Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/36296
Title: Doenças crônicas não transmissíveis e sua relação com o comportamento suicida no contexto hospitalar: percepções dos profissionais de saúde
Other Titles: chronic diseases and their relation to suicidal behavior in the hospital context: perceptions of health professionals
Advisor: Figueiredo, Ana Elisa Bastos
Authors: Magalhães, Karla de Souza
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A presente investigação teve como objetivo estudar as percepções dos profissionais de saúde sobre o comportamento suicida manifestado por pacientes portadores de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) internados em hospitais gerais. Concentramos a atenção na alta complexidade pois partimos do pressuposto de que o comportamento suicida não está presente apenas em unidades de saúde mental da atenção básica ou em prontos-socorros, mas também nos setores de internação dos hospitais gerais. Para melhor compreensão e aprofundamento da temática proposta, realizamos uma pesquisa qualitativa, com enfoque descritivo e analítico, que contou com uma revisão ampliada de literatura (com autores das áreas da psicanálise clássica e da sociologia) e uma revisão integrativa de literatura (com estudos atuais de âmbito nacional e internacional). Num segundo momento, realizamos, ainda, uma pesquisa de campo em um Hospital Universitário, situado no município do Rio de Janeiro. Entrevistamos 08 (oito) profissionais de saúde atuantes nos serviços de doenças crônicas não transmissíveis da instituição. O material coletado nas entrevistas foi submetido à Análise de Discurso da escola francesa fundada por Michel Pêcheux. Como resultado, o estudo constatou a forte relação entre as doenças crônicas não transmissíveis, principalmente as incapacitantes, e o comportamento suicida. Além disso, mostrou, por meio dos discursos dos entrevistados, que as equipes de saúde dos hospitais gerais não estão preparadas técnica e psicologicamente para lidarem com essas situações, pois a formação desses profissionais prioriza apenas os aspectos orgânicos em suas grades curriculares, deixando de lado a temática da finitude e do comportamento suicida. Por meio dessa pesquisa, concluímos que se faz urgente a inserção de disciplinas que abordem especificamente o tema da violência autoinfligida nos cursos da área da saúde e que, no âmbito da saúde pública, a alta complexidade possa ser incluída nos projetos de prevenção do suicídio e treinamento das equipes.
Abstract: This research aimed to study the perceptions of health professionals on suicidal behavior manifested by patients with chronic non-communicable diseases (CNCDs) admitted to general hospitals. Attention was concentrated on high complexity as it is assumed that suicidal behavior is not only present in primary care mental health units or in emergency rooms, but also in the hospitalization sectors of general hospitals. For a better understanding and deepening of the proposed theme, a qualitative research was carried out, with a descriptive and analytical approach, which included a broader literature review (with authors from the areas of classical psychoanalysis and sociology) and an extended literature review (with current studies at national and international level). In a second moment, it was also conducted a field research in a University Hospital in the city of Rio de Janeiro, when 08 (eight) health professionals working in the services of chronic non-communicable diseases of the institution were interviewed. The material collected was submitted to the Discourse Analysis of the French school founded by Michel Pêcheux. As a result, the study found a strong relationship between chronic non-communicable diseases, especially the ones causing disability, and suicidal behavior. In addition, it showed, through the interviewees ' discourses, that the health staff of the general hospitals are not technically and psychologically prepared to deal with these situations, as the preparation of these professionals prioritizes only the organic aspects in their programs, leaving aside the theme of finitude and suicidal behavior. Through this research, it can be concluded that it is urgent to insert subjects that specifically address the self-inflicted violence issue in health courses and that, in public health, high complexity can be included in the suicide prevention projects and staff training.
Keywords: Chronic non-communicable disease
Suicidal behavior
General Hospital
Health professionals
keywords: Doença Crônica Não Transmissível
Comportamento Suicida
Hospital Geral
Profissionais de Saúde
DeCS: Doença Crônica
Doenças não Transmissíveis
Suicídio - psicologia
Comportamento
Hospitais Gerais
Pessoal de Saúde
Issue Date: 2019
Citation: MAGALHãES, Karla de Souza. Doenças crônicas não transmissíveis e sua relação com o comportamento suicida no contexto hospitalar: percepções dos profissionais de saúde. 2019. 127 f. (Programa de Pós-graduação em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Rio de Janeiro, 2019.
Date of defense: 2019
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Fundação Oswaldo Cruz
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ve_Karla_de_Souza_ENSP_20191.17 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.