Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/34706
Title: Avaliação da antecipação do nascimento nas gestações de mães aloimunizadas Rh (D) com baixo risco para anemia fetal e neonatal assistidas no Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira
Advisor: Peixoto Filho, Fernando Maia
Lobato, Gustavo
Authors: Dutra, Beatriz Ribeiro Torres
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Avaliação da antecipação do nascimento nas gestações de mães aloimunizadas Rh(D) com baixo risco para anemia fetal e neonatal assistidas no IFF/FIOCRUZ INTRODUÇÃO O melhor momento para interrupção das gestações complicadas por aloimunização Rh (D) é um tema controverso e com evidência limitada na literatura. A opção pela antecipação do parto na faixa de idade gestacional de prematuridade merece especial atenção quando lidamos com o grupo de baixo risco para anemia OBJETIVO Analisar as razões potenciais que levaram ao parto pré-termo nas gestações com baixo risco para anemia neonatal no IFF/FIOCRUZ, comparando o grupo dos recém nascidos a termo com o dos recém nascidos pré-termo quanto ao maior múltiplo da mediana do pico de velocidade sistólica na artéria cerebral média e hematócrito ao nascimento. MATERIAL E MÉTODOS Estudo observacional retrospectivo, com obtenção dos dados por análise dos prontuários das mães e recém-nascidos de gestações assistidas no IFF/Fiocruz por aloimunização Rh(D) com baixo risco para anemia definido por características da história obstétrica e acompanhamento pré-natal e com parto nesta instituição entre janeiro de 2004 e dezembro de 2014. RESULTADOS Foram avaliadas 177 gestações com aloimunização Rh(D) e baixo risco para anemia. O parto foi indicado exclusivamente pela doença hemolítica perinatal em 77,4% dos casos (IC 95% 70,5-83,3%). A prevalência de prematuridade por qualquer causa foi de 35,6% (IC95% 28,6-43,1%) e de prematuridade indicada exclusivamente pela doença hemolítica 24,9% (IC95% 18,7-31,9%). No grupo com nascimento pré-termo foi encontrada uma maior proporção de casos com PV ACM > 1,30MoM, com diferença estatisticamente significativa (p valor < 0,05). A comparação da média do hematócrito entre os dois grupos também mostrou diferença estatisticamente significativa, com o grupo dos nascidos pré-termo com média mais baixa do hematócrito ao nascimento (p valor < 0,05). CONCLUSÕES Esses resultados sugerem que mesmo no grupo de baixo risco para anemia provavelmente há uma proporção de casos que se beneficiam do nascimento prematuro para parada da progressão da doença intra-útero e instituição precoce de tratamento neonatal. Talvez um ponto de corte diferente daquele utilizado para indicação de transfusão intra útero possa identificar os fetos que se beneficiariam do nascimento prematuro dentro do grupo de baixo risco.
Abstract: The delivery anticipation in pregnancies with Rh(D) alloimmunization and low risk of fetal and neonatal anemia assisted at IFF/FIOCRUZ INTRODUCTION The optimal timing for delivery in pregnancies complicated by Rh(D) alloimmunization it’s a controversial topic, with little evidence in literature. The decision for anticipation of delivery in a gestational age before term deserves special attention when we deal with the subgroup with low risk of anemia. PURPOSE Analyze the potential reasons that lead to a preterm birth in pregnancies with low risk of fetal and neonatal anemia at IFF/FIOCRUZ, comparing pregnancies with term neonates with the ones with preterm neonates in means of highest multiple of the mean of median cerebral artery peak velocity and neonatal hematocrit after delivery. MATERIAL AND METHODS Retrospective observational study, getting information from medical record of mother and neonate of pregnancies followed at IFF/FIOCRUZ for Rh(D) alloimmunization and low risk for fetal and neonatal anemia, defined by characteristics of obstetric history and prenatal care, that delivered at the same institution between January 2004 and December 2014. RESULTS Medical records of one hundred seventy-seven pregnancies with Ph(D) alloimmunization and low risk for fetal and neonatal anemia were evaluated. Delivery was indicated exclusively by perinatal hemolytic disease in 77,4% of them (IC 95% 70,5-83,3%). Prevalence of prematurity by any reason was 35,6% (IC95% 28,6 -43,1%) and of prematurity exclusively indicated by perinatal hemolytic disease 24,9% (IC95% 18,7-31,9%). In the group with preterm delivery a higher proportion of cases with PV ACM > 1,30MoM was found, with statistical significance (p < 0,05). Comparing the hematocrit mean between groups a statistic significant difference was also found, with the preterm birth neonates mean hematocrit lower (p < 0,05). CONCLUSIONS These results suggest that even in the low risk of anemia group there is a proportion of cases that get benefit from the preterm delivery as it stops progression of intrautero perinatal hemolytic disease and provides early institution of neonatal treatment. A new threshold different of that used for indication of intrautero transfusion might identify fetuses in the low risk of anemia group that could get benefit of premature delivery.
keywords: Eritroblastose fetal
Isoimunização Rh
Recém-nascido Prematuro
Assistência Perinatal
Issue Date: 2018
Citation: DUTRA, Beatriz Ribeiro Torres. Avaliação da antecipação do nascimento nas gestações de mães aloimunizadas Rh (D) com baixo risco para anemia fetal e neonatal assistidas no Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira. 2018. 65 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa Aplicada à Saúde da Criança e da Mulher)-Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2018.
Date of defense: 2018
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Aplicada à Saúde da Criança e da Mulher
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
beatriz_dutra_iff_mest_2018.pdf938.15 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.