN: 1982-2553
Copyright: open access
Appears in Collections:COC - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo 22.pdf266.02 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.