Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/30545
Title: Escorpionismo no Brasil com ênfase no Rio de Janeiro: subsidiando políticas públicas para populações expostas
Advisor: Bochner, Rosany
Authors: Souza, Claudio Maurício Vieira de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Acidentes com escorpiões no Brasil apresentaram um aumento de 600% entre os anos de 2001 e 2015 e em 2014 o número de óbitos decorrentes desses casos superou o das fatalidades causadas pelo ofidismo. Os óbitos por escorpionismo são de notificação obrigatória ao SINAN, SIM e ao SIH-SUS. Entre 2001 e 2015 para o estado do Rio de Janeiro há uma grande discrepância nos dados desses sistemas de informação, com 18 casos notificados ao SINAN, 10 ao SIM e um ao SIH-SUS. Esse achado sustentou a aplicação do conceito de evento sentinela em Saúde no estudo desses óbitos e a análise do contexto, determinantes sociais e a avaliação do conceito de \201Cdoença negligenciada\201D aplicado a esse agravo. Utilizamos metodologia interdisciplinar, quanti qualitativa para exame dos três sistemas de informação. Para superar a invisibilidade das pessoas envolvidas analisamos o conteúdo das falas dos familiares dos falecidos e dos responsáveis pelas ações voltadas ao agravo nos municípios criando uma comunidade de discursos polifônica e inclusiva. Consideramos indicadores demográficos, ambientais, educacionais, econômicos e de Saúde para aproximação à realidade das populações expostas ao agravo. Verificamos erros de preenchimento e digitação, incompletudes e inconsistências, duplicidades e casos de óbitos que não ocorreram Confirmamos 13 óbitos: 11 notificados ao SINAN, 13 ao SIM e cinco ao SIH-SUS. Esse quadro indica a necessidade de treinamento e envolvimento dos profissionais de Saúde para sua apropriação dos usos e potencialidades dos sistemas de informação analisados. Foi apontada a necessidade de análise comparativa dos dados dos sistemas para investigações obrigatórias desses eventos. Confirmamos óbitos com menores de 14 anos, e que em 90 % dos acidentes fatais confirmados no SINAN houve algum tipo de atraso no tratamento do paciente. Concluímos pela necessidade de revisão da lógica de implantação dos centros de referência para tratamento específico. Os óbitos confirmados concentram-se em municípios e populações que figuram entre os mais pobres do estado, com os piores níveis de desigualdade, com baixa escolaridade média, que vivem e trabalham em regiões com modelos de ocupação do solo que favorecem o escorpionismo, e onde as condições de trabalho insuficientes não permitem que sejam desempenhadas ações sistemáticas e permanentes de atenção ao agravo. Aplicando modelos de análise e enfrentamento de doenças negligenciadas verificamos que as peculiaridades desse agravo não permitem a abordagem estereotipada de outros problemas de Saúde indicado o abandono do escorpionismo sob a ótica de políticas específicas para seu enfrentamento e sustentando a atribuição da condição de negligência às populações expostas a esse agravo no estado do Rio de Janeiro.
Abstract: Scorpions stings in Brazil increased 600% between 2001 and 2015 and in 2014 the number of deaths due these cases exceeded the fatalities caused by ofidism. Deaths related to scorpionism are mandatory reporting to SINAN, SIM and SIH-SUS however, between 2001 and 2015 there is a great discrepancy for Rio de Janeiro state data between these information systems, with 18 cases reported to SINAN, 10 to SIM and one to SIH-SUS. This initial finding supported the health sentinel event concept application to study these deaths, context analysis and also the social determinants involved to evaluate the suitability of \201Cneglected disease" conception to this problem. We used an interdisciplinary and qualitative quantitative methodological approach to examine the databases of the three information systems and, in an attempt to overcome the invisibility of the people involved, analyzed the statement contents of deceased victims\2019 relatives and from those professionals in charge of local actions addressing scorpionism, resulting in a polyphonic and inclusive discourse community. To approach the reality of exposed populations to the scorpionism we observed demographic, environmental, educational, economic and health indicators. We verified incomplete and typing errors, incompleteness and inconsistencies, duplicities and registered cases of deaths that did not occur Also confirmed 13 deaths due to scorpionic accidents, 11 reported to SINAN, 13 to SIM and five to SIH-SUS. This imbalance indicates the need for training and involvement of health professionals for their appropriation of uses and potential of the information systems analyzed. It was pointed out that is mandatory information systems databank comparative analysis for the obligatory investigations of these events. We confirmed deaths only under the age of 14, and in 90% of fatal accidents confirmed in SINAN there was some kind of delay in patient\2019s treatment. We conclude by the urgent need review of the logic to specific treatment referall centers implementation. The confirmed deaths in this study are concentrated between municipalities and populations that are among the poorest in the state, with the worst levels of inequality, low average schooling, living and working in regions with land use models that favor scorpionism and where insufficient working conditions do not allow systematic and permanent actions to this grievance. Applying models for analysis and coping neglected diseases, we verified that the peculiarities of our problem under study do not allow its approach by a stereotyped way, copied from other health problems, indicated the abandonment of scorpionism under the perspective of specific policies for its confrontation and sustaining attribution of negligence condition to the populations exposed to this aggravation in Rio de Janeiro.
Keywords: Scorpionism
Death
Information Systems
Discursive Community
Neglected populations
keywords: Picadas de Escorpião
Mortalidade
Sistemas de Informação
Doenças Neglicenciadas
Políticas Públicas de Saúde
Escorpionismo
Comunidade discursiva
Populações negligenciadas
Issue Date: 2018
Citation: SOUZA, Claudio Maurício Vieira de. Escorpionismo no Brasil com ênfase no Rio de Janeiro: subsidiando políticas públicas para populações expostas. 2018. 200 f. Tese (Doutorado em Informação e Comunicação em Saúde)-Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2018.
Date of defense: 2018
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:ICICT - PPGICS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
claudio_souza_icict_dout_2018.pdf9.18 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.