Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/400
Title: Iniciação sexual, masculinidade e saúde: narrativas de homens jovens universitários
Other Titles: Sexual initiation, masculinity and health: narratives of young men
Authors: Rebello, Lúcia Emilia Figueiredo de Sousa
Gomes, Romeu
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O objetivo do trabalho é analisar narrativas de homens jovens universitários sobre a experiência de iniciação sexual. O referencial teórico-conceitual foi o de scripts ou roteiros sexuais que se caracterizam como aprendizados sociais que informam os sujeitos sobre quando, como, onde e com quem devem ter experiências sexuais, indicando como agir sexualmente e as razões pelas quais devem ter algum tipo de atividade sexual. O método da investigação se configura como um estudo de narrativas, ancorado na abordagem de pesquisa qualitativa a partir da perspectiva hermenêutica dialética. O desenho metodológico envolve a compreensão de contextos, cenários, enredos e personagens das narrativas acerca da iniciação sexual. A análise se refere a narrativas de universitários na cidade do Rio de Janeiro. Dentre os significados da iniciação sexual, destacam-se os de coito, demarcação de uma etapa da vida, despertar para o gênero oposto e descoberta do corpo. Observa-se, ainda, como resultado do estudo, que as narrativas dos jovens foram coerentes com um modo de ser homem que se faz presente no discurso de diferentes gerações. Concluiu-se que é preciso um trabalho conjunto em saúde e educação que privilegie o protagonismo dos homens jovens em ações com vistas à promoção de saúde sexual e reprodutiva.
Abstract: The main objective of this study was to analyze the narratives of young university students about the experience of sexual initiation. The theoretical and conceptual references used were the sexual scripts of our society that inform people about when, how, where and with whom they should have their sexual experiences, indicating how to act sexually and the reasons why they have to practice some kind of sexual activity. The method used was a qualitative study of narratives from the perspective of dialectic hermeneutics. The methodological design involves the comprehension of sceneries, contexts, environments and characters of the narratives about sexual initiation. The analysis refers to narratives of university students in the city of Rio de Janeiro. Among the meanings of sexual initiation, we emphasize sexual intercourse, the demarcation of a stage of life, the awakening to the opposite sex and the discovery of the body. We observed that the young men's narratives were coherent with what is considered masculine, present in the discourse of different generations. It is concluded that the young men should be encouraged to participate in actions combining health and education aimed at promotion of sexual and reproductive health.
Keywords: Sexualidade
Identidade de Gênero
Juventude
Saúde e Narrativa
Keywords: Sexuality
Gender Identity
Youth
Health and Narrative
DeCS: Coito
Identidade de Gênero
Sexualidade
Fatores Etários
Brasil
Adulto Jovem
Issue Date: 2009
Citation: REBELLO, Lúcia Emilia Figueiredo de Sousa; GOMES, Romeu. Iniciação sexual, masculinidade e saúde: narrativas de homens jovens universitários. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 14, n. 2, p. 653-660, 2009.
DOI: 10.1590/S1413-81232009000200034
ISSN: 1413-8123
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Iniciação sexual, masculinidadee saúde.pdf50.67 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.