Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/32027
Title: Fatores associados ao abandono de acompanhamento ambulatorial em um serviço de assistência especializada em HIV/aids na cidade do Rio de Janeiro, RJ
Other Titles: Factors associated with HIV/AIDS treatment dropouts in a special care unit in the City of Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Authors: Schilkowsky, Louise Bastos
Portela, Margareth Crisóstomo
Sá, Marilene de Castilho
Affilliation: Universidade Federal do Rio de Janeiro. Hospital Escola São Francisco de Assis. Rio de Janeiro, RJ, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Objetivo: Este estudo visou a identificar fatores associados ao abandono do serviço de saúde por pacientes com HIV/aids. Métodos: O estudo foi desenvolvido no Serviço de Assistência Especializada de um hospital universitário do Rio de Janeiro, considerando uma amostra estratificada de pacientes adultos, incluindo todos os casos de abandono (155) e 44,0% dos 790 casos em acompanhamento regular. Análises bivariadas visaram a identificar associações entre o abandono do serviço de saúde e variáveis demográficas, socioeconômicas e clínicas. Um modelo de regressão logística e um modelo de Cox foram utilizados para a identificação dos efeitos independentes das variáveis explicativas sobre o risco de abandono, no segundo caso incorporando a informação sobre a ocorrência do desfecho no decorrer do tempo. Resultados: Os pacientes tinham em média 35 anos, sendo predominantemente do sexo masculino (66,4%) e de nível socioeconômico baixo (45%). Em ambos os modelos, mostraramse consistentemente associados ao risco de abandono estar desempregado ou possuir vínculo instável, usar drogas ilícitas e ter antecedentes psiquiátricos - associação positiva; e idade, ter o diagnóstico de aids e ter usado vários esquemas antirretrovirais - associação negativa. Na regressão logística, mostrou-se também positivamente associado à ocorrência de abandono o tempo entre o diagnóstico e a primeira consulta, enquanto no modelo Cox, o hazard de ocorrência de abandono mostrou-se positivamente associado a ser solteiro e negativamente associado a ter nível de escolaridade mais elevado. Conclusões: Os resultados deste trabalho permitem a identificação de pacientes com HIV/aids mais vulneráveis ao abandono do serviço de saúde.
Abstract: OBJECTIVE: This study aimed to identify factors associated with the health care of patients with HIV/AIDS who drop out. METHODS: The study was developed in a specialized health care unit of a University hospital in Rio de Janeiro, Brazil, considering a stratified sample of adult patients including all dropout cases (155) and 44.0% of 790 cases under regular follow-up. Bivariate analyses were used to identify associations between health care dropout and demographic, socioeconomic and clinical variables. Logistic and Cox regression models were used to identify the independent effects of the explanatory variables on risk for dropout, in the latter by incorporating information on the outcome over time. RESULTS: Patients were, on average, 35 years old, predominantly males (66.4%) and of a low socioeconomic level (45.0%). In both models, health care dropout was consistently associated with being unemployed or having an unstable job, using illicit drugs and having psychiatric background--positive association; and with age, having AIDS, and having used multiple antiretroviral regimens--negative association. In the logistic regression, dropping out was also positively associated with time between diagnosis and the first outpatient visit, while in the Cox model, the hazard for dropping out was positively associated with being single, and negatively associated with a higher educational level. CONCLUSIONS: The results of this work allow for the identification of HIV/AIDS patients more likely to drop out from health care.
Keywords: Acquired Immunodeficiency Syndrome
HIV
Patient Dropouts
Patient Acceptance of Health Care
Socioeconomic Factors
Epidemiology
keywords: Síndrome da Imunodeficiência Adquirida
HIV
Pacientes Desistentes do Tratamento
Aceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúde
Fatores Socioeconômicos
Epidemiologia
DeCS: Síndrome da Imunodeficiência Adquirida
HIV
Pacientes Desistentes do Tratamento
Aceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúde
Fatores Socioeconômicos
Epidemiologia
Issue Date: 2011
Publisher: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Citation: SCHILKOWSKY, Louise Bastos; PORTELA, Margareth Crisóstomo; SÁ, Marilene de Castilho. Fatores associados ao abandono de acompanhamento ambulatorial em um serviço de assistência especializada em HIV/aids na cidade do Rio de Janeiro, RJ. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 14, n. 2, p. 1-11, 2011
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2011000200001
ISSN: 1415-790X
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fatores.pdf206.38 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.