Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/25349
Title: As opiniões dos brasileiros sobre ciência e tecnologia: o ‘paradoxo’ da relação entre informação e atitudes
Other Titles: Brazilian opinions about science and technology: the ‘paradox’ of the relation between information and attitudes
Authors: Castelfranchi, Yurij
Vilela, Elaine Meire
Lima, Luciana Barreto de
Moreira, Ildeu de Castro
Massarani, Luisa
Affilliation: Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil
Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil
Instituto de Avaliação e Desenvolvimento Educacional. Belo Horizonte, MG, Brasil
Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Em muitos debates sobre as relações entre ciência e sociedade, em particular quanto à aceitação das tecnologias ou à percepção de seus riscos, existe uma hipótese subjacente: a de que a ignorância gera medo, e o medo gera desconfiança ou hostilidade contra a ciência e a tecnologia. Neste artigo mostramos que essa hipótese é questionável. Com base numa recente enquete nacional, apontamos que atitudes otimistas sobre ciência e tecnologia não dependem do nível escolar ou da informação declarada ou acessada pelas pessoas sobre o tema. Indivíduos com escassa informação possuem, em geral, atitudes positivas. Pessoas com maior escolaridade e acesso à informação possuem atitudes diversificadas, otimistas sobre alguns aspectos, porém mais críticas sobre outros.
Abstract: In many debates on the relation between science and society, especially concerning the acceptance of technology or the perception of its risks, there is an underlying hypothesis: that ignorance generates fear, which in turn generates mistrust or hostility toward science and technology (S&T). The article shows that this hypothesis is questionable. Based on a recent nationwide survey in Brazil, we show that optimistic attitudes about S&T do not depend on people’s educational level, their level of information, or their accessing of related subject matter. On average, respondents who say they have scarce information on the topic display positive attitudes. Those with a higher educational level and who access information display diverse attitudes, which are optimistic in some regards but more critical in others.
Keywords: Public understanding of science
Social studies of science and technology
Science communication
Brazil
keywords: Percepção pública da ciência
Estudos sociais da ciência e da tecnologia
Popularização da ciência
Brasil
DeCS: Percepção pública da ciência
Ciência
Tecnologia
Brasil
Issue Date: 2013
Citation: CASTELFRANCHI, Yurij; VILELA, Elaine Meire; LIMA, Luciana Barreto de; MOREIRA, Ildeu de Castro; MASSARANI, Luisa. As opiniões dos brasileiros sobre ciência e tecnologia: o ‘paradoxo’ da relação entre informação e atitudes. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v.20, supl., p.1163-1183, nov. 2013.
ISSN: 0104-5970
Copyright: open access
Appears in Collections:COC - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo11.pdf210.72 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.