Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/37029
Title: Marialzira Perestrello: a trajetória profissional de uma médica e psicanalista carioca (1934-1962)
Advisor: Facchinetti, Cristiana
Authors: Moura, Vanessa de Almeida
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O objetivo desta dissertação é analisar a formação e profissionalização da médica e psicanalista Marialzira Perestrello (1916-2015), uma das fundadoras da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro, com a intenção de fornecer novos subsídios ao processo de institucionalização do movimento psicanalítico no Brasil e à história das ciências, sob um viés de gênero. O recorte cronológico é de 1934 a 1962, abrangendo desde sua entrada na Faculdade de Medicina até sua formação como psicanalista didata. A partir dessa delimitação temporal, analisaremos a geração em que ela está inserida, constituída por médicos que buscam na fundação de sociedades reconhecidas pela IPA uma maneira de legitimarem e se diferenciarem perante a prática psicanalítica. Apesar do foco na dimensão profissional de Marialzira, através do conceito de biografia coral, retratamos o sujeito como multifacetado ao ressaltar questões de gênero em sua formação, uma vez que ela fez parte de uma geração de mulheres que investiram em carreiras acadêmicas no início do século XX, comprovando como isso pode interferir na construção de trajetórias profissionais. Evidencia-se também que a análise da trajetória de Marialzira Perestrello espelha seu destino particular e traz questões mais gerais da história da psicanálise e de questões de gênero. Portanto, a compreensão de sua trajetória, ao levar em consideração certa quantidade de relações objetivas pertinentes, ocorreu pela análise das posições ocupadas pela médica e psicanalista, e de sua rede de sociabilidade.
Abstract: The aim of this dissertation is to analyze the formation and professionalization of the physician and psychoanalyst Marialzira Perestrello (1916-2015), one of the founders of the Brazilian Society of Psychoanalysis of Rio de Janeiro, intending to provide new subsidies to the process of institutionalization of the psychoanalytic movement in Brazil and the history of science, under a gender bias. The chronological scope is from 1934 to 1962, ranging from her entrance in the Faculty of Medicine to her formation as a trained psychoanalyst. From this temporal delimitation, we will analyze the generation in which she was inserted, constituted by doctors who seek in the founding of societies recognized by the IPA a way of legitimating and differentiating themselves at the psychoanalytic practice. Despite the focus on the professional dimension of Marialzira, through the concept of choral biography, we portrayed the subject as multifaceted by highlighting gender issues in her formation, since she was part of a generation of women who invested in academic careers at the beginning of the century XX, proving how this can interfere in the construction of professional trajectories. It is also evidenced that the analysis of the trajectory of Marialzira Perestrello reflects her particular destiny and brings more general questions of the history of psychoanalysis and of the questions of gender. Therefore, the understanding of her trajectory, taking into account a certain amount of pertinent objective relations, occurred by analyzing the positions occupied by the physician and psychoanalyst, and by her network of sociability.
Keywords: History of Psychoanalysis
Gender studies
Marialzira Perestrello
Biography
Professional trajectory
keywords: História da Psicanálise
Gênero
Marialzira Perestrello
Biografia
Trajetória Profissional
DeCS: Psicanálise
Pesquisadores
Identidade de Gênero
História do Século XX
Brasil
Issue Date: 2019
Publisher: Casa de Oswaldo Cruz
Citation: MOURA, Vanessa de Almeida. Marialzira Perestrello: a trajetória profissional de uma médica e psicanalista carioca (1934-1962). 2019. 125 f. Dissertação (Mestrado em História das Ciências e da Saúde) – Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2019.
Date of defense: 2019
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Casa de Oswaldo Cruz
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:COC - PPGHCS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_vanessa_moura.pdf1.4 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.