Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/33995
Title: Infecção de camundongos por Trypanosoma cruzi: alguns aspectos da interação parasito-hospedeiro envolvendo o ácido siálico e a trans-sialidase
Advisor: Carvalho, Lain Pontes de
Members of the board: Lemaire, Denise Carneiro
Freitas, Luiz Antonio Rodrigues de
Pontes-de-Carvalho, Lain Carlos
Authors: Amor, Ana Lúcia Moreno
Affilliation: Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina. Salvador, BA, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil.
Abstract: O ácido siálico atua em diversos fenômenos biológicos, podendo exibir um efeito potenciador da infecção de células de mamíferos por T. cruzi in vitre. Células deficientes em ácido siálico são menos infectadas por tripomastigotas de T. cruzi, e esse fenômeno é revertido pela sialilação destas células. Neste trabalho investigou-se o possível papel do ácido siálico na migração do T. cruzi do espaço intravascular e no tropismo desses parasitos a diferentes órgãos. Camundongos BALB/c foram dessialilados com sialidase de Vibrio cho/era antes de infectá-Ios intravenosamente com tripomastigotas. Amostras de sangue foram coletadas e retirados diversos órgãos 48 horas pós-infecção. A parasitemia foi mensurada através de hemocitômetro e o DNA parasitário nos órgãos quantificado através de hibridização com uma sonda marcada com 32p, correspondendo a um segmento de DNA satélite do T. cruzi. A saída dos parasitos da circulação e o tropismo para diferentes tecidos foi semelhante em animais dessialilados ou não. Foi também investigado se trans-sialidases (TS; enzima que transfere ácido siálico de glicoproteínas do hospedeiro para moléculas da membrana parasitária), com ou sem atividade enzimática, ligam-se a tecido cardíaco utilizando-se uma reação de imunoperoxidase. Foram usados como reagentes TS recombinante (ativa, inativa e apresentando apenas o domínio C-terminal) e um anticorpo monoclonal anti-TS. Foi observada coloração do tecido tanto nos cortes incubados com TS ativa quanto com a inativa e ausência de coloração quando incubado com o fragmento correspondendo ao domínio C-terminal da molécula de TS. Nossos achados com a dessialilação sugerem que o ácido siálico não é um ligante envolvido na saída do T. cruzi do compartimento intravascular. A ligação da TS ao coração se dá por sua região catalítica, independendo de atividade enzimática.
Abstract: The sialic acid acts in several biological phenomena, and it could exhibit an enhancing effect in the invasion of host cells by T. cruzi. Sialylated molecules in the host cells might be important for invasion since mutant cell lines that express less sialic acid are poorly invaded and this is restored by their resialylation. To study the possible role of sialic acid in the migration of the T. cruzi from intravascular space to different tissues, the intravascular space of BALB/c mice was desialylated with sialidase of Vibrio cholera followed by intravenous infection with T. cruzi trypomastigotes. Blood was collected and organs were taken 48 hours post-infection. The parasitemia was measured through hemocytometer and parasitic DNA in the organs quantified through hibridization with a probe labelled with ^^P, corresponding to a T. cruzi satellite DNA segment. The clearance of the parasites from the circulation was identical in mice desialylated or no desialylated. To investigate if the trans-sialidase (TS; enzyme that transfers sialic acid of glycoproteins of the host to molecules of the parasitic membrane) with or without enzymatic activity binds to heart tissue it earned out a immunoperoxidase reaction. When recombinant TS was used (TS active, inactive and the C-terminal domain) and an monoclonal antibody anti-TS, labelling of the tissue was observed in sections incubated with TS active or inactive. Our findings with the mice desialylation demonstrate that the sialic acid is not a ligand involved in the clearence of the T. cruzi of the compartment intravascular and suggest to be involved in the tropism of the parasite for the lung, liver and blood of the vertebrate host. The binding of TS to the heart tissue seems to be through out the catalytic domain, but it doesn't depend on enzymatic activity.
Keywords: Trypanosoma cruzi
Mouse
Sialic acid
Trans-sialidase
keywords: Trypanosoma cruzi
Camundongos
Ácido siálico
Ácido N-Acetilneuramínico
Parasitemia
Issue Date: 2002
Publisher: Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Citation: AMOR, Ana Lúcia Moreno. AInfecção de camundongos por Trypanosoma cruzi: alguns aspectos da interação parasito-hospedeiro envolvendo o ácido siálico e a trans-sialidase. 2002. 56 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal da Bahia. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, Fundação Oswaldo Cruz, Salvador, 2002.
Date of defense: 2002
Place of defense: Salvador/BA
Department: Coordenação de Ensino
Defense institution: Universidade Federal da Bahia. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Program: Pós-Graduação em Patologia
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Lucia Moreno Amor Infecção...2002.pdf24.16 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.