Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/27486
Title: Avaliação de atividade antimicrobiana e prospecção fitoquímica de Eugenia florida DC
Other Titles: Evaluation of antimicrobial activity and phytochemical prospecting of Eugenia florida DC
Advisor: Nogueira, Joseli Maria da Rocha
Members of the board: Nogueira, Joseli Maria da Rocha
Dias, Denise Borges dos Santos
Costa, Renata Garcia
Gomes, Cláudia Regina Brandão
Authors: Abrantes, Jaime Antonio
Coadvisor: Carvalho, Érika Martins de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: As plantas medicinais sempre foram utilizadas amplamente para diversos fins terapêuticos durante toda a história da humanidade, principalmente para tratamento de infecções causadas por bactérias e fungos. As plantas podem apresentar bioatividade contra diversos micro-organismos, até mesmo os que apresentam maior resistência aos antimicrobianos de eleição. Todavia ainda há poucos estudos brasileiros nessa área. Com base nestas afirmativas, nosso objetivo principal foi avaliar a atividade antimicrobiana de extratos de folhas de Eugenia florida DC., frente a diversas cepas ATCC padrão, bacterianas e de leveduras. A prospecção fitoquímica, a pesquisa de toxicidade e do potencial mutagênico dos extratos obtidos foram partes integrantes do escopo do trabalho, para garantir a eficácia, segurança e eficiência do uso desta planta medicinal pela população. As folhas saudáveis foram coletadas e processadas de modo a obter o extrato bruto em uma solução aquosa de etanol a 50%, com intuito de simular as preparações realizadas na cultura popular. Para a avaliação da atividade antimicrobiana utilizamos os métodos de diluição em placa, difusão em disco e microdiluição em caldo. A técnica de diluição em ágar foi utilizada inicialmente, como um screnning da atividade antimicrobiana e já a microdiluição em caldo foi realizada a fim de obter a Concentração Inibitória Mínima do extrato para cada cepa testada. As cepas mais sensíveis ao extrato bruto foram submetidas aos testes em frações do extrato, obtidas por partição líquido-líquido em solventes de polaridade diferentes. Na prospecção fitoquímica, os testes apontaram a presença de triterpenoides, saponinas e taninos no extrato bruto. Para a avaliação da toxicidade e mutagenicidade foram realizados os testes de Artemia salina e Ames respectivamente, os quais mostraram que os extratos brutos apresentaram baixa toxicidade e baixa mutagenicidade. As bactérias Gram positivas apresentaram maior sensibilidade ao extrato de Eugenia florida, principalmente as do gênero Staphylococcus e Streptococcus com CIM em torno de 0,25 a 0,5 mg/mL. Estas mesmas cepas apresentaram sensibilidade frente frações de diclorometano e acetato de etila, entretanto no extrato bruto foi obtida maior atividade antimicrobiana. Fato que pode ter como explicação o sinergismo entre os compostos presentes no extrato bruto. Estes resultados promissores favorecerem estudos futuros com bactérias multirresistentes, e o desenvolvimento de um fitoterápico ou fitomedicamento, levando em consideração o desafio da terapêutica antimicrobiana no Brasil e no mundo.
Abstract: Medicinal plants have always been used extensively for various therapeutic purposes throughout the history of mankind, mainly for the treatment of bacterial and fungal infections. The plants may have bioactivity against several microorganisms, even those that present greater resistance to the antimicrobial of choice. However, there are still few Brazilian studies in this area. Based on these assertions, our main objective was to evaluate the antimicrobial activity of leaf extracts of Eugenia florida DC., Against several strains ATCC standard, bacterial and yeast. Phytochemical prospecting, toxicity research and the mutagenic potential of the extracts obtained were integral parts of the scope of work to ensure the efficacy, safety and efficiency of the use of this medicinal plant by the population. Healthy leaves were collected and processed to obtain the crude extract in a 50% aqueous solution of ethanol, in order to simulate the preparations made in the popular culture. For the evaluation of the antimicrobial activity we used the methods of plate dilution, disc diffusion and microdilution in broth. The agar dilution technique was used initially as a screnning of the antimicrobial activity and already the microdilution in broth was carried out in order to obtain the Minimum Inhibitory Concentration of the extract for each strain tested. The strains more sensitive to the crude extract were submitted to the tests in fractions of the extract, obtained by liquidliquid partition in solvents of different polarity. In the phytochemical prospection, the tests indicated the presence of triterpenoids, saponins and tannins in the crude extract. To evaluate the toxicity and mutagenicity tests were performed of Artemia salina and Ames respectively, which showed that the crude extracts presented low toxicity and low mutagenicity. The Gram positive bacteria presented greater sensitivity to Eugenia florida extract, especially those of the genus Staphylococcus and Streptococcus with MIC around 0.25 to 0.5 mg/mL. These same strains presented sensitivity against fractions of dichloromethane and ethyl acetate, however in the crude extract a higher antimicrobial activity was obtained. This fact can explain the synergism between the compounds present in the crude extract. These promising results favor future studies with multiresistant bacteria, and the development of a phytotherapeutic or phytomedicine, taking into account the challenge of antimicrobial therapy in Brazil and in the world.
Keywords: Bioactivity
Bacteria
Antimicrobials
Phytochemical Prospecting
keywords: Bioatividade
Bactérias
Antimicrobianos
Prospecção Fitoquímica
DeCS: Bactérias
Anti-Infecciosos
Eugenia
Issue Date: 2017
Citation: ABRANTES, Jaime Antonio. Avaliação de atividade antimicrobiana e prospecção fitoquímica de Eugenia florida DC. 2017. 99 f. Dissertação (Mestrado em Gestão, Pesquisa e Desenvolvimento na Indústria Farmacêutica) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto de Tecnologia em Fármacos, Rio de Janeiro, 2017.
Date of defense: 2017-02-16
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Instituto de Tecnologia em Fármacos
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos/Farmanguinhos
Program: Pós-graduação em Gestão, Pesquisa e Desenvolvimento na Indústria Farmacêutica
Copyright: open access
Appears in Collections:Farmanguinhos - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
jaime_antonio.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.