Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/4324
Title: Aspectos epidemiológicos da leptospirose no Brasil, 2000 a 2009 e a avaliação do conhecimento e das atitudes sobre a doença em uma favela na cidade de Salvador, Bahia
Other Titles: Aspectos epidemiológicos da leptospirose no Brasil, 2000 a 2009 e a avaliação do conhecimento e das atitudes sobre a doença em uma favela na cidade de Salvador, Bahia
Advisor: Reis, Mitermayer Galvão dos
Members of the board: Moreira Júnior, Edson Duarte
Almeida, Maria da Conceição Chagas de
Carmo, Eduardo Hage
Reis, Mitermayer Galvão dos
Authors: Araújo, Wildo Navegantes de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, Bahia, Brasil
Abstract: A leptospirose é a principal doença infecciosa zoonótica em áreas urbanas nos países em desenvolvimento, porém subnotificada. O conhecimento e as atitudes sobre a leptospirose é desconhecida nas comunidades brasileiras onde a doença é prevalente. Objetivos: 1) Descrever os casos notificados de leptospirose, fatores de risco para óbito, influência das chuvas em cidades metropolitanas e parte da carga da leptospirose no Brasil, 2000-2009. 2) Descrever o conhecimento e as atitudes sobre leptospirose dos moradores de uma favela na cidade de Salvador. Métodos:1) Foram descritos os casos notificados de leptospirose no Sistema Nacional de Vigilância de 2000 a 2009. Foi analisada a influência das chuvas e a ocorrência de casos de leptospirose em cinco metrópoles brasileiras. Foram calculadas as taxas de incidência, hospitalização, mortalidade e letalidade por leptospirose e foram avaliados os fatores de risco para óbito a partir das variáveis demográficas entre os casos confirmados. 2) Foi conduzido um estudo transversal sobre o conhecimento e atitudes sobre leptospirose na comunidade de Pau da Lima, Salvador – Bahia. Resultados: 1) A doença acomete populações vulneráveis socialmente que vivem em áreas urbanas. As taxas de incidência, hospitalização, mortalidade e letalidade foram 1,48, 1.04, 0,12 por 100.000 habitantes e 9%, respectivamente. A partir de 15 anos de idade (OR=1,88; IC95% 1,39-2,55), baixo nível educacional (OR=1,35; IC95% 1,17-1,56), viver em área urbana (OR=2,19; IC95% 1,80-2,69) foram detectados como fatores de risco para óbito entre os casos confirmados. As chuvas tiveram forte relação com a ocorrência de surtos sazonais da doença em cinco cidades metropolitanas. 2) 72,7% das pessoas sabem que a leptospirose é uma doença transmitida por ratos, 56,4% reconhecem que pegam a doença com o contato com urina de ratos, 17,8% referiram limpar esgotos ao redor da sua casa, 35,5% referiram usar luvas e 33,3% botas para se proteger. Conclusão: No Brasil, a doença acomete homens adultos, com baixa nível educacional que vivem em áreas urbanas, tais achados estão associados a óbitos. Muitos surtos sazonais ocorreram sob influência das chuvas nas cidades metropolitanas estudadas. Na comunidade de Pau da Lima, uma favela de Salvador, as pessoas conhecem a leptospirose e as principais atitudes detectadas estão relacionadas as contínuas exposições a água de chuvas e esgotos na comunidade. As conclusões deste trabalho apontam para a necessidade de estruturar serviços de saúde que antecedam as chuvas, e para obras de saneamento básico em regiões metropolitanas com maior incidência da doença. Recomendamos que sejam realizados outros estudos sobre o conhecimento em relação a leptospirose para entender os déficits de informação da população, assim como instruí-los para organizadamente cobrarem soluções como obras de saneamento básico que minimizem o impacto da leptospirose na população.
Abstract: The leptospirosis is major zoonotic infectious disease in urban areas in the developing countries. However, the leptospirosis is underreported in the world. The knowledge and attitudes about leptospirosis of the communities which suffer due the leptospirosis is unavailable. Objectives 1) To describe the leptospirosis cases reported, risk factors for death, influence of the rainfalls in metropolitan cities and, part of the burden caused by the leptospirosis in Brazil from 2000 through 2009. 2) To describe the knowledge and attitudes about leptospirosis in slum area in metropolitan city of the Brazil. Methods: 1) Were described the leptospirosis cases reported in the National Surveillance System from 2000 to 2009. Were analyzed the influence of the rainfalls in metropolitan cities, were analyzed frequency measures and, were identified risk factors for death. 2) Was conducted a cross-section study about the knowledge and attitudes about leptospirosis in the community of “Pau da Lima”, Salvador- Bahia. Results: 1) The disease attacks adult men in economically active age with low educational level living in urban areas. Incidence, hospitalization, mortality and lethality rates were 1.48, 1.04, 0.12 per 100.000 inhabitants, and 9% respectively. Being aged 15 or above (OR=1.88; IC 95% 1.39-2.55), having low educational level (OR=1.35; IC 95% 1.17-1.56), and living in urban areas (OR=2.19; IC 95% 1.80-2.69) have been detected as risk factors for death among the confirmed cases. Rains were strongly related to the occurrence to seasonal outbreaks of the disease in five metropolitan cities studied. 2) In an urban slum in Salvador, 72.7% of the individuals know that leptospirosis is a disease transmitted by rats, 56.4% recognized that the disease can be contracted by getting in contact with the urine of rats, 17.8% clean the sewers surrounding their houses, 35.5% wear gloves and 33.3% wear boots to protect them. Conclusion: In Brazil, the disease attacks adult men with low educational level living in urban areas, these covariates are associated to death. Many seasonal outbreaks occur in the studied metropolitan cities under the influence of rain. In a slum area in Salvador, people know leptospirosis and the main attitudes detected are related to continuous exposition of the community to rainfalls and sewers. Health policies geared to structuring health services prior to rains and the implementation of basic sanitation infrastructure to be requirements for minimizing the occurrence of leptospirosis in mega cities. We also recommend the conduction of studies on the knowledge and attitudes in order to understand population’s information deficit, as well as to instruct them to demand solutions such as the construction of basic sanitation infrastructure in an orderly manner.
Keywords: Leptospirosis
Burden disease
Risk factors
Rainfalls
Urban slums
Knowledge
Attitude
keywords: Leptospirose
Fatores de Risco
Favelas
Conhecimentos
Atitudes
Issue Date: 2010
Citation: ARAÚJO, W. N. de Aspectos epidemiológicos da leptospirose no Brasil, 2000 a 2009 e a avaliação do conhecimento e das atitudes sobre a doença em uma favela na cidade de Salvador, Bahia. 2010. 114 f. Tese (Doutorado em Patologia) - Fundação Oswaldo Cruz, Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, Salvador.
Date of defense: 2010
Place of defense: Salvador
Department: Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Program: Pós-Graduação em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Teses de Doutorado
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Wildo Navegantes Aspectos epidemiologicos da leptospirose....pdf1.33 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.