Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/31009
Title: Uma história sociocultural da anorexia na adolescência a partir de blogs Pró-Ana de 2006-2014 o IMC da questão: doença ou estilo de vida?
Advisor: Nascimento, Dilene Raimundo do
Authors: Alves, Reynaldo José Loio
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O trabalho investigar á a representação social da Anorexia na sociedade brasileira, especificamente nos blogs Pró-Ana de 2006 à 2014. A construção histórico - social da Anorexia Nervosa dialoga com a difusão dos ideários de beleza magra e da imagem corporal perfeita, adentrando em práticas e discursos que se inter-relacionam com o discurso das ciências, d a mídia e da sociedade. A configuração histórica da doença como um fenômeno social, constitui - se para além do constructo biológico e adentra as distintas dimensões da experiência do indivíduo com o seu corpo e com sua realidade social. Assim, operaremos com o “IMC da questão: doença ou estilo de vida” para entender as possibilidades de representação do fenômeno sociocultural na virtualidade. Isso significa dizer que os discursos, experiências e práticas representa m uma perspectiva que engloba o nível online e offline, mas também a esfera individual e coletiva. Utilizaremos à s abordagens de história das doenças, da historiografia digital e dos estudos culturais. Recorreremos à teoria da representação social para refletir a Anorexia fora de uma visão convencionada pelo campo científico, favorecendo discursos em torno de práticas e de motivações anoréxicas narradas por adolescentes nos blogs. O “IMC da questão” constituirá a representação considerando o “I da questão”, que delimitará elementos da cultura juvenil. O “M da questão” trará o ideal de magreza, apresentando recursos que reforçam a magreza - perfeição como ideal a ser atingido. O “C da questão” demonstrará como a magreza é valorizada e almejada na contemporaneidade, representando a promessa de aceitação social e de felicidade plena. Portanto, a representação da Anorexia como práticas de hedonismo, de saudísmo, de estilo de vida e de patologia denuncia um problema social na conjuntura histórica, que envolve dilemas individuais e coletivos n uma realidade idealizada para e pelo belo, magro, perfeito, sucesso, poder e consumo.
Abstract: The work will investigate the social representation of Anorexia in Brazilian society, specifically in blogs Pró-Ana from 2006 to 2014. The historical and social construction of Anorexia Nervosa dialogues with the diffusion of the ideas of lean beauty and perfect body image, entering into practices and discourses that are interrelated with the discourse of the sciences, the media and society. The historical configuration of the disease as a social phenomenon is constituted beyond the biological construct and enters the different dimensions of the experience of the individual with his body and his social reality. Thus, we will operate with the "BMI of the question: disease or lifestyle" to understand the possibilities of representation of the sociocultural phenomenon in virtuality. This means that discourses, experiences and practices represent a perspective that encompasses the online and offline level, but also the individual and collective sphere. We will use approaches to disease history, digital historiography, and cultural studies. We will turn to the theory of social representation to reflect Anorexia out of a vision agreed by the scientific field, favoring discourses around anorexic practices and motivations narrated by adolescents in blogs. The "BMI of the question" will constitute the representation considering the "I of the question", which will delimit elements of youth culture. The "M of the question" will bring the ideal of thinness, presenting features that reinforce thinness-perfection as an ideal to be achieved. The "B of the question" will demonstrate how the thinness is valued and sought after in contemporary times, representing the promise of social acceptance and full happiness. Therefore, the representation of Anorexia as practices of hedonism, of healthism, of lifestyle and of pathology denounces a social problem in the historical conjuncture that involves individual and collective dilemmas in a reality idealized for and by the beautiful, thin, perfect, success, power consumption.
Keywords: Anorexia
History
Social representation
Disease
keywords: Anorexia
História
Representação social
Doença
DeCS: Anorexia Nervosa/história
Comportamento do Adolescente
Adolescente
Internet
História do Século XXI
Issue Date: 2018
Citation: ALVES, Reynaldo José Loio. Uma história sociocultural da anorexia na adolescência a partir de blogs Pró-Ana de 2006-2014 o IMC da questão: doença ou estilo de vida? 2018. 168 f. Dissertação (Mestrado em História das Ciências e da Saúde) - Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2018.
Date of defense: 2018
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Casa de Oswaldo Cruz
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:COC - PPGHCS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_reynaldo_alves.pdf3.01 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.