Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/3486
Title: Estudos clínico e epidemiológico de indivíduos portadores de retardo mental inseridos no programa de educaçäo especial do Estado do Rio de Janeiro
Advisor: Llerena Júnior, Juan Clinton
Camacho, Luiz Antônio Bastos
Authors: Silva, Raquel Tavares Boy da
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Departamento de Ensino. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Tem por objetivo descrever a história familiar, os antecedentes clínicos pré, peri e pós-natais e os achados ao exame neurológico forma de uma amostra de alunos portadores de retardo mental (RM) pertencentes ao Programa de Educação Especial do Estado do Rio de Janeiro. Foram avaliados, por equipe composta por 2 pediatras geneticistas e 1 neurologista, 311 indivíduos portadores de RM. Exame clínico e morfológico foi realizado nos 311 alunos e o exame neurológico formal em 71 por cento (221/311), com preenchimento dos respectivos questionários de avaliação. Dados pertinentes a faixa etária, sexo, consanguinidade, idade parental, Síndrome de Down, antecedentes pré, peri e pós-natais e patologias associadas foram obtidos. Utilizamos duas amostras populacionais de referência para a comparabilidade de algumas variáveis: Subsistema de Informações sobre Nascimentos da Secretaria Municipal de Saúde (SINASC) e Estudo Colaborativo Latino-americano de Malformações Congênitas (ECLAMC). A análise estatística foi realizada no pacote de programas do EPI INFO 6.0. A faixa etária variou entre 6 meses a 40 anos de idade, média de idade de 14,4 mais ou menos 0,7 anos, com prevalência maior do sexo masculino (sex ratio=1,57, p <0,01); como relatado na maioria dos estudos sobre a prevalência do RM. A ocorrência da consanguinidade, idade materna elevada, abaixo peso ao nascimento, microcefalia, atraso motor e de fala, convulsões e alterações comportamentais em frequências elevadas apontam para a possibilidade de RM severo nestes indivíduos. Percentuais elevados de prematuridade, baixo peso ao nascimento e internação em berçário nesta amostra levam-nos a sugerir que atenção especial seja dada a recém-nascidos que apresentem estas intercorrências. Medidas voltadas para o reconhecimento, por parte dos profissionais de saúde, do portador de RM, de atrasos do desenvolvimento e déficits associados e o seu encaminhamento precoce para instituições de estimulação, reabilitação e educação precoce deveriam ser estimuladas.
DeCS: Deficiência Intelectual
Educação Especial
Síndrome de Down
Issue Date: 1996
Publisher: Instituto Fernandes Figueira
Citation: SILVA, Raquel Tavares Boy da. Estudos clínico e epidemiológico de indivíduos portadores de retardo mental inseridos no programa de educaçäo especial do Estado do Rio de Janeiro. 1996. 101 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Criança)-Instituto Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 1996.
Date of defense: 1996-04
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Departamento de Ensino
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira
Program: Programa de Pós Graduação em Saúde da Criança
Copyright: restricted access
Appears in Collections:IFF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RAQUEL TAVARES BOY DA SILVA.pdf14.42 MBAdobe PDFThumbnail
    Request a copy



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.