Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/4403
Title: Sistemas de informações geográficas para o programa de saúde da família
Other Titles: Geographical information system for family health program
Advisor: Carvalho, Marília Sá
Authors: Portugal, José Luiz
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Esta tese tem por objetivo criar um Sistema de Informações Geográficas (SIG) para o Programa de Saúde da Família (PSF) que se constitui um instrumento de auxílio ao planejamento, à prestação e à avaliação dos serviços previstos pelo Programa. Para tanto, estudaram-se os protocolos e as rotinas de trabalho de todos os comprometidos com o PSF. Verifica-se que ele é composto por três níveis funcionais, que são o operacional, o gerencial e o político, os quais deveriam ter por suporte a informação, através do Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB). Identifica-se que o SIAB tem restrições que podem ser minimizadas ou mesmo eliminadas com a implantação de um novo sistema composto por informações espaciais e não espaciais, o que é permitido em ambiente de SIG. O indivíduo, associado às coordenadas pontuais de sua residência, deve ser considerado como a unidade básica desse novo sistema, por permitir agregação com todos os níveis hierárquicos superiores, sem perda de informações. Conceitos de SIG, sob a ótica do PSF, são detalhados com ênfase nas estruturas de armazenamento, de organização dos dados e de seus relacionamentos. (...) O sistema é explorado com saídas gráficas na forma de mapas e descritivas na forma de elas. Terminada a fase de exploração, conclui-se por sua viabilidade, ressaltando-se os seguintes aspectos: (i) ainda não existe um programa de computador único, capaz de executar todas as operações de análise espacial previstas nesse SIG; (ii) o município deve ser o local de implantação do sistema como um todo; (iii) as Unidades de Saúde da Família (USF) devem ser responsáveis pela sua carga, diretamente em ambiente computacional de banco de dados; (iv) o fluxo dos dados das USF para o município deve ser periódico e sistemático, preferencialmente por Internet; (v) a obtenção das coordenadas das residências deve se processar a partir de mapas pré-existentes ou, na sua ausência, a partir de imagens de satélite com resolução espacial da ordem de 1 metro; e (vi) o processo pontual marcado é viável para detecção, identificação ou localização, a partir do nível de município, das doenças que o PSF trata, desde que sejam definidas, a priori, por profissionais da área de saúde, as covariáveis influentes nesses eventos. O SIG desenvolvido representa um avanço importante em relação ao atual sistema de informação utilizado pelo PSF, constituindo-se em um instrumento facilitador da consolidação da atenção básica no País.
keywords: Programa Saúde da Família
Sistemas de Informação Geográfica
Issue Date: 2003
Citation: Rio de Janeiro s.n 2003 151p
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
252.pdf2.9 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.