Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/54465
Title: Desenvolvimento de um teste de captura de antígeno para filariose linfática utilizando anticorpos contra a proteína recombinante Wb14
Advisor: Melo Neto, Osvaldo Pompílio de
Medeiros, Zulma Maria de
Viana, Isabelle Freire Tabosa
Members of the board: Melo Neto, Osvaldo Pompílio de
Medeiros, Zulma Maria de
Viana, Isabelle Freire Tabosa
Authors: Silva, Maressa Rhuama
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A Filariose Linfática (FL) é uma parasitose endêmica de regiões tropicais e subtropicais, provocada pelos vermes nematóides Wuchereria bancrofti, Brugia malayi e Brugia timori e transmitida pelo mosquito Culex quinquefasciatus. Para o seu diagnóstico, o exame parasitológico é barato e eficiente, mas possui limitações devido à periodicidade noturna das microfilárias, o que diminui a sensibilidade. Sabe-se que as técnicas sorológicas são uma opção necessária, pois além de apresentarem elevada sensibilidade, não possuem limitação temporal. Em contrapartida, os testes sorológicos de captura de antígenos existentes no mercado apresentam custo elevado e não são espécie-específicos. O presente trabalho objetiva avaliar a eficácia de anticorpos monoclonais e policlonais dirigidos contra o antígeno rWb14 de W. bancrofti para o desenvolvimento de um novo teste diagnóstico para a FL. Primeiro, a proteína Wb14 recombinante (rWb14) foi expressa em Escherichia coli, purificada por cromatografia de afinidade e utilizada na purificação dos anticorpos policlonais por imunoadsorção. Para verificar a eficiência de reconhecimento dos anticorpos monoclonais e policlonais foi produzido o extrato do verme adulto de W. bancrofti. Primeiramente o extrato foi exposto aos anticorpos produzidos contra rWb14, porém não houve nenhum reconhecimento. Depois soros de pacientes positivos e negativos foram separados eletroforéticamente e expostos aos anticorpos monoclonais e policlonais para reconhecimento do antígeno filarial circulante, mas o resultado esperado não foi obtido. Após isso, um conjunto de soros de pacientes positivos para FL, detectaram no extrato uma nova banda diagnóstica de aproximadamente 14 kDa que será alvo de investigações posteriores. Ao mesmo tempo, um ensaio de ELISA de captura de antígeno foi padronizado utilizando diferentes combinações de anticorpos, que foi sensível no reconhecimento da rWb14 nas quatro condições analisadas. Este ELISA foi testado com soros de diferentes grupos de indivíduos, mas apenas dois soros de pacientes microfilarêmicos foram reconhecidos em apenas uma destas condições. Mais testes deverão ser realizados para determinar a real sensibilidade e especificidade desse teste frente a um número maior de amostras de soros .
Abstract: Lymphatic filariasis (FL) is an endemic parasitic disease in tropical and subtropical regions, caused by the nematode worms Wuchereria bancrofti, Brugia malayi and Brugia timori and transmitted by the Culex quinquefasciatus mosquito. For its diagnosis, the parasitological exam is cheap and efficient, but it has limitations due to the nocturnal periodicity of the microfilariae, which reduces the sensitivity. It is known that serological techniques are a necessary option, because in addition to being highly sensitive, they do not have time limitations. On the other hand, serological tests for the capture of antigens on the market have a high cost and are not species-specific. The present work aims to evaluate the efficacy of monoclonal and polyclonal antibodies directed against the W. bancrofti rWb14 antigen for the development of a new diagnostic test for FL. First, the recombinant Wb14 protein (rWb14) was expressed in Escherichia coli, purified by affinity chromatography and used to purify polyclonal antibodies by immunoadsorption. To verify the efficiency of recognition of monoclonal and polyclonal antibodies, an extract of the adult worm from W. bancrofti was produced. First, the extract was exposed to the antibodies produced against rWb14, but there was no recognition. Afterwards sera from positive and negative patients were electrophoretically separated and exposed to monoclonal and polyclonal antibodies for recognition of the circulating filarial antigen, but the expected result was not obtained. After that, a set of sera from patients positive for FL, detected in the extract a new diagnostic band of approximately 14 kDa that will be the target of further investigations. At the same time, an antigen capture ELISA assay was standardized using different combinations of antibodies, which was sensitive in recognizing rWb14 in the four conditions analyzed. This ELISA was tested with sera from different groups of individuals, but only two sera from microfilaraemic patients were recognized in only one of these conditions. More tests should be carried out to determine the real sensitivity and specificity of this test against a larger number of serum samples .
DeCS: Antígenos de Helmintos
Anticorpos Anti-Helmínticos
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Filariose Linfática
Wuchereria bancrofti
Anticorpos Monoclonais
Sensibilidade e Especificidade
Issue Date: 2020
Citation: SILVA, Maressa Rhuama. Desenvolvimento de um teste de captura de antígeno para filariose linfática utilizando anticorpos contra a proteína recombinante Wb14. 2020. 67 p. Dissertação, (mestrado)-Instituto Aggeu Magalhães, Fundação Oswaldo Cruz, Recife, 2020.
Date of defense: 2020-02-18
Place of defense: Recife
Department: Instituto Aggeu Magalhães
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Embargo date: 2023-07-08
Copyright: closed access
Appears in Collections:PE - IAM - PPGSP - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
maressa_silva_iam_mest_2020.pdf1.58 MBAdobe PDF    Request a copy



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.