Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/5659
Title: Papel das interações mediadas pelos receptores de prolactina e glicocorticoide na atrofia tímica que ocorre na infecção experimental pelo Trypanosoma Cruzi
Advisor: Savino, Wilson
Members of the board: Almeida, Vinícius Cotta de
Martins, Patricia Machado Rodrigues e Silva
Coelho, Valéria de Mello
Authors: Oliveira, Ailin Lepletier de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Laboratório de Pesquisa sobre o Timo. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: No curso das doenças infecciosas, os circuitos neuroendócrinos e imunes atuam em conjunto facilitando a resposta do hospedeiro. Alterações no eixo hipotálamo-hipófise- adrenal são frequentemente associadas a infecções, como as causadas pelo Trypanosoma cruzi, o agente etiológico da doença de Chagas. Durante a fase aguda da infecção por T. cruzi, a ação pró-apoptótica de glicocorticóides (GC), sistemicamente aumentados, sobre timócitos CD4+CD8+ (DP), resulta em atrofia tímica. Recentemente, nosso grupo demonstrou expressão alterada de prolactina (PRL), um outro hormônio relacionado ao estresse, durante a infecção por T. cruzi. Com base no conhecimento das ações imunomoduladoras de PRL, como a proteção de timócitos da apoptose induzida por GC, pretendemos no presente estudo investigar uma possível função da ativação cruzada entre os receptores intratímicos de PRL e GC (PRLR e GR, respectivamente) no desencadeamento da atrofia tímica induzida por T. cruzi. Observamos um circuito intratímico específico de modulação de ambos os hormônios durante a infecção experimental por T. cruzi em camundongos adultos jovens. Enquanto os níveis plasmáticos de PRL e GC apresentaram-se aumentados no início da fase aguda da infecção, quando o processo de atrofia tímica é instaurado, os níveis intratímicos desses hormônios diminuíram, restabelecendo-se posteriormente aos níveis fisiológicos do controle não-infectado. Paralelamente, variações da expressão intratímica de PRLR e GR, ocorreram em acordo com a modulação local de seus ligantes. No início do processo de atrofia tímica, quando muitas células DP estão entrando em apoptose, observamos aumento da expressão de GR e diminuição de PRLR. Em um segundo momento, durante a fase mais tardia da infecção experimental por T. cruzi, houve restabelecimento da expressão gênica de ambos os receptores nessas células. Nessa fase, quando o processo de morte celular encontra-se estabilizado e somente algumas células aparentemente mais resistentes à ação pró-apoptótica de GC sobreviveram, observamos aumento da proteína Bcl-xl, um importante fator anti apoptótico induzido por PRL. Em acordo com esses achados, utilizando-se um modelo de indução de apoptose in vitro, verificamos maior Suscetibilidade de timócitos à morte induzida por GC nos períodos iniciais da infecção, bem como aos efeitos protetores de PRL, o que não foi observado na fase mais tardia da infecção. Tomados em conjunto, nossos dados apontam para uma função cruzada (cross-talk) entre PRLR e GR intratímicos, e que seria responsável pela manutenção da homeostasia tímica. Nesse sentido, alterações desse circuito podem contribuir para o processo de atrofia tímica característico da fase aguda da infecção pelo T. cruzi.
Abstract: During infectious diseases, neuroendocrine and immune networks act in concert, facilitating host response. Disorders in the hypothalamic-pituitary-adrenal axis are frequently observed associated to infections. It has been demonstrated that increased level of circulating glucocorticoids (GC) systemic levels during the acute phase of Trypanosoma cruzi infection, the etiological agent of Chaga ́s disease, results in thymus atrophy. Such steroid can trigger apoptosis on cortical thymocytes bearing the phenotype CD4+CD8+ (DP) via a specific glucocorticoid receptor (GR). Changes in thymocyte development may have an important consequence for the disease, i.e., further autoimmune reactions. Recently our group demonstrated altered expression of prolactin (PRL), another hormone related to stress, during T. cruzi infection. Based on studies showing expression of PRL receptors (PRLR) on lymphocytes, and its effects on growth, differentiation, and apoptosis in lymphoid cells, this hormone is supposed to functions as an immunomodulator. Furthermore, prolactin protects T cells from GC- induced apoptosis both in vivo and in vitro, which corroborates to this hypothesis. Based on these data, here we aim to investigate the possible role of intrathymic GR- PRLR cross-talk to the outcome of T. cruzi induced thymus atrophy. Our results demonstrate altered intrathymic PRL and corticosterone levels during the acute phase of T. cruzi infection. When the same hormones were evaluated on plasma, a different modulation was detected, suggesting an independence of intrathymic and systemic circuits that may be related to thymus atrophy. Furthermore, we detected the variation of PRLR and GR intrathymic expression, that ocurred in accordance to the modulation of their locally produced ligands. The analysis of DP cells that survived to the apoptosis process at the late phase of acute infection, demonstrated increased PRLR expression in parallel to the decrease of GR levels, This receptor expression profile courses with an increase of anti apoptotic proteins and the stabilization of the thymus atrophy process and seems an important factor for the survival of these cells. Using an in vitro model of thymocyte apoptosis induction, we observed that such alterations result in different GC-induced cell death susceptibility as well as an altered answer to prolactin anti -apoptotic effects. Taken together our results point to an relevant intrathymic PRLR-GR cross-talk involved in thymus homeostasis. In this way, changes of this circuit may contribute to the outcome of the thymus atrophy characteristic of the acute phase of T. cruzi infection.
DeCS: Sistema Hipófise-Suprarrenal
doença de Chagas
Trypanosoma cruzi
Infecção
Reação de Fase Aguda
Glucocorticóides
Hormônio Liberador de Prolactina
Sistemas Neurossecretores
Issue Date: 2011
Citation: OLIVEIRA. A. L. Papel das interações mediadas pelos receptores de prolactina e glicocorticoide na atrofia tímica que ocorre na infecção experimental pelo Trypanosoma Cruzi. 2011. 89f. Dissertação (Mestrado em Biologia Celular e Molecular) - Fundação Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, 2011
Date of defense: 2011
Place of defense: Rio de Janeiro / RJ
Department: Pós Graduação em Biologia Celular e Molecular
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós Graduação em Biologia Celular e Molecular
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGBCM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ailin_oliveira_ioc_mest_2011.pdf2.72 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.