Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/4276
Title: Diversidade do gene de canal de sódio regulado por voltagem de Aedes aegypti Linnaeus, 1762 (Diptera: Culicidae) e resistência a piretróide
Advisor: Valle, Denise
Peixoto, Alexandre Afrânio
Members of the board: Oliveira, Ricardo Lourenço de
Genta, Fernando Ariel
Rios, Ricardo Iglesias
Sorgine, Marcos Henrique Ferreira
Braga, Ima Aparecida
Authors: Martins Junior, Ademir de Jesus
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: No Brasil o controle das formas aladas do vetor de dengue, o mosquito Aedes aegypti, é feito com inseticidas da classe dos piretróides. Porém, apesar da recente utilização deste composto em escala nacional, várias populações do vetor já estão resistentes. O canal de sódio regulado por voltagem, no sistema nervoso do inseto, é a molécula-alvo de piretróides. Investigamos, em populações brasileiras de Ae. aegypti, a diversidade molecular em uma região deste gene (AaNaV) com o objetivo de identificar potenciais alterações relacionadas à resistência. Clonagem e sequenciamento da região genômica entre os exons 20 e 21 do AaNaV de indivíduos de cinco localidades distintas, confirmaram polimorfismo no íntron e em dois sítios do exon 20 que geram substituições sinônimas. De acordo com estas características, as sequências foram agrupadas em tipos A ou B. Observamos ainda mutações causando substituições de aminoácidos: Ile  Met no sítio 1011 e Val  Ile no sítio 1016, somente em sequências do tipo A. Indivíduos da cepa Rockefeller, referência de susceptibilidade, apresentaram apenas sequências do tipo B e os alelos selvagens nas duas posições, 1011 ou 1016. Tipagem molecular por PCR alelo-específica em indivíduos de 15 localidades revelou que a mutação Ile1011Met está disseminada por todo país, diferentemente da Val1016Ile, concentrada nas regiões mais ao centro. Nas cinco localidades onde os indivíduos avaliados foram divididos em resistentes e susceptíveis, o alelo mutante 1016Ile esteve significativamente mais presente nos resistentes, principalmente quando em homozigose, indicando o caráter recessivo da mutação para a resistência. Surpreendentemente, uma série de observações sugeriu a ocorrência de polimorfismo envolvendo uma duplicação gênica, de forma que o haplótipo duplicado estaria constituído de uma sequência do tipo B ligada à outra do tipo A com a mutação 1011Met. Corroborou esta hipótese a tipagem do sítio 1011 na prole de cruzamentos com genótipos determinados. Finalmente, comparação entre linhagens mantidas na presença ou na ausência de pressão de seleção com piretróide, em laboratório, sugeriu efeitos pleiotrópicos negativos da resistência em aspectos do desenvolvimento e da reprodução destes mosquitos
Abstract: In Brazil, control of adults of the dengue vector, the mosquito Aedes aegypti, is performed with pyrethroid insecticides. However, despite the recent implementation of this compound in national scale, several populations of this vector are already resistant. The voltage gated sodium channel is the pyrethroid target site, in the insect nervous system. We investigated the molecular diversity of a particular region of this gene (AaNaV) in Ae. aegypti Brazilian populations in order to identify potential substitutions implicated with insecticide resistance. Cloning and sequencing of the genome region between the AaNaV exons 20 and 21 in individuals from five distinct localities, confirmed polymorphism in the intron and in two positions of exon 20, these latter related to synonymous substitutions. According to these characteristics sequences were grouped into types A or B. Two additional predictive substitutions were noted: Ile Met and Val  Ile, respectively, in 1011 and 1016 sites, both only in type A sequences. Individuals from the Rockefeller insecticide susceptible reference strain exhibited only type B sequences and the wild alleles on both 1011 and 1016 positions. Allelespecific PCR molecular typing of individuals from 15 localities showed that the Ile1011Met mutation is widespread throughout Brazil, whereas Val1016Ile is more proeminent toward the middle of the country. In five localities typing was performed separately in susceptible or resistant individuals; the mutant 1016Ile allele was significantly more present in the resistant ones, especially in homozygozity, suggesting the recessive character of this resistant mutation. Surprisingly, a series of observations suggested the occurrence of a gene duplication consisting of both type B and A sequences this last one with the 1011Met mutation. Typing of the 1011 site in the offspring of couples with specific genotypes corroborated this hypothesis. Finally, comparisons among lineages selected or not with pyrethroid suggested negative pleiotropic effects of resistance on development and reproduction aspects.
keywords: Resistência A Piretróide
Duplicação Gênica
Knockdown Resistance
reprodução/ mosquitos
DeCS: Aedes aegypti
Canal Epitelial de Sódio
Vetores Genéticos
Reação em Cadeia da Polimerase
Issue Date: 2009
Citation: Martins Junior, A. J. Diversidade do gene de canal de sódio regulado por voltagem de Aedes aegypti Linneaus, 1762 (Diptera: Culicidae) e resistência a piretróide. 2009. 130f. 203f. Tese (Doutorado em Biologia Parasitária) - Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2009.
Date of defense: 2009-06-19
Place of defense: Rio de Janeiro / RJ
Department: Pós-graduação em Biologia Parasitária
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa Pós-graduação em Biologia Parasitária
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGBP - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ademir_j_martins_junior_ioc_bp_0028_2009.pdf3.74 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.