Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/34074
Title: Avaliação da expressão de osteopontina na infecção in vitro e in vivo por Leishmania sp
Advisor: Veras, Patrícia Sampaio Tavares
Members of the board: Schriefer, Nicolaus Albert Borges
Brodskyn, Claudia Ida
Veras, Patricia Sampaio Tavares
Authors: Almeida, Taís Fontoura de
Affilliation: Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina. Salvador, BA, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil.
Abstract: Camundongos da linhagem CBA/J são resistentes à infecção porX. major e susceptíveis à infecção por Z,. amazonensis, apresentando distintos padrões morfológicos de resposta tecidual e da resposta imune. O infiltrado inflamatório nestes animais é composto principalmente por macrófagos. Macrófagos desempenham importante papel na infecção por Leishmania por serem as principais células hospedeiras do parasito, por apresentarem antígenos a linfócitos T específicos e por secretarem citocinas e quimiocinas. Pouco se sabe sobre os mecanismos envolvidos no recrutamento de macrófagos para o sítio da infecção, embora este seja um importante fenômeno para a manutenção e disseminação da infecção por Leishmania. Osteopontina (OPN) é uma proteína envolvida em migração e adesão celular e que tem sido relacionada à atração de macrófagos para sítios inflamatórios em resposta a diferentes estímulos patológicos, sendo os macrófagos o tipo celular que predominantemente responde a OPN. Este trabalho teve como objetivo avaliar a participação de osteopontina durante a infecção in vitro de, macrófagos por Leishmania sp. e durante a infecção in vivo de camundongos CBA/J por este mesmo patógeno. Macrófagos peritoneais inflamatórios e camundongos CBA/J foram infectados por L. major ou L. amazonensis e a expressão de OPN foi avaliada, in vitro, através da expressão de RNAm e, in vivo, através de imunohistoquímica para OPN em células de infiltrados inflamatórios e de linfonodos de drenagem das lesões destes animais. Foi observado que há uma maior expressão de RNAm para OPN em tempos tardios após a infecção de macrófagos e em linfonodos de animais infectados por L. amazonensis. Por regressão linear, foi observada que essa maior expressão e maior número de células expressando OPN no linfonodo de drenagem são dependentes do tempo de infecção por L. amazonensis. Estes dados sugerem que OPN está envolvida na resposta de susceptibilidade de camundongos CBA/J à infecção por L. amazonensis e aponta para a necessidade de ampliar o conhecimento sobre o papel desta proteína no contexto da infecção por Leishmania.
Abstract: CBA mice are resistant to L. major infection and susceptible to L. amazonensis, presenting distinct pattems of tissular and immune responses. There is evidence that the early events post-infection are crucial to the course of the disease. Macrophages play a central role in Leishmania infection, since they are the cells that harbor parasites, present antigens to specific T lymphocytes and also have capacity to secrete cytokines and chemokines. Little is known about the mechanisms involved in macrophage recruitment to the site of infection despite it is important for the maintenance and dissemination of Leishmania infection. Osteopontin (OPN) is a protein involved in cellular migration and adhesion that has been related to attraction of macrophages to inflammatory sites in response to different pathological stimuli. Since macrophages are the main cell which responds to OPN stimulus, the goal of this work was to evaluate OPN participation during both in vitro and in vivo Leishmania infection. Peritoneal inflammatory macrophages and CBA/J mice were infected by L. amazonensis or L. major. In vitro, OPN expression was evaluated by RT-PCR analysis. In in vivo studies, the expression of OPN protein was detected in cells of the inflammatory infiltrates and draining lymph nodes of infected animals. During infection of peritoneal inflammatory macrophages it was observed a higher expression of OPN mRNA in later times of L. amazonensis infection. According to this result, the number of OPN expressing cells was higher in draining lymph nodes oîL. amazonensis infected animals. By linear regression analysis it was observed that the increase in both in vitro OPN mRNA and in vivo lymph node OPN expression depends on the time of L. amazonensis infection. These data suggest that OPN is involved in the susceptibility of CBA/J mice to L. amazonensis infection and points out to the need to broad the knowledge about the role of this protein in the context of infection by Leishmania.
Keywords: Mice CBA
Leishmania amazonensis
Leishmania major
keywords: Camundongos CBA
Leishmania amazonensis
Leishmania major
Issue Date: 2005
Publisher: Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Citation: ALMEIDA, Taís Fontoura de. Avaliação da expressão de osteopontina na infecção in vitro e in vivo por Leishmania sp. 2005. 65 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal da Bahia; Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, Fundação Oswaldo Cruz, Salvador, 2005.
Date of defense: 2005
Place of defense: Salvador/Ba
Department: Coordenação de Ensino
Defense institution: Universidade Federal da Bahia. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Program: Pós-Graduação em Patologia
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tais Fontoura de Almeida Avaliação...2005.pdf23.93 MBAdobe PDFView/Open
Tais Fontoura de Almeida Avaliação...2005.pdf23.93 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.