Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/27447
Title: Ações Integradas de Vigilância e Controle de Vetores de agentes etiológicos das Leishmanioses: experiência com Comunidades de Área Endêmica de Leishmaniose Tegumentar Americana, Campus Fiocruz da Mata Atlântica, Jacarepaguá, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Advisor: L Rangel, Elizabeth Ferreira
L Araújo-Jorge, Tania Cremonini de
Authors: Costa, Wagner Alexandre
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA) ocorre no Estado do Rio de Janeiro desde o século passado em áreas localizadas próximo a fragmentos de matas. Prevalece em condições de pobreza, sustentando um quadro de desigualdades. No município do Rio de Janeiro, a partir da década de 80, casos humanos foram registrados principalmente na zona oeste da cidade, em Jacarepaguá, onde localizase o Campus Fiocruz Mata Atlântica-CFMA, na vertente Atlântica do maciço da Pedra Branca. O CFMA representa 65% da área da Colônia Juliano Moreira e possui 50% de sua área florestal, sobreposta ao Parque Estadual da Pedra Branca e a área com habitações, organizadas em seis comunidades. A época da seção desta área à FIOCRUZ (2003), os casos de LTA do CFMA representavam 68% dos casos registrados em Jacarepaguá, correspondendo a 8% das notificações no município do Rio. Doença de transmissão focal, a LTA no Brasil é determinada pela relação entre os diferentes elos da cadeia epidemiológica em nichos ecológicos restritos, onde alterações ambientais influenciam a incidência e expansão da doença, pelo contato mais estreito que se estabelece entre homem e vetor. Face à complexidade epidemiológica, a adoção de ações integradas surge como uma possibilidade promissora para vigilância e controle. O objetivo deste estudo foi discutir proposta que integre atividades de educação em saúde e tecnologias sociais às ações de vigilância entomológica, preconizadas pelo Ministério da Saúde, bem como avaliar o processo de produção de LTA no CFMA Parte do estudo buscou integrar informações sobre o patrimônio biológico do CFMA, através de inventário da fauna de flebotomíneos realizado em locais de monitoramento permanente (Parcelas Permanentes/ PP), dentro do Programa de Monitoramento da Biodiversidade do CFMA. Este estudo tinha a expectativa de contribuir com o entendimento da ecoepidemiologia local da LTA. Das dezesseis espécies de flebotomíneos identificadas, Psathyromyia pascalei, Sciopemyia microps, Pintomyia bianchigalatiae e Pintomyia misionensis são registradas pela primeira vez no município do Rio. Migonemyia migonei, ocorrendo em todas as PP, mostra ampla distribuição, capacidade de adaptação a diferentes ambientes, sendo sugerida como responsável pelo ciclo de transmissão enzoótico da LTA, nas áreas mais preservadas do CFMA. No intuito de trabalhar a prevenção e vigilância, foram realizadas atividades educativas, oficina com as equipes da saúde da família e os agentes comunitários, visando sensibilizá-los para questões relacionadas às leishmanioses, informando-os sobre ecoepidemiologia, diagnóstico, tratamento e prevenção, fortalecendo seu papel junto às comunidades como atores importantes da saúde. Posteriormente, foi realizada atividade com moradores, por meio de palestras, mesas dialógicas de discussão e distribuição de folhetos informativos sobre a LTA. A oficina sobre tecnologia social possibilitou a interação dos moradores, na produção de materiais de proteção coletiva, com dinâmica de grupos para a construção de telas de proteção para portas e janelas, como prática preventiva para reduzir o contato homem vetor no domicílio. Também foram desenvolvidos materiais informativos: folhetos e jogos, estes com grande impacto quando trabalhados junto aos moradores.
Abstract: The American Cutaneous Leishmaniasis (ACL) occurs in the state of Rio de Janeiro since the last century in areas located near the forest fragments. This prevails in poverty conditions and maintain inequality between people. In the city of Rio de Janeiro, human cases were recorded mainly in the west of the city, in Jacarepagua, where is located the Campus Fiocruz Mata Atlântica-CFMA, in Atlantic slope of the Pedra Branca massif. The CFMA represents 65% of the Juliano Moreira Colony area and has 50% of its forest area, superimposed on the Pedra Branca State Park and area with houses, organized in six communities. At the time this area was given to FIOCRUZ (2003), cases of ACL represented 68% of those registered in Jacarepagua, corresponding to 8% of notifications in Rio. As a disease of focal transmission, the ACL in Brazil is determined by the relationship among the different links of epidemiological chain restricted to ecological niches, where environmental changes influence the incidence and spread of the disease, by the closer contact established between man and vector. Given the epidemiological complexity, the adoption of integrated actions appears as a promising possibility for surveillance and control. The aim of this study was to discuss a proposal that integrates health education activities and social technologies to entomological surveillance, recommended by the Ministry of Health, as well as evaluating the production process of ACL in CFMA Part of the study aimed to integrate information about the biological heritage of CFMA through inventory of sand fly fauna held in permanent monitoring sites (Permanent Parcels / PP), as part of the CFMA Biodiversity Monitoring Program. This study also intended to contribute to the understanding of the local eco-epidemiology of ACL. Among sixteen sand fly identified species, Psathyromyia pascalei, Sciopemyia microps, Pintomyia bianchigalatiae and Pintomyia misionensis are registered for the first time in Rio city. Migonemyia migonei, occurring in all PP, shows wide distribution, adaptability to different environments, being suggested as responsible for enzootic transmission cycle of the ACL, in the bestpreserved areas of CFMA. In order to work on prevention and surveillance, were carried out educational activities, workshop with the family health teams and community stakeholders, aiming at sensitizing them to issues related to leishmaniasis. They were informed on eco-epidemiology, diagnosis, treatment and prevention, strengthening its role in the communities as important players in health care. Later, was done activity with residents, through lectures, dialogical table discussions and distribution of informative material on the ACL. The workshop on social technology enabled the interaction among residents in the production of collective protection materials, based on group dynamics to build protective screens for doors and windows, as a preventive practice to reduce human-vector contact at home. Also, as part of educational practices were developed information materials such, brochures and games, these high-impact when they worked with residents.
keywords: Leishmaniose Cutânea
Psychodidae
Controle de Vetores
Educação em Saúde
Issue Date: 2016
Citation: COSTA, Wagner Alexandre. Ações Integradas de Vigilância e Controle de Vetores de agentes etiológicos das Leishmanioses: experiência com Comunidades de Área Endêmica de Leishmaniose Tegumentar Americana, Campus Fiocruz da Mata Atlântica, Jacarepaguá, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 2016. 122 f. Tese (Doutorado em Biodiversidade e Saúde)-Instituto Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2016.
Date of defense: 2016
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Instituto Oswaldo Cruz
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGBS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
wagner_costa_ioc_dout_2016.pdf6.84 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.