Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/33360
Title: Acesso aos serviços de saúde por pacientes com suspeita de dengue na cidade do Rio de Janeiro, Brasil
Other Titles: Access to health care facilities of suspected dengue patients in Rio de Janeiro, Brazil
Authors: Freitas, Danielle Amaral de
Souza-Santos, Reinaldo
Wakimoto, Mayumi Duarte
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública. Departamento de Endemias Samuel Pessoa Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública. Departamento de Endemias Samuel Pessoa Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O Rio de Janeiro mantém histórico recorrente de epidemias de dengue. Não há suficientes evidências acerca do percurso da população em busca de atendimento. O estudo visou investigar o padrão de deslocamento dos residentes do Rio de Janeiro com suspeita de dengue para atendimento nos serviços de saúde. Foram analisadas as notificações de dengue e utilizados os bairros da cidade como unidade de análise com enfoque no acesso às unidades de saúde da área de planejamento (AP) 3.3 e elaborados mapas de fluxo entre bairro de residência e unidade de atendimento. Foram notificados 48.576 residentes com suspeita de dengue no período de 2011 a 2013, 72% atendidos na AP 3.3: 37% na atenção primária e 73% em unidades de atenção secundária ou terciária; 12.545 foram atendidos em unidades fora da AP 3.3. Os resultados evidenciam uma grande variação geográfica na busca pelo atendimento na Atenção Primária dentro da própria AP 3.3 e um relevante deslocamento para unidades localizadas em bairros mais distantes, principalmente para o Centro e Zona Sul, com 2.647 diferentes fluxos. Os achados apontam para um grande deslocamento dentro do município.
Abstract: Rio de Janeiro maintains a recurrent history of dengue epidemics. There is scarce evidence about the route of the population to get health care. The study aimed to describe the pattern of suspected dengue patients flow in search of health care services in Rio de Janeiro. The following data were analyzed: dengue reports from 2011 to 2013; the neighborhoods of patient's residence; the neighborhoods of health services. Neighborhoods of the city were used as unit of analysis focusing on access to health facilities of municipal Planning Area (AP) 3.3. Flow maps were elaborated to describe the routes between the neighborhood of residence and the heath service. Between 2011 and 2013 48,576 suspected dengue cases living in program area 3.3 were reported, 72% got health care in the AP 3.3, 37% of which in primary care. A total of 12,545 suspected cases attended health facilities outside the AP 3.3. A great geographical variation was observed in the search for Primary Care within the AP 3.3, as well as a relevant movement to the center and south zone of the city on access to care, comprising 2,647 different flows. The findings indicate a large flow within the municipality.
Keywords: Dengue
Health services accessibility
Primary health care
Spatial analysis
keywords: Dengue
Acesso aos serviços de saúde
Atenção primária de saúde
Análise espacial
Issue Date: 2019
Publisher: Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Citation: FREITAS, Danielle Amaral de; SOUZA-SANTOS, Reinaldo; WAKIMOTO, Mayumi Duarte. Acesso aos serviços de saúde por pacientes com suspeita de dengue na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 24, n. 4, p. 1507-1516, 2019.
DOI: 10.1590/1413-81232018244.11252017
ISSN: 1413-8123
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Artigos de Periódicos
INI - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ve_Freitas_Danielle_etal_INI_2019_en.pdf478.2 kBAdobe PDFView/Open
ve_Freitas_Danielle_etal_INI_2019_por.pdf483.77 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.