Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/5852
Title: H1N e produção de sentidos na mídia: a epidemia de 2009 nas páginas de O Globo, Extra e Expresso
Advisor: Lerner, Kátia
Members of the board: Lerner, Kátia
Santana, Wedencley Alves
Oliveira, Valdir de Castro
Authors: Silva, Tania Regina Neves da
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Esta pesquisa procura compreender o modo como se deu a produção de sentidos sobre a epidemia de influenza H1N1 na cobertura jornalística dos jornais O Globo, Extra e Expresso da Informação, do Rio de Janeiro, no período de 25 abril a 18 de agosto de 2009. A partir da delimitação de sete momentos considerados marcantes – a saber: o surgimento da doença, as primeiras suspeitas de contaminação, a confirmação dos primeiros casos, o anúncio de pandemia, a primeira morte no Brasil, a primeira morte no Rio de Janeiro e o início do declínio dos casos de contaminação – o trabalho consiste na análise da produção discursiva dos jornais em questão. Com base nos conceitos da Semiologia dos Discursos Sociais, de Milton José Pinto, e o adicional aporte teórico de Norman Fairclough (tridimensionalidade do discurso), Mikhail Bakhtin (dialogismo) e Eliseo Verón (contrato de leitura), busca-se compreender como as diversas vozes presentes no noticiário se articularam e quais estratégias enunciativas foram utilizadas pelos veículos para dar sentidos à epidemia naquele momento. Entre os principais achados, conclui-se que a estimulação do medo e a quantificação diária das vítimas foram os grandes norteadores das coberturas e pontos em comum dos três jornais. No campo das diferenças, O Globo se orientou por um intertexto político, o Extra adotou postura mais didática e o Expresso optou pela simplificação do noticiário sobre a H1N1.
Abstract: This research seeks to understand how was made the production of meanings about the H1N1 influenza epidemic in the coverage of newspapers O Globo, Extra and Expresso da Informação, from Rio de Janeiro, between April 25th and August 18th, 2009. From delimitation of seven moments considered outstanding – namely: the emergence of the disease, the first suspicion of contamination, the confirmed first cases, the announcement of a pandemic, the first death in Brazil, the first death in Rio de Janeiro and the beginning decline of cases of contamination - the work proposes to examine the discursive production of the concerned newspapers. Based on the concepts of Semiology of Social Discourses, by Milton Jose Pinto, with additional theoretical contribution of Norman Fairclough (three-dimensionality of the discourse), Mikhail Bakhtin (dialogism) and Eliseo Verón (reading contract), we seek to understand how different voices in the news were articulated and what enunciative strategies were used by these vehicles to give meaning to the epidemic in that moment. Among the main findings, we conclude that stimulation of the fear and daily quantification of the victims were the major guide lines of the coverage and the commonality points of the three newspapers’ discourse. When it comes to the differences, O Globo was guided by a political intertext, Extra has adopted a more didactic approach and Expresso has opted for a simplification of the news about H1N1.
keywords: O Globo
Extra
Expresso da Informação
Rio de Janeiro
Semiologia dos Discursos Sociais
DeCS: Jornalismo
Vírus da Influenza A Subtipo H1N1
Brasil
Epidemias
Comunicação em Saúde
Influenza Humana
Issue Date: 2012
Citation: SILVA, Tania Regina Neves da. H1N e produção de sentidos na mídia: a epidemia de 2009 nas páginas de O Globo, Extra e Expresso. 2012. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Informação, Comunicação em Saúde, Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2012.
Date of defense: 2012
Place of defense: Rio de Janeiro / RJ
Department: Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde
Copyright: open access
open access
Appears in Collections:ICICT - PPGICS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PPGICS TANIA RN SILVA.pdf2.75 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.