Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/3982
Title: Ciência, nação e região: as doenças tropicais e o saneamento no Estado do Amazonas (1890-1930)
Advisor: Lima, Nísia Trindade
Authors: Schweickardt, Júlio Cesar
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O objetivo da tese é refletir sobre as atividades de saneamento no Estado do Amazonas no período da Primeira República no Brasil. O momento coincide com o auge e o declínio da economia da borracha, fazendo da Região um importante centro de repercussão da cultura e das idéias científicas. Analisamos como as idéias da medicina tropical foram apropriadas por médicos do Amazonas e como foram colocados em prática os princípios daquela disciplina, com o objetivo de realizar a profilaxia da febre amarela e da malária. Essas duas endemias mobilizaram os diversos atores em torno das teorias, que debatiam sobre os mecanismos de transmissão e sobre as formas de combater e controlar os vetores. Diferentes comissões atuaram no Amazonas nesse período, que envolveram: médicos,cientistas e engenheiros de Manaus, da Capital Federal e de Instituições internacionais. A única comissão que realizou o saneamento do interior do Estado foi o Serviço de Saneamento e Profilaxia Rural, que transformou o posto rural em posto itinerante. O saneamento do Amazonas foi proposto e realizado por estas diferentes comissões, que teve como pano de fundo o ambiente e o regime das águas: na capital os igarapés, e no interior a imensa rede de rios e lagos. O Amazonas, nesse período, constituiu-se, portanto, em uma espécie de laboratório para a pesquisa e a experimentação das idéias científicas correntes. A região, em relação à nação, afirmou a sua autonomia e a sua identidade, através da ação dos médicos e cientistas que refletiram sobre a o saneamento do Estado.
Abstract: The aim of this thesis is to reflect on the activities of sanitation in the state of Amazonas during the First Republic in Brazil. The timing coincides with the peak and decline of the rubber economy, making the region an important center of culture and having the impact of scientific ideas. Analyzing how the ideas of tropical medicine were appropriate by doctors from Amazon and how they were put into practice the principles of that subject with the objective of achieving the prophylaxis of yellow fever and malaria. These two endemic diseases mobilized several segments around the theories, that used to debate on the mechanisms of transmission and on the ways to combat and control the vectors. Amazon had various committees of sanitation in that period, which involved: doctors, scientists and engineers from Manaus, from the Federal Capital and from international institutions. The only committee that worked on inside the State was Serviço de Saneamento e Profilaxia Rural, which transformed the rural post into itinerant post. The reorganization of the Amazon has been proposed and implemented by these various committees that had the background to the environment and the water: streams in the capital, and within the vast network of rivers and lakes. Amazon at that time was, therefore, a kind of laboratory for researching and testing current scientific ideas. The region, in relation to the nation, said its autonomy and identity, through the action of doctors and scientists who reflected on the improvement of State.
Keywords: Malaria
Yellow fever
Amazonas
keywords: Malária
Febre amarela
Amazonas
DeCS: Medicina Tropical
Saneamento
Controle de vetores
História do Século XIX
História do Século XX
Brasil
Issue Date: 2009
Citation: SCHWEICKARDT, Júlio Cesar. Ciência, Nação e Região: as doenças tropicais e o saneamento no Estado do Amazonas (1890-1930). 2009. 425 f. Tese (Doutorado em História das Ciências e da Saúde) – Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2009.
Date of defense: 2009
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Casa de Oswaldo Cruz
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:COC - PPGHCS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000016.pdf45.46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.