Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/4432
Title: Perda auditiva e tontura em idosos: medicamentos e outros fatores associados
Other Titles: Hearing loss and dizziness in aged: drugs and others factors associated
Advisor: Rozenfeld, Suely
Authors: Valete-Rosalino, Cláudia Maria
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A perda auditiva e a tontura são queixas freqüentes entre idosos, sendo muito associadas à diminuição do convívio social e ao déficit de desempenho funcional. Considerando o rápido processo de envelhecimento da população brasileira observada nas últimas quatro décadas, elas se tornam importantes problemas de saúde pública. Esta tese é composta por um conjunto de três artigos e explora a freqüência da perda auditiva e da tontura auto-referidas em mulheres idosas na cidade do Rio de Janeiro, e os fatores associados, entre eles o uso de medicamentos. O primeiro artigo é uma revisão crítica da literatura científica publicada sobre a validade de uma única questão genérica em pesquisas epidemiológicas. Nos outros dois artigos, foram utilizados os dados de um estudo transversal no Rio de Janeiro em 624 mulheres, com mais de 60 anos, inscritas na Universidade Aberta da Terceira Idade da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UnATI/UERJ) até 1995, através de questionário estruturado, único e padronizado, com perguntas abertas e fechadas, sobre variáveis sócio-econômicas, peso e altura, doenças associadas e uso de medicamentos. Este trabalho permitiu demonstrar que uma questão única genérica parece ser um indicador aceitável de perda auditiva, sensível e razoavelmente específico, principalmente quando a perda é identificada como sendo a média tonal que inclua freqüências até 2 ou 4 kHz, a um nível de 40 dBNA, na melhor orelha, podendo portanto, ser utilizado em estudos epidemiológicos de perda auditiva em idosos. (...) Neste estudo foi possível observar as prevalências da perda auditiva e tontura, e os seus fatores associados, em mulheres idosas inscritas num centro de convívio de idosos. A observação de que o uso de medicamentos permanece associado à perda auditiva e à tontura, mesmo após controle por idade e outras variáveis sócio-econômicas e de estado de saúde, é um importante resultado, já que estes fatores podem ser evitados ou prevenidos nas futuras gerações de idosos, evitando o seu uso irracional, com reduções nas prevalências da perda auditiva e da tontura e de suas conseqüências físicas, psicológicas, e sociais na vida dos idosos
keywords: Perda Auditiva
Preparações Farmacêuticas
Idoso
Tontura
Issue Date: 2005
Citation: Rio de Janeiro s.n 2005 161p
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
238.pdf708.49 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.