Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/34716
Title: Uma via periférica para os hormônios sexuais: empresariamento, biologias, classe e corpos femininos
Advisor: Jannotti, Cláudia Bonan
Authors: Pimentel, Ana Cristina de Lima
Coadvisor: Gaudenzi, Paula.
Teixeira, Luiz Antonio.
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Esta tese apresenta a vida social de implantes hormonais subdérmicos produzidos e comercializados unicamente no Brasil desde a década de 1990 por uma empresa de manipulação de medicamentos denominada Elmeco. Esses objetos farmacológicos são compostos por dois elementos fundamentais: um tubo de silicone e uma substância química derivada dos chamados hormônios sexuais. Desde essa composição tecnológica podem ser manejados em distintas combinações através da realização de procedimento de inserção sob a pele. A ascendência destes objetos biomédicos está relacionada às políticas demográficas internacionais nas décadas de 1960 e 1970, quando um consórcio político-científico, coordenado pelo Population Council, buscava sistemas de administração de contraceptivos hormonais eficazes para controlar a fertilidade de mulheres de países periféricos na geopolítica global. Desde os primórdios da preparação deste sistema de administração de hormônios, pesquisadores brasileiros estiveram envolvidos nas pesquisas clínicas, com destacada contribuição do médico e pesquisador Elsimar Coutinho na cidade de Salvador, Bahia. Mesmo diante de vigorosas reações de pesquisadores brasileiros, durante a década de 1980, os ensaios clínicos com a primeira marca registrada de implante hormonal subdérmico no mundo, o Norplant®, foram proibidas no país e a vida desta forma farmacêutica foi provisoriamente encerrada localmente. Este episódio, entretanto, não significou o fim da vida dos implantes subdérmicos no Brasil. Desde a década de 1990, com o engajamento de Elsimar Coutinho, foi edificada uma empresa-laboratório de manipulação de medicamentos com o nome Elmeco Assumindo a chave metodológica proposta por Geest e Whyte (1996) esta tese delineia três fases na vida social dos implantes hormonais subdérmicos produzidos pela Elmeco: a) fase de fabricação, produção e comercialização: destaca-se o processamento da cadeia produtiva operada na Elmeco, b) a fase intermediária: apresenta-se o processo de distribuição dos produtos aos seus consumidores que, no caso dos implantes, processa-se centralmente na clínica, que é, ao mesmo tempo, o espaço físico e um tipo de prática sobre o corpo hormonal; c)a fase final: analisa-se as eficácias farmacológicas destes pequenos fármacos, tomando os diferentes atores envolvidos em seu transcurso existencial: as mulheres, as farmacêuticas e os médicos. Cada estágio do ciclo de vida dos implantes possui atores, espacialidades, temporalidades e um regime de valores e normas, que são apresentadas na tese. Ainda que se procure delinear as singularidades de cada fase, um interesse comum permaneceu ao longo de toda a tese: as modificações nas relações entre corpo e objeto que se estabelecem a partir das práticas através das quais os implantes nucleiam associações e relações farmacopolíticas e, ao fazê-lo, customiza corpos sexualizados e formas de vida com distinções de classe nos cenários da biomedicina contemporânea que se enseja dentro da racionalidade neoliberal do século XXI. A eficácia farmacêutica é o último e decisivo estágio de vida, pois ela enseja o próprio sentido da existência de objetos farmacológicos. Nos contextos estudados, as relações corpo-objeto se orientam em direção à finalidade de existência deste objeto farmacológico, que são as modificações corporais possibilitadas pelos imaginários farmacêuticos dos hormônios sexuais androgênicos. Hibridizados, corpo-objeto, fazem-se um tipo de ciborgue farmacoquímico empresa cujos atributos valorizados são as atitudes enérgicas.
Abstract: This thesis presents the social life of subdermal hormonal implants produced and marketed only in Brazil since the 1990s by a drug-handling company called Elmeco.They are composed of two fundamental elements: a silicone tube and a chemical substance derived from the so-called sex hormones. The ascendancy of these biomedical objects is related to international demographic policies in the 1960s and 1970s when a political-scientific consortium, coordinated by the Population Council, sought effective hormonal contraceptive delivery systems to control the fertility of women from peripheral countries in global geopolitics. Since the beginning of the preparation of this system of hormone administration, Brazilian researchers have been involved in clinical research, with a distinguished contribution by the physician and researcher Elsimar Coutinho in the city of Salvador, Bahia. Even in the face of vigorous reactions from Brazilian researchers during the 1980s, clinical trials with the world's first brand of subdermal hormone implant Norplant® were banned in the country and life in this pharmaceutical form was provisionally closed locally. This episode, however, did not mean the end of life of the subdermal implants in Brazil. Since the 1990s, Elsimar Coutinho has been involved in the development of a drug-handling laboratory with the name Elmeco. Assuming the methodological key proposed by Geest and Whyte (1996), this thesis delineates three phases in the social life of the subdermal hormonal implants produced by Elmeco: a) manufacturing phase, production and commercialization: we highlight the processing of the production chain operated at Elmeco, b) the intermediate phase: the process of distribution of the products to its consumers is presented, which in the case of implants, is processed centrally in the clinic, which is both physical space and a type of practice on the body hormonal; c) the final phase: the pharmacological efficacies of these small drugs are analyzed, taking the different actors involved in their existential course: women, pharmacists and doctors. Each stage of the implant life cycle has actors, spatiality, temporalities, and a regime of values and norms, which are presented in the thesis. Although one tries to delineate the singularities of each phase, a common interest remained throughout the thesis: the modifications in the relations between body and object that are established from the practices through which the implants nucleate associations and pharmacopolitical relations and, at the same time, to do so, customizes sexualized bodies and life forms with class distinctions in the scenarios of contemporary biomedicine that comes within the neoliberal rationality of the 21st century. Pharmaceutical efficacy is the ultimate and decisive stage of life, since it gives rise to the very meaning of pharmacological objects. In the contexts studied, body-object relations are oriented toward the purpose of existence of this pharmacological object, which are the bodily modifications made possible by the pharmaceutical imaginaries of the androgenic sex hormones. Hybridized, body-object, they become a type of cyborg pharmacoquimico company whose valued attributes are energetic, productive, vibrant, sexualized, strong and beautiful attitudes that are possible through a unique ordering of practicality, effectiveness, continuous functioning and excitement and continuous stimuli.
keywords: Hormônios sexuais
Sexualidade
Políticas de saúde
Medicalização
Aprimoramento biomédico
Issue Date: 2018
Citation: PIMENTEL, Ana Cristina de Lima. Uma via periférica para os hormônios sexuais: empresariamento, biologias, classe e corpos femininos. 2018. 355 f. Tese (Doutorado em Pesquisa Aplicada à Saúde da Criança e da Mulher)-Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2018.
Date of defense: 2018
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Aplicada à Saúde da Criança e da Mulher
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ana_pimentel_iff_dout_2018.pdf2.25 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.