Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/27488
Title: Avaliação do potencial terapêutico do limoneno e derivados perílicos com agentes anticâncer
Other Titles: Evaluation of the therapeutic potential of limonene and perilic derivatives with anticancer agents
Advisor: Siani, Antonio Carlos
Members of the board: Siani, Antonio Carlos
Ferrara, Maria Antonieta
Barroso, Wanise Borges Gouvea
Cristóbal, María Hermoso
Silva , Adriano Arnóbio José da Silva e
Authors: Santos, Paula Gomes dos
Coadvisor: Ferrara, Maria Antonieta
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O câncer está entre as principais causas de morte no mundo, isso o caracteriza como um importante problema de saúde pública. Atenta a esta demanda, a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) desenvolve um projeto de antineoplásico com um derivado perílico solúvel do limoneno. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão sistemática de ensaios clínicos sobre a eficácia, a segurança e a tolerabilidade do uso do limoneno, álcool perílico (POH), ácido perílico (POOH) e perilaldeído (PAH) como agentes anticâncer, visando subsidiar as tomadas de decisão daquele projeto. A pergunta da pesquisa clínica construída a partir da estratégia PICOS-T, foi qual é a evidência em humanos que o limoneno, álcool perílico, ácido perílico e perilaldeído são um tratamento efetivos e seguro para câncer (qualquer tipo) e lesão pré-cancerosa? . A metodologia para a execução desta revisão sistemática seguiu as orientações da Colaboração Cochrane. A busca nas bases de dados ocorreu em 23/11/2018 e utilizou 8 bases de dados (PubMed, Embase, Scopus, OVID, Web of Science, The Cochrane Library, Integrity e SciFinder), 1 biblioteca virtual (SciELO) e 4 bancos de registro de ensaios clínicos (clinicaltrials.gov, ICTRP, NCI e ReBEC). Foram obtidos 2533 referências para o limoneno,1383 para o POH e POOH e 65 para o PAH. Após as triagens verificou-se que não havia ensaios clínicos para o PAH e POOH. Foram selecionados para a revisão sistemática 20 ensaios clinicos para o POH e 1 para o limoneno. Três ensaios clínicos do POH só tiveram analisados seus desfechos de segurança. Não foram encontrados ensaios clínicos de fase III, apenas de fase I e II, tanto para o limoneno quanto o POH. As vias de administração utilizadas para o POH foram via inalatória (5 estudos), oral (13 estudos) e via tópica (2) e para o limoneno, a via oral. Como os ensaios estudaram cânceres diferentes não foi possível comparar os resultados entre eles, mas é possível constatar que alguns pacientes obtiveram estabilização da doença por alguns meses, 1 paciente de 1 estudo obteve resposta objetiva por quase 2 anos, mas o resultado potencialmente mais promissor foi a administração intransal de POH para tratar glioblastoma. No estudo com o limoneno houve uma paciente que apresentou resposta parcial mantida por 11 meses. Os principais efeitos adversos relatados foram gastrointestinais tanto para o limoneno quanto para o POH, entretanto o POH não foi bem tolerado pelos pacientes, provavelmente relacionado ao número excessivo de cápsulas ingeridas por dose (30). Apenas dois ensaios clínicos eram randomizados, controlados e cegos (POH por via tópica). Todos os ensaios clínicos apresentaram um nível de viés alto, devido a isso as informações deles obtidas devem ser vistas com cautela. Como não foi encontrado ensaios de fase III, não foram encontradas evidências que sustentem o uso do limoneno, POH, POOOH e PAH para tratar o câncer ou lesões pré-cancerosas.
Abstract: Cancer is among the leading causes of death in the world, which characterizes as an important public health problem. Aware of this demand, the Oswaldo Cruz Foundation (FIOCRUZ) develops an antineoplastic project with a soluble perilic derivative of limonene. The objective of this study was to conduct a systematic review of clinical trials on the efficacy, safety and tolerability of limonene, peryl alcohol (POH), perylic acid (POOH) and perylaldehyde (PAH) as anticancer agents, in order to subsidize the intakes of that project. The question of clinical research built on the PICOS-T strategy was "What is the evidence in humans that limonene, peryl alcohol, perylaldehyde and perylaldehyde are an effective and safe treatment for cancer (any type) and precancerous lesion?". The methodology for the execution of this systematic review followed the guidelines of the Cochrane Collaboration. The search in the databases occurred on 11/23/2018 and used 8 databases (PubMed, Embase, Scopus, OVID, Web of Science, The Cochrane Library, Integrity and SciFinder), 1 virtual library (SciELO) and 4 register databases of clinical trials (clinicaltrials.gov, ICTRP, NCI and ReBEC). 2533 references were obtained for limonene, 1383 for POH and POOH and 65 for PAH. After screening, it was found that there were no clinical trials for PAH and POOH. Twenty clinical trials for POH and 1 for limonene were selected for the systematic review. Three clinical trials from the POH had only analyzed their safety outcomes. No clinical trials of phase III, only phase I and II, were found for both limonene and POH. The routes of administration used for the POH were via inhalation (5 studies), oral (13 studies) and topical (2) and oral for limonene. As the trials studied different cancers it was not possible to compare the results between them, but it is possible to verify that some patients obtained stabilization of the disease for some months, 1 patient of 1 study got an objective response for almost 2 years, but the potentially more promising result was the intransal administration of POH to treat glioblastoma. In the study with limonene there was a patient who presented partial response maintained for 11 months. The main adverse effects reported were gastrointestinal for both limonene and POH, however POH was not well tolerated by patients, probably related to the excessive number of capsules ingested per dose (30). Only two clinical trials were randomized, controlled and blinded (POH by topical route). All the clinical trials presented a high bias level, due to which the information obtained from them should be viewed with caution. As no phase III trials were found, no evidence was found to support the use of limonene, POH, POOH, and PAH to treat cancer or precancerous lesions.
Keywords: Systematic Review
Cancer
Limonene
Perillyl Alcohol
Perillic Acid
Perillaldehyde
keywords: Revisão Sistemática
Câncer
Limoneno
Álcool Perílico
Ácido Perílico
Perilaldeído
DeCS: Neoplasias
Limoneno Hidroxilases
Avaliação
Issue Date: 2018
Citation: SANTOS, Paula Gomes dos. Avaliação do potencial terapêutico do limoneno e derivados perílicos com agentes anticâncer. 2018. 126 f. Dissertação (Mestrado em Gestão, Pesquisa e Desenvolvimento na Indústria Farmacêutica) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto de Tecnologia em Fármacos, Rio de Janeiro, 2018.
Date of defense: 2018-02-27
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Instituto de Tecnologia em Fármacos
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos/Farmanguinhos
Program: Pós-graduação em Gestão, Pesquisa e Desenvolvimento na Indústria Farmacêutica
Copyright: open access
Appears in Collections:Farmanguinhos - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
paula_gomes.pdf5.32 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.