Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/31855
Title: O documentário nas lutas emancipatórias dos movimentos sociais do campo: produção social de sentidos e epistemologias do Sul contra os agrotóxicos e pela agroecologia
Advisor: Araujo, Inesita Soares de
Porto, Marcelo Firpo de Souza
Members of the board: Araujo, Inesita Soares de
Oliveira, Valdir de Castro
Teixeira, Marcia de Oliveira
Rigotto, Raquel Maria
Nunes, João Arriscado
Authors: Fasanello, Marina Tarnowski
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A tese analisa o papel do cinema documentário produzido no contexto das lutas de movimentos sociais do campo que, de um lado, denunciam o uso intensivo dos agrotóxicos pelo agronegócio e seus impactos na saúde e, de outro, anunciam como alternativas a construção de outro modelo agrícola baseado na agricultura familiar e na agroecologia. Os documentários são compreendidos a partir de dois referenciais teóricos que envolvem e buscam articular duas dimensões, a comunicacional e a epistemológica. A primeira dimensão compreende os documentários como estratégia de comunicação e pluralidade de vozes, enquanto textos e contextos ancorados na teoria da produção social dos sentidos e em conceitos como dialogismo e polifonia provenientes da obra de Bahktin. A segunda dimensão incorpora a obra de Boaventura de Sousa Santos e sua proposta de epistemologias do Sul, incluindo conceitos como pensamento abissal, ecologia de saberes, sociologias das ausências e das emergências, e metodologias colaborativas não extrativistas As dimensões comunicacionais e epistemológicas foram analisadas a partir de três lugares de interlocução, que se relacionam na produção dos filmes: a dos movimentos sociais, dos pesquisadores militantes principalmente no âmbito da saúde coletiva, e dos cineastas engajados nas lutas sociais. Foram selecionados três documentários para a análise de sua produção: \201CO Veneno está na Mesa\201D; \201CChapada do Apodi, Morte e Vida\201D; e \201CNuvens de Veneno\201D. A partir de entrevistas com representantes estratégicos dos movimentos sociais, dos cientistas e dos cineastas, foram analisados o contexto (condições de produção) e o texto (o filme em si a partir das cenas que os compõem) para cada documentário e em seu conjunto. Na análise conjunta dos filmes foram destacadas três questões de interesse: polifonia e sociologia das ausências, ecologia de saberes, e por fim metodologias colaborativas não extrativistas. Concluímos que os documentários analisados contribuem, pela capacidade de reunir ciência, arte e ética com práticas de co-labor-ação, co-produção e cocriação para criar novas estratégias comunicacionais e epistemológicas.
Abstract: The thesis analyzes the role of documentary film produced in the context of the struggles of social movements in the countryside that, on the one hand, denounce the intensive use of pesticides by agribusiness and its health impacts and, on the other, announce as alternatives the construction of another model based on family farming and agroecology. Documentaries are understood from two theoretical references that involve and seek to articulate two dimensions, the communicational and the epistemological. The first dimension includes documentaries as a communication strategy and a plurality of voices, as texts and contexts anchored in the theories of social production of meanings, and concepts such as dialogism and polyphony from Bahktin's work. The second dimension incorporates the work of Boaventura de Sousa Santos and his proposal of epistemologies of the South, including concepts such as abyssal thinking, ecology of knowledges, sociologies of absences and emergencies, and non-extractive collaborative methodologies The communication and epistemological dimensions are analyzed from three places that are related in the production of the films: the social movements, the militant researchers mainly from the field of collective health, and the filmmakers engaged in these social struggles. Three documentaries were selected for the analysis of its production: Poison is on the table (O Veneno está na Mesa); Chapada do Apodi: Death and Life (Chapada do Apodi, Morte e Vida); and Poison Clouds (Nuvens de Veneno). From interviews with strategic representatives of social movements, scientists and filmmakers, the context (production conditions) and the text (the film itself from the scenes that compose them) were analyzed for each documentary and as a whole. In the joint analysis of the films three issues of interest were highlighted: polyphony and sociology of absences, ecology of knowledge, and finally non-extractive collaborative methodologies. We conclude that the analyzed documentaries contribute, by the capacity to gather science, art and ethics with practices of co-labor-action, co-production and co-creation to create new communication and epistemological strategies.
Keywords: Documentaries and Factual Films
Knowledge
Sustainable Agriculture
Interdisciplinary Placement
keywords: Documentários Cinematográficos
Conhecimento
Agricultura Sustentável
Práticas Interdisciplinares
Issue Date: 2018
Citation: FASANELLO, Marina Tarnowski. O documentário nas lutas emancipatórias dos movimentos sociais do campo: produção social de sentidos e epistemologias do Sul contra os agrotóxicos e pela agroecologia. 2018. 310 f. Tese (Doutorado em Informação e Comunicação em Saúde)-Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2018.
Date of defense: 2018
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde
Copyright: restricted access
Appears in Collections:ICICT - PPGICS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
marina_fasanello_icict_dout_2018_.pdf3.88 MBAdobe PDF    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.