Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/5907
Title: Estudo da migração de células T NK1.1+ no músculo estriado, durante a infecção experímental pelo Trypanosoma Cruzi em animais desprovidos de linfócitos B funcionais
Advisor: Mengele Junior, José Orivaldo
Members of the board: Postól, Edilberto
Brodskyn, Claudia Ida
Cardillo, Fabíola
Authors: Nihei, Jorge Sadao
Coadvisor: Cardillo, Fabíola
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil.
Abstract: Foi anteriormente demonstrado que as células NK (Natural Killer) estão relacionadas às bases para resistência à infecção por Trypanosoma cruzi, pois a depleção de células positivas para NK1.1+ resulta em alta parasitemia de camundongos C57BI/6 infectados pelo T. cruzi. Estudos de nossa equipe indicaram ainda que as células T NKH-t- poderiam induzir a formação de células T efetoras/nnemória, e que a resistência à infecção foi correlacionada com a quantidade de células T CD4-<- CD45RB"®^ presentes antes da infecção. No presente estudo avaliamos a função regulatória de células T NK1.1+ durante a infecção experimental pelo T. cmzi, na ausência de linfócitos B. Utilizamos os seguintes animais: C57BI/6 controles, ^MT C57BI/6, nMT reconstituídos (com células B de C57BI/6 ou B de C67BI/6 IL-10KO) ou tratados com imunoglobulinas. Neste modelo experimental, observamos que os animais p.MT apresentaram menores números de células T efetoras/memória no baço comparados aos controles (C57BI/6), na fase aguda de infecção. A reconstituição com células B ou o tratamento com Ig em animais ^iMT infectados resultou em aumento de células T efetoras/memória, comparado ao controle (jiMT infectado). Da mesma maneira e até fase crônica de infecção, a transferência adotiva de células B em animais ^MT causa persistência de células T efetoras/memória no baço. Como a molécula de CD1 (encontrada sobre células B e dendríticas) é reconhecida por células NK1.1, a expressão desta molécula foi também avaliada durante a infecção. Após a infecção, houve diminuição de células CD1+ no baço de animais C57BI/6, e ausência destas células nos jxMT. A recuperação desta população celular no baço de {aMT infectados após reconstituição com linfócitos B foi concomitante á reposição de células T CD4+ NK1.1 no músculo esquelético destes mesmos animais. Houve ainda aumento de CD4+NK1.1 também no músculo esquelético dos animais ^MT reconstituídos com linfócitos B provenientes de C57BI/6 IL-10KO. De modo interessante, a depleção de NK1.1 durante a fase crônica, causou aumento de células T efetoras/memória encontradas no músculo esquelético de animais |uMT. Esses resultados estão relacionados aos dados de histopatologia, onde foi evidenciado maior infiltrado inflamatória no tecido HfKiscular de animais fxMT tratados com anti-NK1.1, durante a fase crônica da infecção. Nossos resultados indicam desse modo que a presença da célula B estaria ligada à formação de células T CD45RB"^ na fase aguda e manutenção/aumento de memória imune na fase crônica de infecção, conferindo ao grupo de animais reconstituídos com células 6, maior sobrevida. Sugere-se, portanto que as células T CD4+ NK1.1+ poderiam ser regulatórias no sentido de apresentar atividade antiinflamatória e que as células aP+NK1.1+ exerceriam função auxiliar na geração de células T efetoras/memória em nosso sistema experimental.
Abstract: We have previously demonstrated that NK (Natural Killer) cells have been related to resistance to T. cruzi infection and the depletion of NK1.1+ cells resulted in high mortality and increased parasitemia in C57BI/6 Infected mice. Recently, we suggested that the NK1.1 T cells were involved on memory T cell generation, and resistance to infection was correlated with increased numbers of 004^“'*''^ CD45RB"®^®“'^ T cells, present before infection. In this study we evaluated the regulatory function of NK1.1+ T cells during 7. cruzi infection in ^iMT C57BI/6 infected mice. The following mice were used; C57BI/6, ^MT C57BI/6 and nMT C57BI/6 Imunoglobulin (lg)-treated or adoptively transferred with B cells (obtained from C57BI/6 or from C57BI/6 IL-10KO). In this experimental model. yMT infected mice have show decreased numbers of effector memory T cells, compared to C57BI/6 infected controls, during acute infection. The adoptive transfer of B cells or the treatment with immunoglobulins (Igs), induced increased numbers of effector memory splenic T cells, compared to C57BI/6 controls. Furthermore, Ig administration to p,MT uninfected mice is able to increase ap+NK1.1+ splenic cell population. As NK1.1 cells recc^nize C01 molecule which is expressed on B and dendritic cells, CD1 expression was evaluated in spleens of nMT and C57BI/6 mice to estimate whether the expression of CD1 was modified after infection. When compared to uninfected controls, CD1-presenting cells decreased from both nMT and C57BI/6 mice and were increased following B cell-transfer to laMT recipient mice. Interestingly, the depletion of NK1.1 cells also increased effector memory T cells found on skeletal muscles infiltrates from jiMT, and this was correlated to the increased inflammatory response found in these ^iMT NK1.1-depleted mice, during the chronic phase of infection. In this inflammatory compartment, ^iMT infected mice presented low numbers of CD4+NK1.1 T cells, when compared to C67BI/6. Previous observations from our laboratory suggest that CD4+NK1.1+ T cells (which are decreased in skeletal muscle from infected laMT mice), may be related to the enhanced inflammatory response during the early chronic infection. Finally, these studies suggest that CD4+NK1.1+ T cells may be regulatory with an antiinflammatory activity and that ap+NK1.1+ T cells may be involved on effector memory T cell-generation in our experimental system.
Keywords: NK1.1.+ T cells
B cell transfer
Effector memory T cell
Trypanosoma cruzi
Imunorregulation
keywords: Imunologia Celular
Linfócitos
Trypanosoma cruzi
Célula T NK1.1+
Transferência de linfócitos B
Célula T efetora/memória
Imunorregulação
Issue Date: 2005
Citation: NIHEI, J. S. Estudo da migração de células T NK1.1+ no músculo estriado, durante a infecção experímental pelo Trypanosoma Cruzi em animais desprovidos de linfócitos B funcionais. 2005. 129 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Humana) - Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, Fundação Oswaldo Cruz, Salvador, 2005.
Date of defense: 2005
Place of defense: Salvador
Department: Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Program: Pós-Graduação em Patologia Humana
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jorge Sadao Nihei Estudo da migracao... 2005.pdf57.62 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.