Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/35911
Title: Mosquitos no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. IV. Preferência alimentar
Authors: Guimarães, Anthony Érico
Arlé, Monique
Machado, Roberto N. M.
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Departamento de Entomologia. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Departamento de Entomologia. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Departamento de Entomologia. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Como parte das observações que vimos realizando sobre a ecologia dos mosquitos culicíneos no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, Estado do Rio de Janeiro, estudamos nesta oportunidade as preferências alimentares dos espécimens fêmeas que ali ocorrem. Através de amostragens simultâneas a nível do solo e nas imediações da copa das árvores, em diferentes períodos de 24 horas consecutivas, realizamos a captura da fauna culicideana atraída para a hematofagia por uma das iscas alí expostas: ave, gambá, lagarto e isca humana comparativa. No período de março de 1983 a setembro de 1985, a fauna culicideana apresentou-se bastante eclética, com uma ligeira tendência ao antropofilismo. A única espécie nitidamente ornitófila foi o Culex nigripalpus, enquanto Cx. (Melanoconion) sp. distribuiu-se, em baixas incidências entre o gambá e a ave nas suas preferências. Alguns sabetíneos, como Trichoprosopon similis, Tr. frontosus, Tr. reversus, Tr. thobaldi, Wyeomyia personata, Wy. confusa, Wy. mystes, Phoniomyia pilicauda, Ph. theobaldi e Limatus durhami, foram capturados, em significativos percentuais, realizando o repasto sangüíneo na ave. Entretanto, em nenhuma oportunidade, observamos o lagarto sendo utilizado para hematoagia pelos mosquitos.
Abstract: We report here, as part of our study on the ecology of the Culicinae in Serra dos Órgãos National Park, State of Rio de Janeiro, the host preferences for hematophagy. We have conducted, from March 1983 to February 1985, captures on four baits - man, opossum, bird and lizard -, at soil level and at the tree canopy using different time schedules and during 24 consecutive hours. Human bait attracted the greatest number of mosquitoes, followed by birds and opossums. No mosquitoes fed on lizards. Some species show clear preference for feeding on human blood: Aedes scapularis, Ae. terrens, Anopheles cruzii, Haemagogus capricornii (important vector of Sylvan Yellow Fever in the North and Central Western Regions of Brazil), Trichoprosopon digitatum, Sabethes tarsopus and Sa. identicus. Culex nigripalpus preferred to feed on avian blood.
Keywords: Mosquito
Feeding preference
Serra dos Órgãos National Park
keywords: Mosquitos
Preferência alimentar
Serra dos Órgãos
Rio de Janeiro
Issue Date: 1987
Publisher: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz.
Citation: GUIMARÁES, Anthony Érico; ARLE, Monique, MACHADO, Roberto N. M. Mosquitos no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. IV - Preferência alimentar. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, v. 82, n. 2, p. 277-285, abr./jun. 1987.
DOI: 10.1590/S0074-02761984000300004
ISSN: 0074-0276
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RobertoMachado_MoniqueArle_etal_IOC_1987.pdf421.86 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.