Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/26474
Title: Amblyomma sculptum Berlese 1888, Amblyomma ovale Koch 1844 e Amblyomma aureolatum (Pallas 1772) (Acari: Ixodidae): diversidade genética e detecção de riquétsias em diferentes biomas do Brasil
Advisor: Gazêta, Gilberto Salles
Voloch, Carolina Moreira
Authors: Garcia, Karla Bitencourth
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A febre maculosa (FM) é a principal doença humana associada a carrapatos no Brasil. Amblyomma sculptum,Amblyomma ovale e Amblyomma aureolatum estão entre os principais vetores dos bioagentes da FM no país. Essas espécies têm ampla distribuição no Brasil, mas os casos de FM associados a esses ixodídeos estão restritos a algumas regiões. Sabendo que populações geneticamente distintas de carrapatos podem ter capacidades vetoriais diferentes, o objetivo desta tese foi analisar a diversidade genética e infecção por riquétsias em populações de A. sculptum, A. ovale e A. aureolatum de diferentes biomas do Brasil. As amostras década espécie foram submetidas à extração de DNA, amplificação e sequenciamento de fragmentos dos genes mitocondriais 12S rDNA,16S rDNA, citocromo oxidase subunidade II e da região D-loop para análise dos carrapatos, e fragmentos dos genes gltA, htrA, ompA, ompB e gene D (sca4) para pesquisa de riquétsia. Análises filogenéticas, filogeográficas e populacionais demonstraram que as populações de A. sculptum têm grande diversidade genética no país, porém sem estruturação geográfica ou por biomas, e com indicativo de expansão em algumas populações no Cerrado Em A. ovale há estruturação populacional em consequência da associação significativa entre as distâncias genéticas e geográficas, com baixo fluxo gênico entre as populações, sugerindo que pode estar ocorrendo um processo de especiação entre as populações do Cerrado e Caatinga e as populações da Mata Atlântica. A. aureolatum tem baixa diversidade genética e ausência de estruturação para região de Mata Atlântica, com indícios de expansão populacional em algumas das áreas analisadas. Nas populações de A. sculptum do Cerrado foram detectadas Rickettsia amblyommatis, Rickettsia felis (primeiro relato dessas riquétsias nesse ixodídeo para o bioma) e Candidatus Rickettsia andeanae; e na Mata Atlântica foi identificada Candidatus Rickettsia asemboensis (primeiro registro nessecarrapato) e R. Felis nesse ixodídeo. Em espécimes de A. ovale da Caatinga foi observada a presença de Rickettsia bellii e Rickettsia sp. cepa Mata Atlântica; no bioma Mata Atlântica também foi encontrada Rickettsia sp. cepa Mata Atlântica alémde Ca. R. asemboensis (primeiro registro nesse artrópode para o Brasil) e R. felis (primeiro relato nesse ixodídeo). A. aureolatum de área endêmica para FM brasileira foi detectado com infecção por R. bellii e em área não endêmica foi identificado com R. felis (primeiro encontro nesse carrapato). A estruturação de A. ovale não influenciou nas riquétsias detectadas. Não foi observada relação entre os haplótipos dos carrapatos analisados e a detecção de riquétsias
Abstract: Spotted fever (SF) is the major human disease associated with ticks in Brazil. Amblyomma sculptum, Amblyomma ovale and Amblyomma aureolatum are among the main vectors of SF bioagents in the country. These species are widely distributed in Brazil, but SF cases associated with these ixodids are restricted to some regions. Knowing that genetically distinct populations of ticks may have different vector capacities, the aim of this thesis was to analyze the genetic diversity and infection by rickettsia in populations of A. Sculptum, A. ovale and A. aureolatum from different Brazilian biomes. Samples from each species were submitted to DNA extraction, amplification and sequencing of fragments of mitochondrial genes 12S rDNA, 16S rDNA, cytochrome oxidase subunit II and D-loop region for tick analysis, and fragments of nuclear genes gltA, htrA, ompA, ompB and gene D (sca4) for rickettsia research. Phylogenetic, phylogeographic and population analyzes have demonstrated that A. sculptum has great genetic diversity in Brazil, but without geographic or biomes structuring, and with indicative of expansion in some populations in the Cerrado. In A. ovale there is population structuring as a consequence of the significant association between genetic and geographic distances, with low gene flow among populations, suggesting that may be occurring speciation process between the populations of Cerrado and Caatinga and populations of the Atlantic rainforest A. aureolatumhas low genetic diversity and lack of structure for the Atlantic rainforest region, with traceof population expansion in some of the analyzed areas. In the populations of A. sculptum of the Cerrado were detected Rickettsia amblyommatis, Rickettsia felis (first report of these rickettsias in this ixodid for the biome) and Candidatus Rickettsia andeanae; and in the Atlantic rainforest were identified Candidatus Rickettsia asemboensis (first report for this tick) and R. felis in this ixodid. In specimens of A. ovale of the Caatinga was observed the presence of Rickettsia bellii and Rickettsia sp. strain Atlantic rainforest; in the Atlantic rainforest biome was also noticed Rickettsia sp. Strain Atlantic rainforest besides Ca. R. asemboensis (first register in this arthropod for Brazil) and R. felis (first report in this ixodid). A. aureolatum from an endemic area for Brazilian SF was detected with infection by R. bellii and in non-endemic area was identified with R. felis (first encounter in this tick). The structure of A. ovale did not influence the detected rickettsia. No relation was observed between the analyzed haplotypes of ticks and the detection of rickettsia
keywords: Rickettsia
Genética Populacional
Ixodidae
Ecossistema
DeCS: Rickettsia
Genética Populacional
Ixodidae
Ecossistema
Issue Date: 2017
Citation: GARCIA, Karla Bitencourth. Amblyomma sculptum Berlese 1888, Amblyomma ovale Koch 1844 e Amblyomma aureolatum (Pallas 1772) (Acari: Ixodidae): diversidade genética e detecção de riquétsias em diferentes biomas do Brasil. 2017. 180 f. Tese (Doutorado em Biodiversidade e Saúde)-Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2017.
Date of defense: 2017
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Biodiversidade e Saúde
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Saúde
Copyright: restricted access
Appears in Collections:IOC - PGBS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
karla_garcia_ioc_dout_2017.pdf25.85 MBAdobe PDF    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.