Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/33993
Title: Malformações congênitas e exposição a agrotóxicos disruptores endócrinos em estados brasileiros
Other Titles: Congenital malformations and exposure to endocrine-disrupting pesticides in Brazilian states
Advisor: Ferreira, Aldo Pacheco
Authors: Dutra, Lidiane Silva
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O modelo de desenvolvimento adotado pelo setor agrícola brasileiro faz com que haja intensa utilização de agrotóxicos no país, tornando esta substância de grande relevância para a Saúde Pública. Grande parte destes insumos apresenta capacidade de desregulação do sistema endócrino humano,resultando em alterações nos níveis de hormôniossexuais, causando efeitos adversos, principalmente sobre o sistema reprodutivo,tais como, câncer de mama e ovário, desregulação de ciclo menstrual, câncer de testículo e próstata, infertilidade, declínio da qualidade seminal e malformações congênitas. A pesquisa baseou-se em juntar evidências sobre a possível associação entre o consumo de agrotóxicos ao longo dos últimos anos e a prevalência de malformações congênitas. O estudo compreendeu as seguintes estratégias metodológicas: revisão bibliográfica e análise de bases de dados secundários. Foram realizados estudos ecológicos, de caráter exploratório, descritivo e quantitativo, utilizando-se bancos de dados secundários do DATASUS. As análises foram feitas em estados brasileiros com grande produção de commodities, sendo estes: Mato Grosso, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás e Bahia. Muitas são as dificuldades no estabelecimento da relação entre malformações congênitas e a exposição a agrotóxicos,a despeito de se ter substâncias reconhecidamente disruptoras endócrinas presentes nesses químicos. Apesar de diversos entraves metodológicos, esses estudos subsidiam pressupostos acerca da exposição ambiental a esses contaminantes,e o aumento significativo nas razões de prevalência de malformações congênitas nos municípios que fazem uso intensivo de agrotóxicos e de outros municípios com menor uso destes insumos agrícolas corroboram essas hipóteses. Espera-se que este trabalho contribua para a formulação de políticas públicas referentes à utilização destes insumos agropecuários e para o planejamento de ações de prevenção e tratamentos referentes a estes problemas reprodutivos.
Abstract: The development model adopted by Brazilian agricultural sector causes that there is ntenseuse of pesticides incountry, making these substances of great elevance for Public Health. Most of these inputs have the capacity to deregulate human endocrine system, resulting in alterations in levels of sex hormones, causing adverse effects, mainly on reproductive system, such as breast and ovarian cancer, dysregulation of the menstrual cycle, testicular and prostate cancer, infertility, decline in seminal quality and congenital malformations. The research was based on gather evidence from possible association between pesticide use over last years and the prevalence of congenital malformations. The study comprised the following methodological strategies: bibliographic review and analysis of secondary databases. Ecological, exploratory, descriptive and quantitative studies were carried out using DATASUS secondary databases. Analyzes were carried out in Brazilian states with large commodity production, being these: Mato Grosso, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás and Bahia. There are many difficulties in establishing the relationship betweencongenital malformations and exposure to pesticides, despite having known endocrine disrupting substances present in these chemicals. Notwithstanding several methodological obstacles, these studies subsidize assumption sabout theen vironmental exposure to these contaminants,and the significant increase inprevalence reason sofcongenitalmal formations inmunicipalities that useagro chemicals intensively and in other municipalities with less use of these agricultural inputs corroborate these hypotheses. Itis expected that this work contribute to formulation of public policies regarding use of these agricultural inputs and to planning of prevention actions and treatments related to these reproductiveproblems.
Keywords: Pesticides
Reproductive disorders
Environmental exposure
Public health
keywords: Agrotóxico
Distúrbios reprodutivos
Exposição ambiental
Saúde pública
DATASUS
Agroquímicos
Saúde Reprodutiva
Disruptores Endócrinos
Exposição a Praguicidas
Saúde Pública
Anormalidades Congênitas
DeCS: Agroquímicos
Saúde Reprodutiva
Disruptores Endócrinos
Exposição a Praguicidas
Exposição Ambiental
Anormalidades Congênitas
Issue Date: 2019
Citation: DUTRA, Lidiane Silva. Malformações congênitas e exposição a agrotóxicos disruptores endócrinos em estados brasileiros. 2019. 147 f. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2019.
Date of defense: 2019
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ve_Lidiane_Silva_ENSP_2019.pdf2.84 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.