Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/4363
Title: A produção do lugar de transmissão da leishmaniose tegumentar na cidade do Rio de Janeiro
Other Titles: The production from the position of transmission of the leishmaniose tegumentar in the city of Rio de Janeiro
Advisor: Stotz, Eduardo Navarro
Authors: Kawa, Helia
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A leishmaniose tegumentar na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro tem se caracterizado pela presença de surtos epidêmicos, restritos, articulados e circunscritos à algumas áreas. Os estudos epidemiológicos realizados mostraram o papel dos principais componentes do ciclo de transmissão peri-domiciliar, a distribuição desigual da endemia dentro de um mesmo foco e a presença de um padrão espacial de lugar de transmissão muito característico, reconhecido pela maioria dos pesquisadores da doença naquelas áreas onde a Lu intermedia é transmissora. Contudo, todo o conhecimento acumulado até então, não resultou na capacidade de compreender a persistência e difusão da endemia nas áreas urbanizadas da cidade e tampouco, de que modo, localidades muito semelhantes e próximas, com o vetor amplamente disseminado, podem apresentar diferentes riscos para a mesma endemia. O objetivo do presente estudo é compreender o processo endêmico-epidêmico da leishmaniose tegumentar na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro de 1970 a 2000, relacionando as recentes transformações no processo de ocupação urbana com aquelas associadas ao padrão de transmissão e difusão da endemia, com o intuito de explicar a ocorrência da doença em diferentes localidades desta cidade, e suas relações com os determinantes de ordem mais geral. Foi utilizado o modelo de análise do processo de ocupação e organização do espaço urbano em diferentes escalas e unidades territoriais, considerando as novas funções adquiridas pelos elementos espaciais expressos através de diferentes relações de trabalho, uso do solo e valor da terra. Foram empregadas técnicas de geoprocessamento e de classificação de imagens obtidas por sensoreamento remoto, além de metodologias qualitativas relacionadas à recuperação histórica dos processos de ocupação e uso do solo. A incorporação dos instrumentos de geoprocessamento, combinados às técnicas qualitativas de investigação, possibilitou evidenciar distintas condições de transmissão nas localidades estudadas além de diferentes áreas de transição ou ecótonos. O ecótono rural-florestal, no qual a presença de comunidades rurais em condições de vida precárias e baixa produtividade garantem a persistência e difusão da endemia; O ecótono urbano-florestal, em que ainda existem áreas de agricultura residual além da presença de uma área urbana consolidada, ocorrendo uma transmissão intermediária; e uma variação do ecótono urbano-florestal, na qual o processo de reorganização do espaço urbano encontra-se completamente consolidado desde a década de noventa , sem registro de doentes desde 1994, embora com o vetor presente. O estudo demonstrou também que as técnicas empregadas foram muito úteis para identificar áreas com distintas condições de receptividade à enfermidade, possibilitando o monitoramento da endemia, assim como a aplicação de medidas eficazes para as ações de vigilância e controle da leishmaniose tegumentar na cidade do Rio de Janeiro.
Abstract: Cutaneuos leishmaniasis at the West Zone of Rio de Janeiro city has been characterized by small epidemic bursts in restric neighbourhoods inside the urban area. Previous epidemiologic investigation has already demonstrated the importance of the main components of the peri-domiciliar cicle. It has also been demonstrated the existence of unbalanced distribution of the cases in the same focus, as well as the existence of a spacial pattern of an unique place behind the transmission, which is recognised by all those involved in the investigation of the places where Lu intermedia is the vector. Otherwise, all that knowledge either do not explain how this endemic disease persists and spreads in the urban areas, or do not explain how similar neighbour vicinities maintaining the same vector can present different risk of disease. This study sets out to understand the endemic-epidemic behaviour of the cutaneous leishmaniasis in the West Zone of Rio de Janeiro city from 1970 to 2000. The recent changes in the urbanization process were associated to those changes related to the transmission and difusion patterns of the disease, in order to check out the more general determinants of the endemic process. An analytic model for the occupation and organization of the urban space was applied in different scales to different territorial units, taking into account different wor relations, land use and land value. Geoprocessing techniques and Remote Sensoring Image Classification techniques were applyed, side by side to qualitative methods for local history survey of the land use. The association of the GPR techniques with the qualitative data allowed to demonstrate three transitional areas or ecotonoes in the urban area under investigation. The first one was the rural-forest ecotone, placed at the periphery of the urban area, where the communities still lived in precarious and low productivity small pieces of land, showing the persitence of the endemic process. In the second one, the urban-forest ecotone, the residual agriculture cohexisted with an urban area, exhibiting intermediate transmission of the disease. In this second ecotone, another type can be distinguished, where the urban space is consolidated since 1990 and no case of leishmaniasis was registered since then, despite the exhistence of the vector in the area. The results also demonstrated that the chosen techniques were really usefull for the identification of areas with different conditions of receptivity to the disease. Better conditions for the monitoring of the endemy and for the application of more efficient control measures can also be planned based on this data
Keywords: Diffuse Tegumentary Leishmaniasis
Rural settlements
Space-time conglomerates
keywords: Leishmaniose Tegumentar Difusa
Assentamentos rurais
Conglomerados espaço-temporais
Issue Date: 2003
Citation: Kawa, Helia. A produção do lugar de transmissão da leishmaniose tegumentar na cidade do Rio de Janeiro. 2003. 178 f. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Rio de Janeiro, 2003.
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ve_Helia_Kawa_ENSP_200312.82 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.