Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/34010
Title: Melanoma cutâneo: avaliação clínica, demográfica e histopatológica de 274 casos diagnosticados na Bahia
Advisor: Freitas, Luiz Antonio Rodrigues de
Members of the board: Bastos, Jorge Luiz Andrade
Bittencourt, Achiléa Lisboa Cândido
Freitas, Luiz Antônio Rodrigues de
Authors: Brandão, Miguel Ângelo Rodrigues
Affilliation: Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina. Salvador, BA, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil.
Abstract: O melanoma é o câncer com maior aumento na incidência nos últimos anos e suas características precisam ser conhecidas no Estado da Bahia. Este estudo é composto de duas partes: Dissertação sobre os aspectos gerais do melanoma e como segunda parte um estudo dos casos acompanhados pelo autor que tem como objetivo avaliar as características clínicas, demográficas, epidemiológicas e histopatológicas do melanoma cutâneo no estado da Bahia, como também determinar as diferenças raciais, distribuição entre as instituições e o papel da manipulação prévia inadequada como fator prognóstico. Estudo retrospectivo em duas instituições. No período 1/03/1992 a 31/12/2000, 274 casos sucessivos com comprovação histológica, acompanhados por um mesmo cirurgião oncológico. Variáveis estudadas: instituição; idade; sexo; naturalidade; procedência; raça; local da lesão primária; nível de Clark; espessura de Breslow; fase de crescimento; tempo de doença; biópsia incisional e excisional; presença de ulceração; associação com gravidez; uso de reposição hormonal e anticoncepcional oral; tipo histológico; manipulação prévia; tratamento; recorrência; sobrevida e mortalidade. Foram considerados como critérios para manipulação prévia inadequada: cirurgia da lesão primária sem estudo (" anátomo-patológico; cauterização química ou elétrica; margens inadequadas; nodulectomia e não linfadenectomia no estádio 111. 274 casos, 80 (rede pública) e 194 (clínica privada). Perda de seguimento de 1,46%. O tempo médio de seguimento foi de 5 anos. Idade média de 52,4 anos. Sexo masculino 44,9%, feminino 55,1 %. O tempo médio entre a percepção da lesão até o diagnóstico foi de 22,2 meses. O nível de Clark não foi mensurado em 10,9% dos laudos e a espessura de Breslow em 35%. A rede pública apresentou maiores níveis de Clark; espessura de Breslow; ulceração; fase de crescimento vertical e estadios mais avançados. Em relação à raça: Brancos 73,4%, pardos 10,9% e negros 15,7%. A raça branca predominou no serviço privado (87,6%) e a negra no serviço público (42,5%). Tipo histológico: 19,0% acrallentiginoso, 47,1% superficial, 25,9% nodular, 2,9% tipo lentigo maligno, 5,1 % não classificado. Na raça branca o melanoma superficial correspondeu a 53,7% e na raça negra predominou o acral lentiginoso 81,4%. Os pacientes foram estadiados como: I 52,9%; 11 25,2%; 111 12,0% e IV 9,9%. Em relação à manipulação prévia: 34,3% sem manipulação, 41,6% com manipulação prévia adequada e 24,1% com manipulação prévia inadequada. A recidiva nestes grupos ocorreu em 2,1%, 2,6% e 25,8% respectivamente (p<10-17) e a mortalidade em 11,7%, 2,6% e 40,9%, respectivamente (p< 10-11). A recidiva global foi de 8,0% e a mortalidade global 15,0%. Foram significativas para mortalidade, na analise univariada: nível de Clark IV e V; espessura de Breslow > 1,51 mm; ulceração; tipo histológico nodular e acral lentiginoso; fase de crescimento vertical; presença de recidiva; manipulação prévia inadequada e estadiamento III e IV. A análise multivariada, com regressão logística, revelou que os fatores prognósticos independentes para a mortalidade foram o estádio, (p <0,000001), com odds ratio de 42,83 (IC 96% 14,9 - 122,6); seguido da manipulação prévia inadequada, p= 0,004 e adds ratio de 3,83 (IC 95% 1,5 - 9,7). CONCLUSÕES: Diferenças significativas entre as instituições públicas e privadas, com dados de pior prognóstico no serviço público. A Bahia possui um alto percentual de melanoma acral lentiginoso, diferente dos dados do Brasil. Predominância do melanoma acral na raça negra. 0 atraso no diagnóstico foi significativo. A manipulação prévia inadequada foi um fator prognóstico adverso, para a recidiva e mortalidade, sendo superada apenas pelo estadiamento.
Abstract: Melanoma has the largest Incidence increase among all cancers worldwide. The characteristics of melanoma In our state (Bahia- Northeastern Brazil) have not been described. OBJECTIVE: This study documents general aspects of melanoma, evaluates clinical, demographic and histophatologlcals characteristics of melanoma in the state of Bahia; emphasizing racial differences, distribution among institutions and the role of inadequate previous manipulation as an adverse prognostic factor. METHODS: Retrospective data from two institutions and a single oncology surgeon. Study period: 03/01/1992 to 12/31/2000. 274 consecutive cases with histopathological confirmation. Studied variables: institution; age; gender; birthplace; race; site of the primary lesion; dark's level; Breslow thickness; growth phase; time since disease manifestation; biopsy Incisional and excisional; presence of ulceration; association with pregnancy; use of any hormonal agent; subtype histological; previous manipulation; treatment; recurrence; overall survival and mortality. Criteria for Inadequate previous manipulation: primary surgery without anatomopathoiogicai study; chemical or electrical cauterization; inadequate margins; lymph nodule sampling and not radical iymphadenectomy in stage IH. RESULTS: 274 cases, 80 (public) and 194 (private). FoUow-up loss of 1.46%. Median foiiow-up 5years. Average age of 52.4 years. Males 44.9% and females 55.1%. Average time between patient perception of the lesion and diagnosis: 22.2 months, dark's level was not measured in 10.9% and Bresiow thickness in 35%. The public service has dark's larger levels; thickness of Bresiow; ulceration; phase of vertical growth and stages more advanced. Race distribution: white 73.4%, mulatto 10.9% and African-Americans 15.7%. White race predominated in the private service (87.6%) and African-American in the public service (42.5%). Histological subtype: 19.0% acral, 47.1% superficial, 25.9% noduiar, 2.9% lentigo, 5.1% not classified. In white patients superficial melanoma corresponded to 53.7% and in the African-American race acrai was found in 81.4%. Disease stage: I 52.9%; II 25.2%; III 12.0% and IV 9.9%. Previous manipulation: absent 34.3%, 41.6% adequate and 24.1% inadequate. Recurrence occurred in 2.1%, 2.6% and 25.8% respectively (p<l(T^^) and mortality in 11.7%, 2.6% and 40.9%, respectively (p<l(J^^). Overall recurrence 8.0% and the overall mortality 15.0%. Significant for mortality (univariated analysis): dark level; Breslow thickness > 1.51 mm; ulceration; noduiar and acral melanoma; vertical growth phase; recurrence; Inadequate previous manipulation and stage III and IV. Multivariate analysis, with logistic regression revealed independent prognostic factors significant for mortality were: stage (p <0.000001), with odds ratio of42.83 (IC 96% 14.9-122.6); followed by the inadequate previous manipulation (p= 0.004), and odds ratio of 3.83 (IC 95% 1.5 - 9.7). CONCLUSIONS: Significant differences among public and private institutions. with data of worse prognosis in the pubiic service. Patients from Bahia have a higher then reported incidence ofacra! melanoma. There Is a preponderance of acrai melanoma in African Americans. There is a relevant delay in diagnosis. Inadequate previous manipulation was an adverse prognosis factor for recurrence and mortality, being just overcome by disease stage.
Keywords: Melanoma
Acrai
Previous manipulation
Race
Brazil
keywords: Melanoma
Câncer
Neoplasias
Cirurgia
Grupos de Populações Continentais
Issue Date: 2003
Publisher: Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Citation: BRANDÃO, Miguel Ângelo Rodrigues. Melanoma cutâneo: avaliação clínica, demográfica e histopatológica de 274 casos diagnosticados na Bahia. 2003. 186 f. Dissertação (Mestrado em Patologia). - Universidade Federal da Bahia.Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, Fundação Oswaldo Cruz, Salvador, 2003.
Date of defense: 2003
Place of defense: Salvador/BA
Department: Coordenação de Ensino
Defense institution: Universidade Federal da Bahia. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Program: Pós-Graduação em Patologia
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Miguel Angelo Rodrigues Brandao Melanoma...2003.pdf78.24 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.