Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/25397
Title: Estudo Diagnóstico Pragmático de Algoritmo Clínico-Laboratorial para Dengue 4 em uma Unidade de Pronto Atendimento no Rio de Janeiro, 2013
Advisor: Passos, Sônia Regina Lambert
Daumas, Regina Paiva
Authors: Buonora, Sibelle Nogueira
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O dengue é a arbovirose mundialmente mais relevante em termos de abrangência, morbidade e mortalidade. O vírus contém 4 sorotipos sendo o dengue-4 (DENV-4) o menos estudado. O diagnóstico precoce é importante para o manejo clínico adequado e melhor organização dos serviços assistenciais. Atualmente seu diagnóstico baseia-se em critérios clínicos inespecíficos e provas laboratoriais sorológicas cujas acurácias não foram avaliadas em cenários de DENV-4. A fim de contribuir para as ações de vigilância, diagnóstico laboratorial e para a identificação de características clínicas úteis para o diagnóstico do dengue, avaliamos a acurácia de algoritmo diagnóstico clínico-laboratorial para o dengue obtidos com o uso de instrumento padronizado em cenário amplo em termos de saúde pública e espectro clínico de doentes. Todos 372 sujeitos deste trabalho eram pacientes adultos com doença febril aguda atendidos nas primeiras 72 horas de doença em uma Unidade de Pronto Atendimento durante a epidemia de dengue de 2013 no Rio de Janeiro. Avaliamos a acurácia do teste imunocromatográfico NS1 Bioeasy© e de três critérios para o diagnóstico clínico do dengue, OMS 1997, OMS 2009 e INI-FIOCRUZ. Os dados clínicos foram coletados utilizando um questionário semi-estruturado e foram coletadas amostras de sangue dos doentes para a realização do teste índice NS1 Bioeasy© e para o padrão de referência, RT-PCR. De acordo com os resultados dos testes de referência, 148 pacientes foram classificados como DENV-4 e 177 como não-DENV-4. Foram obtidos os parâmetros de acurácia para o NS1 Bioeasy© sozinho e combinado aos critérios clínicos O critério da OMS 1997 apresentou sensibilidade excelente (97.9%) para descartar a doença, mas especificidade extremamente baixa (2.8%) o que também ocorreu com o critério OMS 2009 (87,1% e 24,3%, respectivamente), enquanto o critério INI-FIOCRUZ apresentou sensibilidade e especificidade moderados (70.9% e 71.8%, respectivamente). Já os parâmetros do NS1 Bioeasy©, 44.5% e 97.8%, nos indicam que o teste não deva ser usado para fins de triagem em epidemias de DENV-4, sendo o seu emprego mais aconselhável como teste confirmatório em um algoritmo à beira do leito. Descrevemos ainda concordância entre observadores quanto às informações da anamnese em 346 pacientes. Os dados clínicos foram coletados de forma independente por médico e enfermeiro ou interno de medicina e enfermeiro, utilizando um questionário semi-estruturado e a concordância interobservadores foi estimada pelo índice kappa. Com concordâncias substanciais dentre a maioria dos sinais e sintomas usados para avaliar doenças febris agudas, o questionário aplicado por equipe multiprofissional (médicos e enfermeiros) deve ser usado como instrumento de avaliação diagnóstica durante epidemias de dengue. Os resultados obtidos neste trabalho sinalizam a necessidade de se desenvolver algoritmos clínico-laboratoriais mais acurados para o diagnóstico precoce de dengue possivelmente através de uma abordagem multiprofissional
Abstract: Dengue is the most important arboviroses in terms of widespread, morbidity and mortality. The virus has four serotypes and the serotype 4 (DENV-4) is the less studied. Early diagnosis is important to optimize the treatment and to better organize of the health care system. Nowadays the diagnosis is based on unspecific clinical criteria and serologic laboratory tests, however the accuracy in DENV-4 settings have not been well established DENV-4. In order to contribute with surveillance activities, laboratory diagnosis and to better identify the clinical aspects for dengue diagnosis, we have studied the accuracy of the clinical-laboratory dengue diagnosis algorithm using a standard instrument in an urgent health care setting with a large variety of clinical presentations. All 372 subjects in this work were adults with acute febrile disease within the first 72 hours of disease that were evaluated in an urgent care facility during the 2013 Rio de Janeiro dengue outbreak. We have evaluated NS1 Bioeasy© immunocromatografic test, WHO 1997, WHO 2009 and INI-FIOCRUZ accuracy parameters. Clinical data was collected using a semi-structured form and blood samples were collected for the NS1 Bioeasy© index test and the RT-PCR reference test. According to the latter, we identified 148 patients with DENV-4 and 177 not DENV-4 Alone and combined NS1 Bioeasy© accuracy parameters were obtained. WHO 1997 clinical criteria presented excellent sensitivity (97.9%) but extremely low specificity (2.8%) , the same with the WHO 2009 criteria (87.1% and 24.3%, respectively) but the INI-FIOCRUZ clinical criteria, presented moderate sensitivity and specificity (70.9% and 71.8%, respectively). NS1 Bioeasy© parameters (44.5% and 97.8%), however, indicate that the test alone cannot be a DENV-4 outbreak triage test. It would be better used as a bedside confirmatory test combined with a clinical algorithm. We have also described history taking interobserver agreement in 346 patients. Clinical data was independently collected using a semi-structured form by a clinician and nurse or by an intern and nurse pair. Kappa index was used to estimate the interobserver agreement. Substantial agreement was obtained in the majority of the signs and symptoms used to evaluate acute febrile illnesses which probably indicate that the form can be used for diagnostic evaluations in a mutiprofessional (nurse and clinician) manner during dengue outbreaks. The results obtained in this work point out the need to develop more accurate clinical-laboratory early dengue diagnosis algorithms possibly with a multiprofessional approach
keywords: Dengue
Sensibilidade e Especificidade
Diagnóstico
DeCS: Confiabilidade dos Dados
Issue Date: 2016
Citation: BUONORA, Sibelle Nogueira. Estudo Diagnóstico Pragmático de Algoritmo Clínico-Laboratorial para Dengue 4 em uma Unidade de Pronto Atendimento no Rio de Janeiro, 2013. 2016. 110 f. Tese (Doutorado em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas)-Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Rio de Janeiro, 2016.
Date of defense: 2016
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Copyright: open access
Appears in Collections:INI - PCDI - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
sibelle_buonora_ini_dout_2016.pdf7.67 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.