Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/27901
Title: Avaliação da resposta terapêutica ao iodeto de potássio na esporotricose felina
Advisor: Pacheco, Tânia Maria Valente
Menezes, Rodrigo Caldas
Authors: Reis, Érica Guerino dos
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A esporotricose é uma micose subaguda ou crônica ca usada pelo fungo dimórfico Sporothrix schenckii que infecta o ser humano e uma variedade de animais . O felino doméstico é o animal mais susceptível à doença e desempenha um pa pel importante na transmissão zoonótica, especialmente no Rio de Janeiro, onde oc orre uma epidemia envolvendo os seres humanos, cães e gatos desde 1998. A efetividade do iodeto de potássio foi avaliada em uma coorte longitudinal constituída por gatos com espor otricose confirmada pelo isolamento de S. schenckii em cultura. Os gatos foram acompanhados no Laboratório de Pesquisa Clínica em Dermatozoonoses em Animais Domésticos, Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Fiocruz, entre abril de 2010 e julho de 2011 e fora m submetidos à terapia com iodeto de potássio (KI) em cápsulas na dose entre 2,5 mg/kg e 20 mg/kg, a cada 24 horas A cura clínica foi obtida em 47,9% dos gatos, em 37,5% ocorreu fal ência terapêutica, 10,4% abandonaram o tratamento e 4,2% foram a óbito. Efeitos adversos c línicos foram observados em 52,1% dos casos. Treze gatos apresentaram leve aumento nos ní veis das transaminases hepáticas durante o tratamento, dos quais, seis apresentavam sinais c línicos sugestivos de hepatotoxicidade. Em comparação com estudos prévios realizados com itrac onazol e solução saturada de iodeto de potássio, o tratamento com KI em cápsulas é uma alt ernativa promissora no tratamento da esporotricose felina
Abstract: Sporotrichosis is a subacute or chronic mycosis caused by the dimorphic fungus Sporothrix schenckii, which infects man as well as other mammals. The domestic cat is the animal most affected by this mycosis and plays an important role in the zoonotic transmission of this disease especially in Rio de Janeiro, Brazil, with a large number of cases involving man, dogs and cats since 1998. In order to evaluate the effectiveness of potassium iodide treatment, an observational cohort was conducted in 48 cats with sporotrichosis confirmed by isolation of S. schenckii in culture at Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Fundação Oswaldo Cruz between April 2010 and July 2011. All cats received potassium iodide capsules, 2.5mg/kg to 20mg/kg, once a day. The cure rate was 47.9%, treatment failure 37.5%, treatment abandonment 10.4% and death 4.2%. Clinical adverse effects were observed in 52.1% of the cases. Thirteen cats had a mild increase in hepatic transaminase levels during the treatment, six of them presented clinical signs suggestive of hepatotoxicity. Compared to previous studies with itraconazole and iodide (SSKI), potassium iodide capsules are an alternative for feline sporotrichosis treatment
keywords: Iodeto de Potassio
Esporotricose
Sporothrix
Gatos
Issue Date: 2011
Citation: REIS, Érica Guerino dos. Avaliação da resposta terapêutica ao iodeto de potássio na esporotricose felina. 2011. 50 f. Dissertação (Mestrado em pesquisa clínica em doenças infecciosas)-Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2011.
Date of defense: 2011
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Copyright: open access
Appears in Collections:INI - PCDI - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
erica_reis_ipec_mest_2011.pdf1.35 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.